Ceclin
fev 05, 2016 0 Comentário


Aplicativo ‘Sem Dengue’ incentiva população a combater mosquito Aedes Aegypti em Moreno

APP_sem_denguePrefeitura do Moreno receberá fiscalizações de focos de proliferação de Dengue, Zika vírus e Chikungunya e informará a solução dos casos por notificação via plataforma e e-mail

A Prefeitura de Moreno, na Região Metropolitana do Recife, e a rede social para cidadania Colab.re lançam, nesta sexta-feira, 05 de fevereiro, o aplicativo para smartphones Sem Dengue, voltado ao combate e controle da ocorrência de Dengue, Zika vírus e Chikungunya na cidade. Com isso, a população se torna fiscal de pontos de proliferação do mosquito Aedes Aegypti e terá as informações geradas na plataforma tratadas pela administração pública, em prol da eliminação desse transmissor de doenças.

Para fiscalizar, os cidadãos devem enviar foto, localização e descrição da ocorrência. Essas informações são recebidas no Monitor Colab.re, sistema de gerenciamento de todas as demandas relatadas, para que os agentes endêmicos possam ir ao foco do mosquito. Após a visita, o cidadão receberá respostas por meio de notificações via aplicativo e e-mail sobre a ação da Prefeitura. O aplicativo Sem Dengue é gratuito, está disponível para sistema Android, em breve para iOS, e não necessita de cadastro prévio.

“Em um momento como esse, toda a colaboração da população sempre será bem-vinda. Moreno é uma cidade com uma extensão territorial expressiva e tem localidades de difícil acesso, o que torna o trabalho de porta em porta dos nossos agentes um tanto demorado. Com essa ferramenta (Sem Dengue) cada cidadão se torna um fiscal da sua própria localidade, dando, assim, agilidade nas intervenções necessárias no combate ao mosquito”, afirma o prefeito de Moreno, Adilson Gomes Filho (PSB).

Para Gustavo Maia, cofundador do Colab.re, o aplicativo Sem Dengue tornará a ajuda do usuário simples e bem mais eficiente quando se comparado aos canais tradicionais de comunicação. “O cidadão consegue fazer a sua parte com mais rapidez e a informação gerada por ele chega à prefeitura bastante detalhada. Com isso, conseguimos fazer um pré-diagnóstico e enviar o agente endêmico ao local já com material específico para o caso, dando uma resposta exata ao cidadão sobre a ação tomada”, defende.

A Prefeitura de Moreno e o Colab.re já possuem parceria para o atendimento de diversas demandas. Os cidadãos podem fiscalizar, propor melhorias e avaliar instituições, espaços e serviços públicos, como vias, estacionamentos e iluminação pública, em um total de 80 categorias. As demandas são recebidas pela prefeitura em um painel de gestão online, onde é aberto um protocolo para o cidadão e o problema é encaminhado internamente para o técnico responsável, dando resposta sobre todos os passos e trâmites.

Prefeitura de Moreno/Coordenação de Comunicação