• Ceclin
mai 08, 2019 0 Comentário


Alepe reverencia 90 anos do Colégio Nossa Senhora da Graça, em Vitória

Ao longo de nove décadas de atividade, a escola oferece instrução de qualidade com formação moral e religiosa. Fotos: Jarbas Araújo/Alepe

Ao longo de nove décadas de atividade, a escola oferece instrução de qualidade com formação moral e religiosa. Fotos: Jarbas Araújo/Alepe

Os 90 anos do Colégio Nossa Senhora da Graça, em Vitória de Santo Antão (Mata Sul), foram celebrados em Reunião Solene na Assembleia Legislativa, nesta terça (07/5). Fundado em 1º de fevereiro de 1929, o educandário, responsável pela educação de milhares de jovens do Município e região, recebeu homenagem por solicitação do deputado Joaquim Lira (PSD).

diretora do colégio Damas, Irmã LuziaCriado pelo cônego Américo Pita, o Nossa Senhora da Graça integra o prestigiado Instituto das Damas Cristãs, de origem Belga. Das primeiras aulas para uma turma de 35 alunas – em prédio na esquina da Praça 3 de Agosto com a Rua Marquês do Herval – até a expansão e compra do terreno que abriga o imóvel atual, no bairro da Matriz, em 1936, a instituição de ensino experimentou rápido aumento da procura.

Ao longo de nove décadas de atividade, a escola oferece instrução de qualidade com formação moral e religiosa. “A renomada instituição cumpre, dessa forma, uma relevante função social, preparando essas crianças e adolescentes para o pleno exercício da cidadania e os capacitando para seguir carreira nas mais diversas profissões”, destacou o deputado Diogo Moraes (PSB), que presidiu a solenidade.

Ex-aluno do colégio, Joaquim Lira relembrou bons momentos que viveu no local, assim como educadores e demais profissionais que fizeram parte daquele período. “Considero-me um privilegiado por ter estudado ali, ter aprendido lições valiosas que tanto somaram em minha formação moral, intelectual, cívica e religiosa”, registrou.

“Para nós, é uma honra muito grande poder estar aqui recebendo o reconhecimento desta Casa pelos bens que fizemos a Vitória de Santo Antão em nove décadas. Sobretudo por ser da parte de um ex-aluno, que nos proporciona esse momento de gratidão”, disse a diretora do colégio, Irmã Luzia, que recebeu uma placa alusiva à data.