Ceclin
ago 21, 2012 0 Comentário


Assembleia decide rumo da greve dos docentes da UFPE

O Sindicato dos Trabalhadores das Universidades Federais de Pernambuco (Sintufepe) realiza desde às 9h uma assembleia para decidir se a categoria mantém ou não a greve. Na quarta-feira (22), será a vez dos servidores da UFRPE. Segundo o Ministério da Educação, a proposta do Governo contempla reajuste de 15,8%, em três parcelas, nos anos de 2013, 2014 e 2015, além da elevação do step – espécie de degrau entre um nível e outro – de 3,6% para 3,8% em três anos.

Além dos técnicos, os docentes das instituições federais continuam em greve há mais de três meses. Por enquanto, os alunos continuam esperando para saber como será a agenda dos próximos meses. No caso da UFPE, de acordo com o presidente da Covest, Armando Cavalcanti, a data do vestibular está mantida para os dias 2 e 3 de dezembro.

No caso da UFRPE e do Vale do São Francisco (Univasf), a seleção se dá por meio do Sistema de Seleção Unificada (Sisu), com isso, têm o calendário definido pelo Ministério da Educação. Já o calendário acadêmico só deve ser reorganizado ao final da greve.

Enquanto isso, os alunos aguardam notícias para realizar matrículas e finalizar compromissos do ano letivo. A aluna do curso de Ciências Biológicas, Marília Larocerie, de 23 anos, está apenas esperando o final da greve para entregar o seu trabalho de conclusão do curso. “Eu realmente acredito que a greve é um instrumento importante para a reivindicação dos direitos dos professores, mas já começamos a nos preocupar com o tempo de paralisação”, pontuou.

APOIO

Na próxima sexta-feira (24), estudantes das instituições federais de educação superior do Estado irão realizar uma passeata em apoio aos profissionais. A manifestação será a partir das 16h, com concentração na praça do Derby, no Recife.