Ceclin
jun 19, 2013 0 Comentário


Avaliação do governo Dilma Rousseff cai de 63% para 55%, diz CNI-Ibope

Correio Braziliense

A avaliação do governo Dilma obteve a maior queda na região Sudeste. A região Nordeste ainda tem o maior percentual de aprovação

A proporção de pessoas que consideram o governo da presidente Dilma Rousseff como ótimo ou bom caiu 8%. O percentual diminuiu de 63% (número da pesquisa realizada em março deste ano) para 55%.  O estudo da Confederação Nacional de Indústria e do Ibope (CNI-Ibope) foi feito entre os dias 8 e 11 de junho, antes da primeira grande manifestação em São Paulo – que desencadeou uma série de protestos no Brasil – e da vaia no Estádio Nacional de Brasília Mané Garrincha.

A avaliação do governo Dilma obteve a maior queda na região Sudeste. A região Nordeste ainda tem o maior percentual de aprovação. De acordo com o levantamento, a proporção de brasileiros que avaliam o governo ótimo ou bom subiu de 7% para 13%. Este é o maior percentual desde o início do governo.  Em relação à forma de governar da presidente, o índice caiu de 79% para 71%. O percentual da população que confia em Dilma também registrou queda, de 75% para 67%.

Das nove áreas de atuação do governo pesquisadas, seis foram desaprovadas pela maioria da população: segurança pública, saúde, impostos, combate à inflação, taxa de juros e educação. Os áreas aprovadas são combate à fome e a pobreza, meio ambiente e combate ao desemprego. A proporção de entrevistados que desaprovam as medidas de combate à inflação aumentou de 47% para 57%.

O estudo ainda revelou que a notícia mais lembrada pela população foi o boato pelo fim do Bolsa Família. Na comparação com o governo Lula, 25% consideram o governo Dilma pior. Já 16% consideram melhor.  A margem máxima de erro da pesquisa é de 2%. Ao todo, foram 2.002 entrevistados em 142 municípios.