Ceclin
jun 15, 2010 2 Comentários


Atingidos por tiros torcedores do Fluminense são atendidos em Vitória de Sto. Antão

Publicado em 15.06.2010

Ocupantes de um veículo, de modelo e placas não anotados, abriram fogo contra uma van que transportava torcedores do Fluminense da Bahia, por volta das 21h de ontem, no quilômetro 20, da BR-232, em Jaboatão dos Guararapes, Grande Recife. Diogo Matos Pires e Ramon Miranda Teixeira foram atingidos no braço e na perna, respectivamente, e receberam os primeiros-socorros no Hospital João Murilo, em Vitória de Santo Antão, sendo transferidos para o Otávio de Freitas, no Sancho, Zona Oeste do Recife. Os torcedores estavam na capital para assistir ao jogo entre Santa Cruz e Fluminense (2×2), pela Copa do Nordeste.

Segundo o motorista da Van, que deu entrevista à Rádio Jornal sem se identificar, poucos minutos após pegar a BR o grupo percebeu que estava sendo perseguido quando os tiros atingiram o veículo. Os passageiros se desesperaram ao ver os dois baleados. O condutor acelerou e só parou o veículo no posto da Polícia Rodoviária Federal (PRF) de Moreno. “Não sei como não capotei com essa van. Depois dos tiros e da gritaria, acelerei e botei mais de 140 quilômetros por hora para conseguir fugir”, afirmou o motorista.

O assessor de comunicação da PRF, Éder Rommel, informou que o plantão no posto de Moreno acionou o Samu e escoltou os feridos e demais passageiros até o Hospital João Murilo em Vitória de Santo Antão.

“Na ocorrência, os passageiros relataram que receberam ameaças dos torcedores do Santa Cruz ainda no estádio, tanto que o Batalhão de Choque os escoltou até a saída do Recife. Poucos minutos após o efetivo da Polícia Militar retornar, eles foram atingidos pelos disparos”, explicou o assessor de comunicação da PRF.

Até o início da tarde de ontem, torcedores do Fluminense da Bahia aguardavam a liberação dos feridos para retornar para casa.
(Jornal do Commercio).