• Ceclin
set 16, 2014 0 Comentário


Armando defende aumento de 20% no salário do professor já no primeiro ano de governo

O candidato ao governo do Estado Armando Monteiro (PTB) participou, no início da tarde de desta terça-feira (16), de uma entrevista no NE TV, da Rede Globo Nordeste, nos estúdios da emissora, em Ouro Preto, em Olinda. Entre as propostas que apresentou, Armando defendeu a valorização do magistério como forma de elevar o nível da educação básica em Pernambuco. O petebista se comprometeu a melhorar o salário dos professores da rede estadual de ensino em 20% já no seu primeiro ano de governo, promovendo um aumento real, acima da inflação.

“Nós precisamos cuidar melhor de quem cuida dos nossos filhos. Estados mais pobres do Nordeste remuneram melhor os professores do que Pernambuco”, afirmou Armando. “Não dá para dissociar escola, professor e família. Precisamos cuidar do ensino fundamental em sua base, dando suporte técnico-pedagógico aos municípios”, ressaltou.

Na área de segurança, Armando destacou os avanços obtidos pelo Pacto pela Vida, mas salientou que os índices de homicídio, principal alvo da política do governo do Estado para o setor, voltaram a crescer. Além disso, prossegue o candidato, outros crimes, como explosões de caixas eletrônicos, sequestros e estupros, não foram atacados pela Secretaria de Defesa Social. “O Pacto precisa ser repactuado. É necessário um plano de emergência, que inclui a contratação de 5 mil policiais, o preenchimento das vagas de delegado em 60 cidades e a abertura das delegacias nos fins de semana. Há municípios em que a pessoa precisa viajar 50 quilômetros para prestar uma queixa”, exemplificou.

Na área de saúde, o petebista lembrou que apenas construir hospitais não resolve o problema. “Saúde se faz com atenção básica. Quando se fala em hospital, fala-se em doença”, frisou. Para Armando, a solução é chegar aos 100% de cobertura do Programa de Saúde da Família em todo o Estado. “Vamos criar também os Centros de Diagnóstico e Imagem em cada UPA Especialidades do Estado. Assim, diminuiremos o tempo de espera por exames”, prosseguiu.

Armando ainda garantiu a criação de unidades específicas para o tratamento das doenças do coração e câncer. “Também temos uma fila imensa de pernambucanos esperando por uma cirurgia eletiva. Para diminuir a espera, proponho que se crie o terceiro turno para esse tipo de cirurgia”, sugeriu.

com informações da Assessoria