Ceclin
Maio 07, 2021 0 Comentário


Associação Cultural dos Mamulengueiros e Artesãos de Glória do Goitá completa 18 anos

No dia 07 de maio de 2003 foi registrada a Ata de fundação da Associação Cultural de Mamulengueiros e Artesãos de Glória do Goitá (ACMAGG) e junto com ela, nasceu o Museu do Mamulengo de Glória, na Mata Norte pernambucana.

A ideia de formar esta Associação foi da então Prefeita Fernanda Paes e da Professora Cássia Nery, com intensa colaboração do Mestre Zé Lopes. Elas ofereceram suporte técnico para os artesãos da cidade depois do encerramento do projeto Mamulengo: Boneco Brasileiro, coordenado pelo pesquisador Fernando Augusto. Este projeto teve o objetivo de criar um Centro de Revitalização do Mamulengo Pernambucano e transformar Glória do Goitá e Olinda em dois grandes polos de produção de bonecos e de mamulengueiros. A primeira presidenta da Associação foi a artesã Vera Lúcia do Nascimento Rufino.

Em 2007, no dia 05 de agosto, é eleita a Presidente e Artesã Edjane Maria Ferreira de Lima (Mestra Titinha) e, com ela, muitas conquistas viriam. Depois de longos anos de muito trabalho, surge, em 2008, o Mamulengo Nova Geração. É um marco na história recente da Cultura Popular, pois estes, até então, jovens brincantes, assumiram o Mamulengo Tradicional com as devidas transformações que a modernidade exigia. Não cabia mais passagens (histórias) preconceituosas, aonde negros, gays e mulheres eram alvo de preconceitos.

Dessa forma, o Mamulengo Nova Geração, que pertence a Associação, rompe barreiras e coloca, inclusive, uma mulher para assumir a figura do Mateus, historicamente feita por homens. O famoso mamulengueiro Mestre Zé de Vina foi o responsável pela instrução e através de uma oficina completa, transmitiu tudo o que sabia sobre a brincadeira. Ele é o padrinho artístico do grupo. Fizeram parte da fundação do Mamulengo Nova Geração: Edjane Lima, Jacilene Félix, Maria Lucinéia, Joelma Félix, José Edvan, José Maurício e Gilberto Lopes.

Na gestão de Edjane Lima, conhecida como Mestra Titinha, muitas parcerias foram feitas. A Associação passou a frequentar festivais fora do Estado e a exportar bonecos para outros países, como Alemanha e Canadá. Participou de feiras de artesanatos, como a FENEARTE, e ganhou prêmios, como o Prêmio de Culturas Populares do Ministério da Cultura. A partir de 2016, Mestra Titinha convidou o Produtor Cultural Pablo Dantas para captar recursos em editais públicos e através do incentivo do Funcultura, diversos projetos foram executados com o objetivo maior de promover a formação de novos brincantes. Entre eles, o Projeto ‘Mais Mamulengo, Menos Barbie’ realizou oficinas de Mamulengo para 100 estudantes da Rede Municipal de Glória do Goitá.

No dia 14 de março de 2020 o Professor e Produtor Cultural Pablo Dantas assumiu a presidência da Associação para dar continuidade a esse valoroso trabalho que todos os associados e parceiros têm feito durante esses 18 anos de resistência cultural. No mesmo ano, em 10 de outubro, fundaram a Escola Pernambucana de Mamulengo Mestre Zé de Vina, em homenagem a esse que é um dos maiores brincantes do Brasil. Com a Escola, apesar da pandemia, conseguiu-se realizar ações pontuais, fortalecendo os laços com pesquisadores e professores de todo o Brasil. Contamos com a participação mais frequente de Rafael Setrestelo que, já em 2021, iniciou o Projeto Rabecagem. Contou-se ainda, oficialmente, com o valoroso trabalho do Museólogo e Antropólogo Gilvanildo Ferreira. Hoje, ele é o responsável técnico do Museu do Mamulengo de Glória do Goitá.

A pandemia, obviamente, nos provocou grandes adversidades. Pessoas importantes, como o Mestre Luiz Preto, perderam suas vidas. Nós estamos com saudade de casa cheia, de crianças correndo pelo Museu, de multidão. Agora, o momento é de calma e de boas estratégias. Nossos projetos têm acontecido, com algumas limitações físicas, mas com muita liberdade digital. Encontramos outros terreiros pelo Brasil, pelo mundo. O que podemos dizer agora com toda certeza é que SOMOS GRATOS pela vida. Viva o Mamulengo e toda a grande família que ama a Cultura Popular brasileira! Viva a Associação, o Museu, os mestres e mestras que brincam e transformam o mundo com a beleza da arte. Viva os nossos 18 ANOS!

Diretoria da Associação (2020-2022):

Presidente: Pablo Dantas.

Vice Presidente: Genilda Félix.

1ª Secretária: Edjane Lima.

2ª Secretária: Tamires Nascimento.

1ª Tesoureira: Jacilene Félix.

2ª Tesoureira: Stéfani Leite.

(Texto e fotos enviados pela Diretoria da Associação e Museu do Mamulengo).