Ceclin
set 09, 2016 0 Comentário


Anvisa proíbe cosmético com formol em excesso

0611fff3-aa43-4106-ad69-af56a27cba0e

Produto utilizado em cosméticos pode causar câncer nas vias respiratórias, como faringe e brônquios.

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) determinou a proibição da fabricação, distribuição, divulgação e comercialização do cosmético Tribotox Antifrizz Duradouro fabricado pela empresa Frielo Indústria e Comércio de Cosméticos Ltda. A resolução foi publicada nesta última  quinta-feira (8) no Diário Oficial da União.

A medida foi motivada após a Anvisa verificar que o cosmético não possui registro na Agência. Além disso, o produto apresentou resultado insatisfatório nos testes que verificaram o teor de formaldeído. De acordo com laudo, o produto possui formol em quantidade fora do limite de segurança permitido pela legislação brasileira.

Perigo do formol

O formol é considerado cancerígeno pela Agência Internacional de Pesquisa em Câncer, o Iarc (International Agency For Research on Cancer). Também foi comprovada a incidência de câncer nas vias respiratórias superiores (nariz, faringe, laringe, traquéia, e brônquios) pela inalação da substância. O formol pode ser utilizado em produtos para cabelos somente como conservante do próprio produto para evitar a contaminação por microorganismos. Nestes casos, o formol é adicionado durante o processo de fabricação nas indústrias, e a concentração máxima permitida para essa finalidade é de 0,2%.

Com Informações da Assessoria