Ceclin
nov 18, 2011 0 Comentário


Ana Arraes quer escolher herdeiro dos seus votos

 Folha de Pernambuco

Ao que parece, ainda não há herdeiro para a vaga na Câmara Federal, deixada pela mais nova ministra do Tribunal de Contas da União (TCU), Ana Arraes, que obteve 387.581 votos, no ano passado. Mas ela deixou transparecer que deve participar da escolha de quem poderá ficar com seu espólio. “Temos um acervo político grande, que compreende todo o Estado e alguns municípios de forma mais realçada”, destacou.

Contudo a ministra afirmou que está afastada das atividades políticas, pois, para chegar ao TCU, teve que se desvincular do PSB. “Eu não tenho mais partido e nem posso participar de campanhas políticas”, lembrou. Sobre a atuação de quem poderá ser herdeiro na Câmara, Ana Arraes enfatizou que deve ser alguém comprometido com Pernambuco.

“A grande importância é que trabalhe por Pernambuco, que tenha na cabeça o povo pernambucano e que trabalhe com muito gosto como eu sempre trabalhei, com a felicidade de poder trazer benefícios para o nosso Estado. O Nordeste sempre foi penalizado com muito pouco investimento e hoje temos a oportunidade de buscar investimentos para cá”, declarou.