• Ceclin
out 30, 2013 0 Comentário


Assembleia Legislativa concede Medalha Joaquim Nabuco a Dom Fernando Saburido

Portal da Alepe

Instituída pela Assembleia Legislativa em 1968, com o objetivo de homenagear pessoa física ou jurídica de elevado espírito público, a Medalha Joaquim Nabuco, Classe Ouro, foi concedida, nesta quarta (30), ao arcebispo de Olinda e Recife, Dom Fernando Saburido. A homenagem foi proposta pela deputada Terezinha Nunes, do PSDB.

O deputado Sebastião Rufino, do PSB, que presidiu a solenidade, elogiou a trajetória do arcebispo, que nasceu no distrito de Jussaral, no Cabo de Santo Agostinho, Litoral Sul pernambucano. Para o parlamentar, são indiscutíveis os méritos do sacerdote, empenhado no cumprimento de sua missão espiritual.

Segundo Rufino, a Casa presta uma justa homenagem a Dom Fernando. Ele acrescentou que o religioso não se limita às atividades da Igreja, estendendo ações à assistência social, na busca de melhores condições para os mais carentes.

Terezinha Nunes lembrou que o arcebispo é o primeiro da hierarquia católica a receber a comenda. Ela afirmou que a homenagem celebra a paz, o diálogo e o despojamento de bens materiais. A deputada registrou, ainda, o currículo de Dom Fernando, que ingressou, aos 13 anos, no Seminário Menor da Imaculada Conceição. Ele também foi comerciário, entrando para o Mosteiro de São Bento em 1975. Foi ordenado por Dom Hélder em 1983 e, em maio de 2000, nomeado bispo.

Arcebispo de Recife e Olinda desde 2009, Dom Fernando agradeceu a homenagem. Ele se mostrou sensibilizado, e atribuiu o mérito à toda a Igreja. O arcebispo acrescentou que faz o máximo para atender aos necessitados, e que está atento à questão das drogas e dos moradores de rua.