Ceclin
jun 30, 2020 0 Comentário


Ao comprar um imóvel em Recife preste muita atenção nas condições de financiamento

Para as pessoas em geral, o ato de comprar imóveis em Recife é sempre visto como uma grande realização de vida, já que ele representa mais estabilidade, independência, além de um inegável conforto na vida delas. E para elas realizarem esse sonho, muitas recorrem ao financiamento, que divide o preço do apartamento para ser pago durante décadas, às vezes. Existem muitas pessoas que não gostam de fazer negócio do tipo, por achar que vão ficar presas a eles durante muito tempo (o que é verdade, obviamente). Porém, tudo na vida requer alguns riscos, e se não dermos a cara a tapa, acabamos ficando presos e não realizando nada.

O financiamento que citamos aqui e que é tão popular entre as pessoas, nada mais é do que uma linha de crédito proporcionada por instituições financeiras (como os bancos, por exemplo), com a finalidade de facilitar a aquisição de um imóvel por alguém que não têm condições de pagar por ele à vista. Ele pode ser de qualquer categoria, usado, novo, na planta, residencial ou comercial, já construído ou não, dentre outras situações. É importante salientar, no entanto, que o financiamento só deve ser feito por pessoas já com um plano de vida, que tomam a decisão de comprar um apartamento à venda em Recife, em conjunto com a família. Isso acontece porque ele é um negócio de longo prazo, que requer um certo grau de comprometimento.

O financiamento é um dos meios mais utilizados pelas pessoas para realizar o sonho da casa própria, principalmente porque ele oferece uma rapidez bem maior do que a maioria das outras opções. No entanto, financiar um imóvel pode trazer alguns riscos, e é sobre as condições arriscadas dos financiamentos que falaremos aqui. Esperamos que esse artigo, seja de grande ajuda para quem está decidindo a melhor forma de comprar um imóvel.

Inadimplência

Óbvio que ninguém compra um apartamento pensando em não pagar as suas parcelas, mas isso infelizmente acontece, ainda mais quando as pessoas compram as coisas sem pensar, por puro impulso e empolgação. Assim, se alguém não pagar a prestação do imóvel, pode ser que os juros venham a se elevar no pagamento, mas isso é só no caso de atrasos leves na quitação das parcelas. Para os atrasos graves, de anos, por exemplo, a inadimplência pode gerar um conflito judicial entre as duas partes, que pode até vir a culminar no leilão do seu imóvel pela instituição, que embolsará o valor como pagamento das parcelas atrasadas.

Desvalorização do imóvel

Um financiamento é um negócio com um prazo bastante longo, o que irá te deixar “preso” durante muito tempo, podendo até mesmo ser para o resto da sua vida. Sendo que ele pode ser usado para comprar um imóvel para morar com a família, para comprar terrenos e casas em Recife e investir na área, ou ainda pode ser usado para adquirir uma casa de aluguel. Não importa para que o financiamento foi usado, o fato é que o imóvel pode sim se desvalorizar com o tempo. A região em que ele está, pode sofrer uma degradação rápida, por diversos motivos, mas as parcelas sempre deverão ser pagas. Isso deve ser levado em conta também.

Juros altos

Os juros são as causas de muitas pessoas não poderem fazer um monte de coisa na vida, visto que os seus valores exorbitantes, impedem que pessoas comuns realizem seus sonhos muitas vezes. Por isso, é preciso sempre avaliar e pesquisar bem sobre a taxa de juros aplicada em cima do seu financiamento. Os valores variam de uma instituição financeira para outra, fazendo com que o negócio fique mais lucrativo dependendo do lugar, além do modelo de parcelamento, que também influi na taxa de juros.

Normalmente, aqueles financiamentos de maior tempo, aqueles que duram trinta anos, por exemplo, são os que mais carregam juros altos. Existem outras variáveis também, assim como a questão do valor da entrada que foi dado pela pessoa. Quanto maior o valor da entrada, quanto maior a fatia do apartamento ou da casa você abater logo no início, menor serão as taxas de juros do seu financiamento. Por último, o seu desempenho no pagamento das parcelas também conta, já que se você pagar tudo sempre em dia, a taxa pode receber algum abatimento.

Verifique se o valor das parcelas caberão no seu bolso

Muitas pessoas acabam por se afobarem e por fechar um negócio, que não estão realmente prontas para cumprir. Isso é muito compreensível, claro, as pessoas sonham com a casa própria, mas tentar fazer o impossível, só fará com que o sonho fique ainda mais distante no final. Por isso, é importante no caso de a pessoa querer fazer um financiamento, ter certeza de que aquele valor pedido é possível de ser pago por ela. Muita gente acaba achando que vai dar um jeito, mas acaba perdendo o apartamento por dificuldade de pagar as parcelas. No final, não adiantou nada ela tentar mastigar mais do que conseguia engolir.

Para que a situação acima não ocorra nunca com você, é preciso aprender a se planejar e a entender como está a sua situação financeira. Por isso, coloque num papel todos os seus ganhos e gastos, veja aquelas coisas que podem ser diminuídas ou cortadas por você, e vá limpando e enxugando o orçamento ao máximo. Nunca se pode ir além do valor das suas despesas obrigatórias, elas devem ficar sempre resguardadas. A maioria dos especialistas, coloca a porcentagem de 30 por cento como sendo o ideal de comprometimento da sua renda pelo financiamento. Seguir essa regra pode te fazer se livrar de muita confusão no futuro.

Para você que curtiu o nosso artigo, sobre a importância de se prestar atenção nas condições de financiamento de um imóvel, fica aqui o convite para voltar ao nosso site e ler mais alguns dos nossos posts. Você não irá se arrepender!