Ceclin
mar 10, 2015 0 Comentário


Acusados de assassinar Luciano Pedrosa são absolvidos

LPA Justiça absolveu, nesta segunda-feira (9), três réus apontados como responsáveis pelo assassinato do radialista e apresentador de TV Luciano Leitão Pedrosa, 46 anos. O caso aconteceu em Vitória de Santo Antão, em 2011, e teve forte repercussão no estado. O júri popular entendeu que o mototaxista Cláudio Pereira da Silva era inocente. Sobre o presidiário Josemir Soares da Silva, apontado pela polícia como mandante do crime, e o irmão dele, Josimar Soares da Silva, os jurados afirmaram acreditar na culpabilidade deles no caso, mas decidiram que os mesmos não deveriam ser condenados.

O juiz Uraquitan José dos Santos, da 1ª Vara Criminal de Vitória de Santo Antão, presidiu o julgamento. Após o sorteio dos sete jurados, os réus foram ouvidos. Nenhuma restemunha foi requerida. Em seguida, começou a fase de debates entre Ministério Público de Pernambuco (MPPE) e defesa dos réus. Por fim, o magistrado convocou os jurados para reunião, onde os votos foam contabilizados. Após isso, aconteceu a leitura do veredicto. O MPPE pode recorrer da decisão.

Relembre o caso

Luciano Pedrosa teria sido executado porque denunciava crimes em seu programa de rádio. O mandante do crime não teria gostado dos comentários do radialista sobre o domínio de bocas de fumo da região. A vítima foi atingida com um tiro na testa quando estava dentro de um restaurante no centro de Vitória, em 9 de abril de 2011. De acordo com as investigações, Cláudio Pereira ajudou na fuga de Dailton Gomes Brasil (que ainda será julgado), responsável pelo tiro que matou o apresentador. A ordem teria partido de dentro do Presídio de Limoeiro.

 

Com informações do Diario de Pernambuco.