Ceclin
abr 06, 2016 0 Comentário


Alepe comemora 181 anos e reafirma compromisso com a democracia

04.05-SOLENE-ANIVERSARIO-ALEPE-RM-2442-e1459898892995

O compromisso da Assembleia Legislativa de Pernambuco com a democracia e a sociedade pernambucana foram enaltecidos, nesta última terça (5), durante a comemoração de seus 181 anos, completados no último dia 1º de abril. A cerimônia no Museu Palácio Joaquim Nabuco, que contou com a participação de representantes dos três poderes, sublinhou a importância do Legislativo, especialmente em momentos de crise política como o vivenciado atualmente pelo País. Em discurso, o presidente da Casa, deputado Guilherme Uchoa (PDT), tratou do atual cenário político, reafirmando o posicionamento em defesa dos valores constitucionais, do regime democrático e da independência dos poderes. “A democracia nem sempre adota a melhor solução, mas apenas com ela temos a garantia de que todas as ideologias são respeitadas. Essa, sem dúvida, é uma grande conquista do povo pernambucano e brasileiro”, expressou.

Os líderes da Oposição, Sílvio Costa Filho (PRB), e do Governo, Waldemar Borges (PSB), também enfatizaram o papel do Parlamento diante da atual conjuntura política. “Fico triste ao ver setores da sociedade negarem a política. Devemos pregar a participação popular e o fortalecimento da democracia”, disse Costa Filho. “Neste momento, mais do que nunca, se faz necessária a atuação das casas legislativas como guardiãs da democracia e espaços de conciliação, discussão e construção de saídas”, acrescentou Borges.

O aniversário da Alepe foi comemorado com apresentações musicais, corte de bolo e queima de fogos. A sede do Poder Legislativo recebeu, ainda, iluminação especial em tons de azul. Durante a solenidade, a Orquestra Criança Cidadã, integrada por jovens da comunidade do Coque, interpretou os hinos do Brasil e de Pernambuco, além da composição “Mourão”, de Guerra Peixe e Clóvis Pereira. Já o Coral Vozes de Pernambuco, formado por servidores da Casa Joaquim Nabuco, entoou “Ave Maria Sertaneja”, de Júlio Ricardo e Osvaldo de Oliveira, e “Lamento Sertanejo”, de Gilberto Gil e Dominguinhos.

A ocasião marcou, ainda, o lançamento da cartilha digital “Síndrome de Down”, apresentada na solenidade pela procuradora da Casa Juliana Salazar. A publicação, disponível no site da Alepe, contém esclarecimentos, orientações gerais e os direitos das pessoas com essa condição. Em 2015, a Alepe lançou a cartilha digital Transtorno do Espectro do Autismo, que também pode ser acessada no site.

História – A Assembleia Legislativa da Província de Pernambuco foi instalada em 1º de abril de 1835. Inicialmente, se localizava no Forte do Matos, no Bairro do Recife. A Lei nº 1, como registra a Ata de Instalação, substituiu o Conselho Legislativo Provincial de 1829,  praticamente uma instituição subordinada ao poder central do Império. Em 1870, foi iniciada a construção do novo prédio da Assembleia Legislativa, na Rua da Aurora, entregue definitivamente em 1876, e que até hoje funciona como sede do Poder. Desde 1948, o parlamentar, diplomata e abolicionista Joaquim Nabuco é o patrono do Legislativo estadual.

 

04.05-SOLENE-ANIVERSARIO-ALEPE-GC-272-1024x683

 

com Informações da Assessoria