• Ceclin
nov 09, 2016 0 Comentário


Abertura do 10º Congresso do Sintepe acontece nesta quarta em Gravatá

Congresso 2016 Sintepe

Educadores começam a se credenciar ao Congresso na tarde desta quarta (10). Foto: A Voz da Vitória.

Precisamente oito temas farão parte do 10º Congresso dos Trabalhadores em Educação do Estado de Pernambuco: Conjuntura Internacional, Conjuntura Nacional, Conjuntura Estadual, Política Sindical, Política Educacional, Políticas Permanentes, Balanço Político e Plano de Lutas. O evento tem abertura hoje à noite, dia 9, e segue até sábado – 12 de novembro, quando 650 Trabalhadores em Educação estarão reunidos no Hotel Canariu’s, em Gravatá, no Agreste, para discutir e deliberar ações políticas que deverão nortear as atividades do Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Pernambuco (SINTEPE).

A preparação para o Congresso começou no início do mês de setembro com a mobilização dos trabalhadores em educação e a eleição dos delegados de forma plural em todo o Estado. Construir deliberações que apontem para o enfrentamento de pautas conversadoras atuais como a PEC 241 e o PLP 257, o PL 4567, a Lei da Mordaça, a Reforma do Ensino Médio, a Reforma da Previdência, a Lei de Terceirizações e a flexibilização do contrato de trabalho, impulsionam a categoria a se posicionar contra esses projetos e a este cenário, pelo qual irão aderir à Paralisação Nacional rumo à greve geral marcado para esta sexta-feira (11).

Uma das temáticas que será discutida no congresso será a antidemocrática Medida Provisória 746, Reforma do Ensino Médio. A MP 746. “Tal proposta escancara o desejo do atual governo golpista em limitar o acesso da população e das entidades educacionais nas decisões em torno da reforma do ensino médio. Com relação ao conteúdo, a reforma do MEC tem objetivo central – reduzir a aprendizagem dos estudantes aos ditames do mercado e fomentar a privatização das escolas e a terceirização de seus profissionais. Quanto ao currículo, a reforma empobrece o ensino médio retirando as disciplinas de artes, educação física, sociologia e filosofia”, sintetiza Fernando Melo, presidente do Sindicato.

congresso cartaz final