Ceclin
set 21, 2016 0 Comentário


Bancários realizam nova assembleia para deliberar sobre greve. CUT critica OAB

Greve-Bancários-Bancos-748x410

O Sindicato dos Bancários de Pernambuco realiza assembleia nesta quarta-feira, (21), às 18h, na sede da entidade.

Segundo a entidade, a pauta inclui encaminhamentos sobre ações judiciais, avaliação dos 16 dias de paralisação da categoria e participação no evento nacional de greve geral, convocado para esta quinta-feira. “As deliberações objetivam fortalecer ainda mais as pautas dos grevistas diante das pressões ostensivas advindas da Federação Nacional dos Bancos (Fenaban) e da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB)”, informaram.

Nesta quarta-feira, o presidente da OAB em Pernambuco voltou a criticar a greve e reclamou que, em algumas agências, os advogados estavam sendo retaliados, depois que a OAB entrou com um pedido de liminar na Justiça do Trabalho  contra o movimento, cobrando que a Justiça obrigasse a abertura das agências por ao menos duas horas por dia. A Central Única dos Trabalhadores de Pernambuco (CUT-PE), que controla politicamente o sindicato dos bancários, saiu em defesa com uma nota oficial em que repudia à ação da OAB-PE.

“A medida já foi derrotada em vários estados brasileiros uma vez que confronta a Lei de Greve. Infelizmente a OAB-PE vem se colocando ao lado das elites políticas e financeiras que ordinariamente tentam usurpar a democracia e autonomia econômica brasileira com graves consequências para os trabalhadores e trabalhadoras brasileiras”, criticou a CUT.

A CUT disse que seu papel era reforçar os questionamentos da categoria bancária, contra a OAB.

“Quais são as preocupações da OAB-PE com o bem-estar do povo pernambucano usuário do sistema financeiro? Zela pela segurança dos clientes que diariamente sofrem com os assaltos e demais atos violentos, que só neste ano de 2016, segundo dados da Associação dos Delegados de Polícia do Estado de Pernambuco (Adeppe), somam 125 casos? A entidade faz cumprir a Lei de Segurança no Recife e procura ampliá-la para todo Estado e até para Brasil? Exige a redução dos juros e das taxas exorbitantes cobrados pelos bancos que figuram entre os mais altos do mundo? A OAB-PE cobra o fim das longas esperas nas filas de atendimento? Reclama das vendas casadas de pacotes de serviços ao público e demais infrações ao Código de Defesa do Consumidor?”, atacaram.

Já a entidade sindical diz que está cumprindo integralmente a Lei de Greve, assegurando os serviços essenciais como depósitos e saques nos caixas eletrônicos, compensação dos cheques, atendimento aos aposentados, entrega de cartões, validação de senhas e prova de vida. De acordo com a presidenta (sic) do Sindicato, Suzineide Rodrigues, os pagamentos de alvarás aos quais se refere à liminar da OAB-PE já estão sendo realizados nas agências dos bancos federais. “Sendo assim a ação da Ordem é absolutamente dispensável”, criticou.

A entidade convidou todos os trabalhadores do sistema financeiros para participarem do ato “Esquenta Greve-Geral” que acontecerá amanhã (22), com concentração a partir das 14h, na agência 13 de Maio, da Caixa Econômica Federal, de onde segue em caminhada até a sede da Fiepe (Federação das Indústrias do Estado Pernambuco), localizada na Avenida Cruz Cabugá, 767, Santo Amaro, Recife/PE. Além do reajuste salarial de 14,78%, os bancários lutam pela PLR; melhores condições de trabalho, fim das metas que consideram abusivas; fim das demissões e mais contratações e; reforço na segurança bancária.

Blog de Jamildo