Ceclin
abr 30, 2018 0 Comentário


Após recomendação do MPF, portal da transparência é instalado em Limoeiro

Prefeitura-de-LimoeiroAcatando recomendação do Ministério Público Federal (MPF) em Pernambuco, o município de Limoeiro, no Agreste pernambucano, implementou portal da transparência que cumpre todas as diretrizes de recomendação expedida pelo MPF em 2015. No documento, foi requerido que o Município adequasse seu portal às determinações da Lei de Acesso à Informação (12.527/2011) e da Lei da Transparência (Lei Complementar nº 131/2009).

O MPF havia recomendado que o município publicasse, em seu portal da transparência, informações sobre licitações, contratos, prestação de contas, relatório de gestão fiscal e pedidos de informação, bem como que disponibilizasse Serviço de Informações ao Cidadão, além de endereços, telefones e horários de atendimento das unidades da prefeitura, dentre outras informações.

O portal da transparência da Prefeitura de Limoeiro está disponível no endereço http://www.transparenciagovernamental.com.br/limoeiro.

O MPF considera que a disponibilização, manutenção e atualização do portal da transparência permitem que o cidadão fiscalize o uso dos recursos públicos, além de dar cumprimento ao que determina a legislação. Caso a prefeitura não houvesse acatado a recomendação, seus gestores poderiam ser responsabilizados por improbidade administrativa e ficarem impedidos de receber transferências voluntárias de recursos federais.

Avaliação – De setembro a outubro de 2015, o MPF realizou a primeira avaliação dos portais da transparência em todo o País. Após esse diagnóstico nacional, foram expedidas recomendações – instrumento de atuação extrajudicial do órgão – aos entes federados que não cumpriram suas obrigações legais.