• Ceclin
jul 18, 2019 0 Comentário


Aposentado de 82 anos foi morto por estrangulamento em Vitória de Santo Antão

Carlos D'Oleron Barreto, de 82 anos

A equipe da 17ª Delegacia de Homicídios da Vitória de Santo Antão efetuou trabalho de inspeção pericial no início da tarde desta quinta-feira (18/7), em uma casa situada na Rua Conselheiro Severino Francisco Alves, Bairro do Livramento, em Vitória, na Zona da Mata pernambucana, quando o proprietário do imóvel, Carlos D’Oleron Barreto, de 82 anos, foi encontrado morto com vestígios de estrangulamento.

Carlos D’Oleron era servidor público aposentado (Papilocopista), sendo bastante conhecido em Vitória devido ao trabalho que desempenhou por décadas na antiga Delegacia Municipal expedindo carteiras de identidade, quando à época era a única opção na cidade para ter acesso ao documento.

De acordo com a Polícia Civil, a suspeita é que seja crime de latrocínio (roubo seguido de morte). Moradores da localidade informaram que a casa estava toda revirada, inclusive armários com sinais de arrombamento.  Sabe-se ainda que o aposentado já havia sido vítima, tempos atrás, de duas tentativas de assalto, a última se deu no domingo passado quando ele estava sozinho. Os vizinhos acharam o corpo de Carlos após desconfiarem do fato de que a porta da residência estava aberta, e contactaram a família. Os filhos do idoso informaram à Polícia que ele costumava guardar dinheiro em casa. Eles acreditam que o pai possa ter sido seguido em uma das caminhadas de rotina.

O corpo do idoso seguiu para o Instituto de Medicina Legal (IML), em Recife. Autoria do crime segue desconhecida.

LEIA TAMBÉM:

Crimes de morte em Vitória e Pombos confira nas Rapidinhas Policiais do A Voz da Vitória