Ceclin
abr 23, 2012 0 Comentário


Acidentes marcam final de semana em Vitória de Santo Antão

Professora sofre acidente no Bairro do Cajá, em Vitória

A Professora Daniella Pereira da Silva, 29 anos, residente no Sítio Camará, Distrito de Apoty, em Glória do Goitá, foi levada para a Emergência do Hospital João Murilo de Oliveira, vítima de um acidente automobilístico na entrada do Bairro do Cajá, em Vitória de Santo Antão.

Com escoriações pelo corpo, Daniella recebeu os primeiros atendimentos médicos e depois foi liberada.

Em Pombos, operador de máquinas sofre acidente

O operador de máquinas Tércio Elias Cavalcante, 29 anos, residente na Avenida Henrique Serafim – no Bairro do Lídia Queiroz, em Vitória de Santo Antão, conduzia uma motocicleta por uma estrada na Zona Rural do Município de Pombos quando se envolveu em um acidente provocado por outra motocicleta.

Com fraturas expostas, a vítima foi socorrida para o Hospital Virginia Colaço Dias, em Pombos, mas devido a gravidade dos ferimentos Tércio foi removido para o Hospital Getúlio Vargas, no Recife.

Viaduto – A empregada doméstica Marinalva Félix da Silva Santana, 49 anos, residente no Loteamento Militina , em Vitória de Santo Antão, foi socorrida para a Emergência do Hospital João Murilo de Oliveira, vítima de um atropelamento ocorrido no Viaduto do Bairro do Cajá, em Vitória.

Marinalva foi liberada após os procedimentos médicos.

Estrada Nova – Edinaldo Peregrino dos Santos, 40 anos, residente na Rua Eurico Valois, Bairro do Livramento, em Vitória de Santo Antão, foi levado para a Emergência do Hospital João Murilo de Oliveira, após atropelamento ocorrido no Bairro de Estrada Nova, em Vitória.

Edinaldo Peregrino foi medicado e logo após liberado.

Rodovia PE 50 – O marceneiro Antônio Pedro dos Santos, apenas 17 anos, com residência na Rua Floriano Peixoto, Centro de Chã de Alegria, deu entrada na Emergência do Hospital João Murilo de Oliveira, vitima de atropelamento na Rodovia PE 50, na Zona Rural da Vitória de Santo Antão. Com diversas escoriações pelo corpo, o marceneiro foi medicado e logo após liberado pela equipe médica da unidade hospitalar.