• Ceclin
set 14, 2010 242 Comentários


Alunos de Feira Nova homenageiam Marilene Chaves

 
Os alunos da Escola Estadual Pontes de Miranda com o professor Johnny Retamero de Lemos, que teve a iniciativa de criar o “Projeto Aula de Campo Interdisciplinar” (Ilustrando a vida e as Obras de Marilene Chaves de Santana), realizaram uma homenagem a uma grande personalidade do Município de Feira Nova.

O professor Johnny incentiva seus alunos a aprofundar conhecimentos sobre personagens ilustres que marcaram época em seu tempo.



Após algumas reuniões os alunos juntamente com os professores (JOHNNY E FÁTIMA) resolveram fazer uma homenagem a Marilene Chaves, cidadã ilustre de Feira Nova falecida há poucos meses.


Segundo pesquisa realizada pelos alunos do 1º e 3º Normal Médio, Marilene foi uma mulher batalhadora desde a sua infância, formou-se professora chegando a lecionar no Pontes de Miranda, em seguida entrou para a vida pública onde exerceu cargo de Vereadora, Secretária de Educação, e sendo a primeira mulher a se eleger prefeita do Município de Feira Nova.


Para apresentar o seu trabalho de pesquisa à sociedade de Feira Nova os alunos juntamente com os professores organizaram uma série de homenagens que foi iniciada por uma missa realizada na Igreja Matriz de São José (no dia 21 de agosto) do município que foi assistida pelo chefe do Executivo local o Sr. Nicodemos e a 1ª dama. Os alunos da Escola Estadual Pontes de Miranda (no total 11 turmas) e o presidente da Câmara de Vereadores Márcio Antonio Sidrônio de Santana, marido de Marilene Chaves.


Em seguida, foi feito uma Sessão especial na Câmara de Vereadores (30 de agosto) onde os alunos apresentaram o trabalho de pesquisa feito sobre a carreira política e profissional da homenageada.


Após a apresentação das crianças flautistas do
projeto PETI (Programa de Erradicação do Trabalho Infantil), sob o comando do Maestro Damião, Márcio Sidrônio, o presidente da Casa Legislativa declarou aberta a Sessão onde foi solicitado um voto de aplauso para os alunos do Colégio Pontes de Miranda pelo desenvolvimento do trabalho.


Dando sequência ao evento, o presidente da Casa franqueou a palavra para os vereadores e convidados para que dessem seus testemunhos a respeito de Marilene.
Sendo o primeiro a fazer uso da palavra o vereador Jose Valter Manoel da Cruz, vice presidente da Casa legislativa, relembrou fatos importantes da carreira de Marilene ressaltando sua garra e coragem no enfrentamento de sua enfermidade,  lembrando-se das palavras do governador no dia de seu sepultamento quando disse: “Nós não estamos sepultando Marilene e sim plantando, pois ela é uma boa semente e boas sementes se perpetuam”.


Em seguida, o parlamentar João Araújo iniciou seu relato ressaltando a vocação de Marilene para o ensino, ressaltando suas qualidades quando professora e sua competência enquanto Secretária de Educação.
“Marilene foi um exemplo de coragem e perseverança, qualidades típicas da mulher nordestina”, pontuou João.


Segundo o parlamentar Joel Candido Gonzaga, Marilene foi uma pessoa digna de muito respeito, pois suas ações sempre foram voltadas para o bem estar da população.

Joel Candido se lembrou da época de adolescente quando todos estudavam no mesmo colégio lembrando que foi lá que ela conheceu um seu amigo, Márcio, que posteriormente tornou-se sua esposa.
“Quando entramos na vida pública fomos para palanques opostos, mas a amizade e o respeito de nossas famílias não acabaram, pois isso é mais importante do que qualquer carreira política”, ressaltou o parlamentar.



Usando da palavra o Secretário de Educação do município Dajailson Santos se lembrou dos sonhos profissionais e políticos que Marilene almejava para Feira Nova querendo uma educação de referência para a classe estudantil.
“Sou Secretário de Educação porque fui indicado e preparado por ela que foi minha professora e tenho orgulho de dizer isso aonde eu chegar”, ressaltou emocionado.


Finalizando, o Secretário pontuou alguns benefícios implantados por ela quando prefeita, ressaltando o Plano de Cargos e Carreira como um dos exemplos, finalizando dizendo que Marilene tinha o dom de atrair multidões,  anunciando que a unidade de ensino que será construída em Feira Nova terá o seu nome em uma justa homenagem.


Convidado pelo Presidente da Câmara para proferir algumas palavras, o professor Johnny Retamero salientou que ao idealizar esse projeto teve a intenção de fazer com que os alunos saíssem da sala de aula e expandisse seus horizontes.


“Quando pedimos para que os alunos chamem seus pais para o ato religioso ou assistir a reunião na Câmara nossa intenção é mostrar para eles a importância da família e da religião, pois a educação sem uma base familiar e espiritual é como uma casa sem alicerce”, declarou o professor.


Finalizando as alunas: MARIA PALOMA E ANA PATRICIA, apresentaram uma biografia sobre Marilene Chaves onde todos ficaram emocionados com a qualidade da pesquisa e do carinho das palavras com que a mesma foi retratada.


Encerrando a Sessão, Márcio Sidrônio agradeceu a homenagem elogiando a qualidade da matéria apresentada e deu seu testemunho pessoal de esposo, amigo e correligionário de Marilene Chaves.
Márcio ressaltou as qualidades de mãe, dona de casa e profissional competente de sua inesquecível esposa.


Ao se despedir do público presente, o parlamentar agradeceu a todos pela visita, solicitando que fosse agendada uma visita dos alunos para assistir uma Sessão Ordinária para que fosse mostrado o funcionamento da Câmara de Vereadores, porque o mesmo considera fundamental que a população conheça os trâmites da Casa Legislativa.


ALUNOS DE FEIRA NOVA APRESENTAM TRABALHO EM LIMOEIRO


Devido à repercussão do trabalho dos alunos do Pontes de Miranda, os mesmos foram convidados para apresentar o projeto aos alunos do Normal Médio da Escola Professora Jandira de Andrade Lima (antigo CERU – Limoeiro).


No dia 2 de setembro, os alunos foram recebidos pela direção e pelos professores do referido colégio onde os mesmos fizeram a apresentação e foram aplaudidos de pé. Além da apresentação dos alunos normalistas houve também uma apresentação do grupo de flautistas do PETI, que foi bastante apreciada por todos.
Ao final da apresentação os alunos e professores do Pontes de Miranda foram convidados para voltar a Limoeiro e participar da Jornada Pedagógica daquela instituição.


No dia 03 de setembro, o repórter Moacir da Rádio Feira Nova FM convidou o professor Johnny Retamero e seus alunos para uma entrevista, onde o projeto aula de campo interdisciplinar foi debatido com os ouvintes da referenciada rádio.


Iniciando a entrevista o apresentador perguntou o mesmo sobre os motivos que o levaram a organizar esse projeto:


“Tudo começou no ano de 2009 com o projeto aula de campo interdisciplinar (visita ao parque zoo-botânico Melo Verçosa) realizado na escola municipal Weigélia Galvão (Vitória de Santo Antão), onde por sinal foi um sucesso, foram ao todo 07 escolas de 04 municípios, para trabalhar a interdisciplinaridade e tornar as aulas mais atrativas, para chamar atenção de uma turma problemática”, pontuou o professor.


“Em Feira Nova levei a proposta aos alunos que logo aceitaram e houve por parte deles um grande engajamento, tanto do alunos como das professoras Fátima e Jane que fizeram realmente um grande trabalho”, salientou Johnny.
A respeito da escolha de Marilene Chaves de Santana para o projeto de Feira

Nova, o professor disse que não foi difícil, pois a cidade vive ainda de luto pela perda dessa importante mulher na história de Feira Nova, sabendo  que a escolha foi na verdade uma unanimidade.


A aluna Ana Patrícia do 1° normal médio, falou das experiências que adquiriu com o projeto: “O trabalho em grupo com salas diferentes, a interdisciplinaridade e a união de todos foi marcante, também quero ressaltar a presença dos pais nos eventos foi muito importante”, pontuou a estudante.


A aluna também falou sobre os planos para futuros projetos.


“O professor Johnny nos convidou para em outubro irmos para a cidade de Glória do Goitá (Escola Municipal Santa Rita) e em novembro para Vitória de Santo Antão (Escola Municipal Weigélia Galvão).


Finalizando Moacir agradece o professor Johnny e a aluna Ana deixando os microfones abertos para futuros projetos como esses.


Por Orlando Leite,
com Informações do professor Johnny Retamero.