Ceclin
nov 30, 2009 0 Comentário


Atividades em todo o Estado conscientizam sobre prevenção da AIDS

Da Redação do pe360graus.com

Nesta terça-feira (1º) é o Dia Mundial de Luta Contra a AIDS. Uma série de atividades vai ocorrer em Pernambuco para lembrar a data. Na BR-101, perto da Ceasa, haverá um Comando de Saúde nas Rodovias, com exames gratuitos durante toda a manhã. No Recife, haverá atividades durante toda a semana, promovidas pelo Grupo de Trabalhos em Prevenção Posithivo (GTP+), organização não-governamental.

A ação vai desde distribuição de kits de prevenção à apresentações lúdicas. O objetivo das ações é sensibilizar, mobilizar e orientar toda a sociedade e as pessoas vivendo com HIV/AIDS sobre o direito à uma saúde pública de qualidade. Com o tema “Saúde Pública Direito de todos e todas e Dever do Estado”, a instituição estará realizando no dia primeiro de dezembro atendimento jurídico e apresentação teatral às 9h no Hospital Correia Picanço, e às 14h no Hospital das Clínicas, em Recife.

Na sexta-feira (4), das 12h às 14h, a Cozinha Solidária distribui de kits de Prevenção aos clientes e beneficiários na sede do GTP+, Rua Manoel Borba, 545, 1º andar, no bairro da Boa Vista. No mesmo dia, às 20h, o Projeto Mercadores de Ilusões distribui materiais explicativos sobre HIV/Aids, preservativos e géis lubrificantes na Boa Vista.

ARCOVERDE

A ONG Grupo de Trabalhos em Prevenção Posithivo (GTP+) também realiza atividades em Arcoverde, no Sertão do Estado. O Projeto Horas Posithiva participa do Seminário “Viver com AIDS é possível, com Preconceito Não”, às 19h. O evento será no auditório AESA/CESA – Programa Municipal DST/AIDS.

AFOGADOS DA INGAZEIRA

Com o tema “Viver com AIDS é possível. Com o preconceito não!”, Afogados da Ingazeira lembra o Dia Internacional de Luta Contra a AIDS na próxima terça-feira (1º). Durante todo o dia, o Centro de Orientação e Apoio Sorológico / Testagem e Aconselhamento (COAS/CTA) vai realizar teste rápido de HIV, palestras e orientações para a população. O serviço é oferecido das 8h ás 12h e das 18h ás 22h.

PAULISTA

Os usuários do Terminal Integrado Pelópidas Silveira, no Centro do Paulista, recebem, nesta terça-feira, das 7h às 13h, a visita dos técnicos da Secretaria de Saúde do município. Serão distribuídos cinco mil panfletos explicativos e 24 mil preservativos masculinos para o público. 30 pessoas vão estar envolvidas na programação. Na quinta-feira (3), a partir das 9h, ainda como parte das atividades, a Prefeitura promove o primeiro Seminário Ser Mulher: Violência, Prevenção e AIDS, no auditório da Faculdade Joaquim Nabuco, no Centro. Um dos temas em discussão será a “Feminização da Aids e outras DST”. Até junho desse ano, 652 casos Aids foram registrados na cidade.

MORENO

O Dia Mundial de Luta Contra a AIDS será celebrado na próxima terça por um abraço simbólico em Moreno, reunindo os profissionais de saúde e a população do município. O ato acontecerá na Praça da Bandeira como principal momento de uma caminhada, que será iniciada às 15h30 na secretaria municipal, tendo como percurso as avenidas Cleto Campelo e Sofrônio Portela. Durante o trajeto, serão distribuídos laços vermelhos, conhecidos internacionalmente como símbolos da luta contra a síndrome, além de preservativos masculinos e material impresso sobre a importância da prevenção.

VITÓRIA

Na manhã da terça haverá um Seminário sobre o tema, na Faculdade Osman Lins – FACOL, e na parte da tarde uma Caminhada pelas principais ruas do Município da Vitória de Santo Antão.

DADOS

Entre as 15 cidades brasileiras onde a doença mais avançou no período de 1997 a 2007 estão dez capitais das regiões do Norte e Nordeste. O Recife figura em nono no ranking (com alta de 85,8%) e Jaboatão dos Guararapes, com o sexto (136,2%), revela os dados do Ministério da Saúde.

De acordo com os dados epidemiológicos do Estado de Pernambuco, até o dia 09 de novembro, já são 13.103 casos de AIDS. Em 2009 a AIDS matou 215 pessoas, do total de registros a razão entre os sexos diminuiu, foram identificados cerca de 127 casos em homens e cerca de 88 em mulheres. Essa relação, hoje, é de 1,4 para 1, enquanto que em 2008 era de 1,8 para 1.

Mundial de Luta Contra a Aids foi uma decisão da Assembléia Mundial de Saúde, em outubro de 1987, com apoio da Organização das Nações Unidas (ONU). A data serve para reforçar a solidariedade, a tolerância, e a compreensão com as pessoas que vivem com o HIV/AIDS. A escolha seguiu critérios próprios das Nações Unidas. No Brasil, a data passou a ser adotada, a partir de 1988, por uma portaria assinada pelo Ministro da Saúde.