• Ceclin
nov 30, 2009 0 Comentário


Acesso à internet é baixo e custa caro no Brasil



O Brasil apresenta taxas consideradas como baixas de acesso da população à internet de banda larga e um dos custos mais elevados. Um ranking elaborado pela ONU (Organização das Nações Unidas) sobre a existência do serviço em 150 países concluiu que o Brasil ocupa apenas a 69ª posição. Países como Argentina, Chile, México e Uruguai superam o Brasil no ranking.

Segundo os dados da ONU, ainda baseados no ano de 2008, 10 milhões de brasileiros tinham acesso à banda larga. Isso representava cerca de 5,19% da população. Em 2003, a taxa era de apenas 0,6% da população com acesso aos serviços, ou seja, 1,2 milhão de pessoas. Para 2009, o governo estima que 20 milhões de brasileiros estarão conectados à internet de alta velocidade.

O Brasil ainda debate investimentos de R$ 75,5 bilhões para garantir que, em 2014, 90 milhões de pessoas tenham acessos à web em alta velocidade, bem acima do número atual de conexões, que está em cerca de 20 milhões. O projeto O Brasil em Alta Velocidade prevê que, em cinco anos, metade dos domicílios brasileiros estarão conectados com banda larga.

Fonte: Agência Estado