Ceclin
jun 14, 2011 0 Comentário


Academia Vitoriense anuncia cargos vagos e alerta situação do prédio histórico

A Academia Vitoriense de Letras, Artes e Ciência, através de sua presidenta, Valdinete Moura, anuncia que estão oficialmente vagos as cadeiras de sócios efetivos, os quais compõem o corpo de vitorienses que se destacam ou se destacaram na vida intelectual da Vitória de Santo Antão, com destaques literários, artísticos e prestação de serviços ao conhecimento científico.


Há vagos, de acordo com o que determina o Regimento Interno da instituição, as cadeiras de numero 01 – 03 – 05 – 13, antes destinadas a personalidades históricas do Município, a exemplo de Aloísio de Melo Xavier, José Teixeira de Albuquerque, João Cleofas de Oliveira, Demóstenes de Oliveira d’Almeida Cavalcanti, respectivamente.

A Academia Vitoriense fica localizado na Rua Imperial – nº 81, no Centro da Vitória de Santo Antão, no prédio do Sobradinho que encontra-se com sua estrutura comprometida, devido ao fato de se tratar de um patrimônio estadual tombado que não dispõe de manutenção adequada por parte do poder público.
Na oportunidade, a Diretoria que toma conta do Sobrado, um dos únicos prédios seculares que ainda restam na história arquitetônica de Vitória, promove uma campanha de arrecadação de recursos junto as pessoas físicas e jurídicas no sentido de ajudar na reforma da arquitetura do século 18.


por Lissandro Nascimento.