• Ceclin
jan 04, 2017 0 Comentário


Artistas protestam contra falta de pagamento dos cachês do Ciclo das Paixões

WellingtonDantasa

Atores, produtores e técnicos que participaram dos espetáculos da Paixão de Cristo apoiados pelo projeto Pernambuco das Paixões, capitaneado pelo Governo de Pernambuco, através da Secretaria de Cultura e da Fundarpe, protestam contra o atraso no pagamento dos cachês, nesta quarta-feira (4), às 9h, em frente à sede da Fundarpe, na Rua da Aurora. Segundo Pedro Dias, responsável pela Paixão de Cristo de Camaragibe, o governo do Estado não depositou o valor referente aos incentivos de R$ 340 mil para a realização de dez espetáculos da Paixão, que incluem cidades como Recife (foto), Camaragibe, Paulista, Floresta e Sertânia.

“Nos sentimos muito desprestigiados. O governo do Estado não tem compromisso com a cultura. Trabalhar tanto para o Estado quanto para as prefeituras virou sinônimo de não pagamento e falta de respeito com o artista. É uma situação que desmotiva os profissionais e compromete toda uma tradição cultural”, enfatiza Pedro.

A Fundarpe afirmou que os pagamentos estão previstos para breve. “Os pagamentos não executados no exercício de 2016 estão em previsão de pagamento (PDs) e serão regularizados a partir da abertura do sistema da Secretaria da Fazenda”, afirmou a Fundação por meio de nota. Ainda de acordo com Pedro, há preocupação em relação à continuidade da realização dos espetáculos. “Sinceramente, com a forma como as coisas têm sido lidadas, não sabemos se haverá o Ciclo das Paixões este ano”, reforçou.

Jornal do Commercio