• Ceclin
dez 23, 2016 0 Comentário


Artista de Vitória participou da oficina ODIN TEATRET

Raphael GustavoRaphael Gustavo, Ator, Diretor, Escritor e Professor de Teatro e Língua Portuguesa, participou na semana passada da Oficina oferecida pelo ODIN TEATRET (Grupo dinamarquês de Teatro que está no Brasil e veio para o Recife através de um projeto do Grupo O Poste – Soluções Luminosas). O evento contou com a apresentação do espetáculo A Receita (do Grupo O Poste) e teve entrega de certificados.

A oficina foi voltada para todos os artistas interessados, mas com seleção curricular para 20 vagas. A ministrante foi a Julia Varley (nascida em Londres em 1954). Eela realizou seus estudos na Itália, onde trabalhou com o Teatro del Drago, Centro Sociale Santa Marta e Circolo La Comune. Em 1976, muda-se para a Dinamarca, juntando-se ao ODIN TEATRET. Desde então, participa de todos os espetáculos de ensemble do grupo, como atriz, além de criar espetáculos solos, dirigidos por Eugenio Barba. Julia também conduz atividades de formação de atrizes e atores em escolas e universidades e tem sintetizado sua experiência em demonstrações de trabalho. Desde 1986, participa da concepção e organização do Magdalena Project, rede de mulheres do teatro contemporâneo. A partir de 1990, passa a trabalhar na concepção e organização da ISTA (Escola Internacional de Antropologia Teatral), dirigida por Eugenio Barba. É diretora artística do Festival Internacional Transit. Dirigiu espetáculos com atrizes e atores de diversos países. É editora da revista The Open Page e autora dos livros O Vento do Oeste e Pedras d´Água.

O ODIN TEATRET, localizado em Holstebro, na Dinamarca, é um dos espaços mais respeitados do teatro mundial. É o local onde surgiu a antropologia teatral, estudo comparativo das diferentes habilidades que atores e bailarinos conseguiram aperfeiçoar ao redor do mundo, durante várias gerações.

ODIN TEATRET

Para Raphael Gustavo, trata-se de um investimento profissional necessário já que o “ser ator” é uma descoberta infinita de aperfeiçoamentos. Por isso mesmo, em Janeiro, ele oferece em Vitória de Santo Antão, um Curso de Teatro físico e antropológico com duração de três dias, voltado para os artistas com mais de 05 anos de experiência, onde será repassado parte desses ensinamentos que vêm somando na sua formação. As informações sobre a oficina serão divulgadas até o fim deste mês.

            Raphael começou a atuar como ator aos 15 anos e vem se destacando desde o seu último prêmio de dramaturgia no Concurso Ariano Suassuna (Confira AQUI), assim como no espetáculo A última cólera no corpo de meu negro, da Cia Experimental de Teatro, que em Janeiro fará mais uma apresentação na cidade, antes de circular por outros Estados.