• Ceclin
set 24, 2008 2 Comentários


Alegria judicial

Hely Ferreira

Não é de hoje que no imaginário popular a figura do magistrado é sempre lembrada e idealizada como alguém bastante draconiano e consequentemente de difícil acesso. Entretanto, embora seja parte do imaginário popular, o tipo de comportamento mencionado não se enquadra de forma generalizada. Há aqueles desprovidos de qualquer juízo intuitivo, atuam com competência e simplicidade. Quem abraça a carreira da magistratura, sabe que a imparcialidade deve se fazer presente em suas decisões, algo que segundo Renato Janine Ribeiro deve ser exercido como um grande desafio, pois, segundo ele, todo ser humano é parcial, mas a magistratura faz com que o ser humano exercite constantemente a imparcialidade, daí o grande mérito de quem é magistrado.

Ser imparcial não significa ser distante do povo, mas ouvir o suspiro dos oprimidos e tomar decisões dentro do ordenamento jurídico. Ser imparcial não significa esquecer o princípio da alteridade, mas pensar e agir sempre dentro de uma perspectiva onde a transcendência horizontal defendida por Feurbach esteja presente.
Recentemente, tomou posse no Tribunal de Justiça o desembargador Antonio Carlos Alves da Silva. Homem probo, competente, sincero, amigo das pessoas e do bom Direito. Além das prerrogativas mencionadas, há uma que nos chama atenção. No ano de 2004, por intermédio do ilustre defensor público Dr. José Antonio Fonseca de Mello fui apresentado ao Dr. Antonio Carlos de imediato percebi que a alegria era algo explícito na vida daquele Magistrado. Confesso que durante esses anos, não recordo ter visto alguma vez o ilustre desembargador sem que o bom humor não estivesse presente em sua agenda. Acredito que a presença do mesmo no Tribunal de Justiça do nosso Estado será algo bastante enriquecedor, não só pelo notável saber jurídico, mas também pela maneira elegante com que trata as pessoas. Certamente, o comportamento ético estará presente em suas decisões e alegria não será esquecida.

* Hely Ferreira é Cientista Político.