Ceclin
dez 31, 2008 2 Comentários


Animais ganham novo lar

Liberdade // Resgatados por fiscais do Cipoma do Circo Feras, em Vitória de Santo Antão, camelos e o hipopótamo poderão ser visitados

Depois da Marcha dos Pingüins, Pernambuco agora está em clima de Madagascar. As aves típicas de lugares frios saíram de cena, abrindo caminho no noticiário para um hipopótamo. Não a personagem Gloria do filme infantil que faz a alegria das crianças nas férias. Mas Faustão, um animal de circo que pesa cerca de 2,5 toneladas e foi apreendido pela Companhia Independente de Policiamento de Meio Ambiente (Cipoma) no município de Feira Nova, no Agreste.

Ainda sem nome, dois camelos fêmeas também foram resgatados e ganharam um novo lar. Os três eram mantidos em locais pequenos demais para o porte deles e estavam com baixo peso. Os proprietários do Circo Feras, onde os bichos foram encontrados, também não apresentavam a documentação necessária para comprovar a posse e a autorização de transporte dos animais.
O proprietário do circo, Richardson de Ulisses Robatini, 50, foi autuado pela Polícia Civil e os animais já levam vida nova. Faustão está no Parque Melo Verçosa, em Vitória de Santo Antão, e os camelos agora vivem no Parque Estadual Dois Irmãos, no Recife.
Em breve, os três estarão em exibição nos zoológicos. Os camelos, que ainda não têm nome, poderão ser vistos a partir de amanhã no horto. Já quem está curioso para conhecer o hipopótamo pode fazer uma visita ao zoo de Vitória a partir do próximo domingo.

O tratamento dado a Faustão no circo não chegava perto das regalias que Gloria, o personagem da animação americana, tinha no zoológico de Nova Iorque. Por ser selvagem e apresentar riscos aos visitantes, o hipopótamo apreendido vivia na carroceria de um caminhão. Uma área de cerca de 30 metros quadrados. E pior. Animal semi-aquático, ele se banhava em um tanque com apenas quatro metros de comprimento por aproximadamente dois de largura, segundo o Cipoma.

“Ele mal cabia dentro”, disse o biólogo Bruno Cavalcante. Segundo ele, para comportar um hipopótamo, um zoológico precisa dispor de uma área de 300 metros quadrado, incluindo um grande tanque com água. Faustão foi apreendido na última sexta-feira, após umadenúncia de maus tratos.
Segundo o escrivão da delegacia de Feira Nova Jaime Zacarias da Silva Neto, o hipopótamo estava no circo desde filhote.

Situação parecida com a dos camelos, apreendidos na noite da última segunda-feira. “Fizemos o resgate dos animais porque eles estavam em um espaço pequeno para os dois. Era um local com dez metros quadrados. Devido ao porte e ao tamanho desses animais, o espaço deveria ser bem maior”, disse o comandante do Cipoma, major Paulo Vidigal. Segundo ele, os responsáveis pelo circo disseram que os animais não eram apresentados em shows circenses. Como não assistiu às apresentações, a equipe do Cipoma não verificou a veracidade da informação.

Em Pernambuco, a lei 12.006 de junho de 2001 proíbe o uso de animais ferozes em espetáculos públicos. O destino final do hipopótamo e dos camelos ainda é incerto. A coordenadora da divisão de veterinária do Parque Dois Irmãos, Polly-Ana Celina, disse que será pedido ao Ibama que o horto fique como fiel depositário dos camelos. Já Manoel Bento Dias Filho, veterinário do Parque Melo Verçosa, disse que o local é municipal e haverá mudança de prefeito, mas, a princípio, acredita que haverá interesse de ficar com o hipopótamo.
(Diário de Pernambuco).