Ceclin
ago 31, 2017 0 Comentário


Alepe cria frente contra privatização da Chesf

Controle da Chesf sobre as águas do Rio São Francisco é a maior preocupação dos deputados estaduai. Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem

Controle da Chesf sobre as águas do Rio São Francisco é a maior preocupação dos deputados estaduai. Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem

Privatização da Chesf entra no meio da briga política em Pernambuco 

Uma frente parlamentar contrária à privatização da Companhia Hidroelétrica do São Francisco (Chesf) pelo governo federal será criada na Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe). O grupo será coordenado pelo deputado estadual Lucas Ramos (PSB), adversário em Petrolina do grupo político do senador Fernando Bezerra Coelho (PSB), pai do ministro de Minas e Energia, Fernando Filho (PSB), que está a frente da venda da Eletrobras, estatal que controla a Chesf.

De acordo com Lucas, as principais preocupações são com a função estratégica da energia para o desenvolvimento do País, com a possível dilapidação do patrimônio público e com o papel central que a empresa tem na gestão das águas do Rio São Francisco. “O rio tem um uso múltiplo no que diz respeito ao consumo de água para uso humano, para a produção agrícola através da irrigação ou da agricultura familiar, da pesca artesanal e o objetivo fim da Chesf que é a exploração para a geração de energia elétrica”, lembra.

A criação da frente ocorre no momento em que FBC e o ministro Fernando Filho ensaiam deixar o PSB para reforçar o palanque de oposição no Estado, mirando numa candidatura majoritária ao lado de outros ministros do governo Michel Temer. Após a aprovação da frente, Lucas criticou a privatização como uma medida tomada pelo “desgoverno” federal.