Ceclin
mar 27, 2017 0 Comentário


Atletas vitorienses são premiados em torneio de bocha paralímpica

Os três atletas do projeto ganharam medalhas no torneio realizado em João Pessoa (PB).

Os três atletas do projeto ganharam medalhas no torneio realizado em João Pessoa (PB). Foto: Divulgação

Atletas paralímpicos que participam do Projeto de Extensão da UFPE “Paradesportos” – coordenado pelo professor Saulo Oliveira, do Núcleo de Educação Física e Ciências do Esporte do Centro Acadêmico da Vitória de Santo Antão (CAV) – conquistaram medalhas de prata e de bronze na primeira etapa do Circuito Tríplice Aliança PB/PE/RN de Bocha Paralímpica. O torneio foi realizado na Fundação Centro Integrado de Apoio ao Portador de Deficiência (Funad), em João Pessoa, na sexta-feira (24/03).

“Levamos três atletas, dois ganharam medalha de prata e um conquistou medalha de bronze. Foi um ótimo resultado”, comemorou o professor. Nesse 2º Circuito TripliceAliança – Etapa Paraíba da Bocha Paralímpica, que tem três etapas, os atletas da Associação de Deficientes da Vitória (Advisa), junto com o CAV, foram contemplados com duas medalhas de Prata que ficaram com Rafael e Eduardo e uma medalha de Bronze com Cícero. O evento reúne os praticantes da modalidade Bocha Paralímpica dos Estados da Paraíba, de Pernambuco e do Rio Grande do Norte. As datas e os locais de realização das próximas etapas ainda não foram divulgados.

EXTENSÃO – O projeto de extensão “Paradesportos” é patrocinado pelo Núcleo de Educação Física e Ciências do Esporte do CAV, em parceria com a Associação de Deficientes da Vitória de Santo Antão (Advisa) e a prefeitura da cidade. Iniciado em 2015, devido à carência de ações do tipo no Município de Vitória de Santo Antão, o projeto tem o objetivo de apoiar e de incentivar a prática do esporte paralímpico. “Todos os nossos atletas são cadeirantes e de Vitória de Santo Antão, mas nossa expectativa é que as cidades vizinhas também possam participar”, explicou o professor Saulo Oliveira, coordenador do projeto.

A bocha é um esporte com origem no império Romano. O objetivo consiste na marcação de pontos, através do lançamento das bolas, a fim de que elas se aproximem de um ponto, determinado aleatoriamente pelo lançamento de um objeto, o bolim.