Ceclin
ago 27, 2012 31 Comentários


Aglailson evita mostrar filha no Guia Eleitoral

Foto do Portal Oficial da Campanha

Aglailson promete distribuir terrenos aos pobres, isso claro se o atual prefeito Elias Lira tiver deixado alguma coisa ainda para distribuir

No quarto programa dedicado aos candidatos a prefeito da Vitória de Santo Antão nesta segunda-feira (27), em todas as emissoras de rádio da cidade e na TV Vitória (canal 58), chegou com imenso esforço em produzir conteúdo e publicizar as propostas dos prefeituráveis. Desta vez, ainda escondendo sua filha no Guia, José Aglailson (PSB), não apresentou para os eleitores atentos ao Guia Eleitoral sua candidata a vice-prefeita, Ana Elisabeth Queralvares, talvez com receio de intensificar a imagem da continuidade da ‘oligarquia familiar’, conforme abordado anteriormente por este Blog.

Reproduzindo um falso discurso de autor de 500 obras no município enquanto esteve prefeito por dois mandatos (2000 a 2008), Aglailson dedicou o programa ao tema ‘Habitação’. Descaradamente, deixou claro que ‘ele’ pagou dívidas imobiliárias pertencentes a conjuntos habitacionais na área urbana do Município, sobretudo do Mário Bezerra. Neste caso, o candidato esqueceu de mencionar que tratou-se naquela época de um esforço do Governo Lula em zerar a ‘Carta Imobiliária’ da Caixa Econômica Federal (CEF), que necessitava oxigenar os investimentos no setor.

Citou a construção de 50 casas para o deslocamento da comunidade do Alto do Reservatório, quando na oportunidade havia a determinação de desocupar urgentemente aquela área para a ampliação do Campus da UFPE/Vitória, uma exigência do MEC. Além dos terrenos doados para o Loteamento Veneza e para os Sem Terra entre Bento Velho e Galileia. Mentiu no Guia com relação as 300 casas das vítimas das Enchentes no Loteamento Conceição (Iraque II), afirmando que tinha sido obra do seu governo, quando na verdade foi investimento à fundo perdido de ‘verbas carimbadas’ do Governo Federal às vítimas da catástrofe. Lembrando que estas casas só foram realmente  entregues aos seus donos anos depois, com cacetetes e repressão da Polícia Militar. Todos devem lembrar, não é mesmo?

Ele propôs, se for eleito, que irá ampliar a doação de lotes de terrenos aos ‘sem teto’ e fornecerá Kit’s de construção. Espero que, caso aconteça, não repita o modelo suicida de seu finado primo quando foi prefeito, Dr. Ivo Queiroz, que transformou com esta prática desordenada uma bagunça urbana em Vitória nos anos 80 e 90, reflexo negativo até hoje. Restando saber também se o futuro prefeito terá terrenos públicos ainda para doar, pois o atual prefeito Elias Lira (PSD), já fez a festa com os seus aliados, sob a chancela de nossa Câmara de Vereadores, é bom que se diga, presidida por Aglailson.

Aproveitou para chamar Elias Lira de irresponsável, devido ao fato de Vitória ter perdido a matriz da multinacional Kraft Foods para a vizinha cidade de Pombos. Saiba mais AQUI.

P.S.: O Guia do candidato Jailton Albuquerque (PT) foi repetido pela 4ª vez. Leia AQUI. 

LEIA TAMBÉM:

Elias Lira sugere no Guia que é amigo íntimo de Lula e Eduardo.