Ceclin
nov 01, 2013 0 Comentário


Acidente na PE-45 entre Vitória e Escada deixa saldo de uma pessoa morta na tarde desta sexta-feira

atualizado às 06h deste Sábado

Passageiros de ônibus envolvido no acidente foram socorridos ao Hospital João Murilo em Vitória.

Um acidente ocorrido na tarde desta sexta-feira (1º), na Rodovia PE – 45, entre os municípios da Vitória de Santo Antão e Escada, na Mata Sul do Estado, deixou um saldo inicial de uma pessoa morta. A vítima fatal foi identificada como Severino Gomes da Silva, de 74 anos, morador do Bairro Cajá, em Vitória. Ele era um dos passageiros do ônibus lotado.

A colisão ocorreu nas proximidades da entrada de acesso ao Distrito de Jussaral, no Cabo de Santo Agostinho e envolveu uma carreta de combustível e um ônibus da Empresa Borborema. O primeiro veículo teria invadido a contramão da rodovia colidindo com o coletivo. O motorista do coletivo, José Manuel dos Santos foi removido para uma unidade hospitalar da capital pernambucana por um helicóptero da Secretaria de Defesa Social (SDS). A aeronave fez o pouso no Estádio Carneirão.

Os primeiros socorros foram prestados por uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência ainda no local. Outros dez passageiros ficaram feridos e foram levados ao Hospital João Murilo de Oliveira, em Vitória. Dois deles, Jailson Santos de Vasconcelos e Luciana Josefa dos Santos, receberam alta na noite da sexta. Os demais foram transferidos para hospitais da Capital, porque sofreram trauma. Cinco vítimas foram levadas para o Hospital da Restauração (HR), no Derby, área central do Recife, com quadro estável.

A cobradora do ônibus, Luana Paula Ferreira da Silva sofreu fratura exposta nas duas pernas, escoriações nos braços e, até o final da noite da sexta, estava consciente. A estudante Marília Melo de Araújo, 27 anos, teve um corte profundo no rosto, na altura do nariz à sobrancelha. O Pastor Reginaldo José Rodrigues, 63, teve o fêmur e a tíbia fraturados e foi encaminhado ao bloco cirúrgico no mesmo dia. A professora Maria das Graças dos Santos Miranda, 60, sofreu trauma de crânio leve e escoriações no rosto. João Luiz dos Santos, 44, não apresentava fratura exposta, mas reclamava de dores no pescoço e ombro quando chegou ao HR.

Outras três vítimas do acidente, José Gonçalves da Silva, José Manuel dos Santos e Maria José Carvalho, foram identificadas, mas não foi informado o hospital para onde foram levados.

A carreta seguia com o tanque vazio para o Porto de Suape, em Ipojuca, no Litoral Sul, para ser abastecida.

(Helicóptero fez pouso no Estádio Carneirão para remover vítima).