Ceclin
set 29, 2011 0 Comentário


Abatedouro clandestino com 400 kg de carne de jumento é fechado em Limoeiro

Carne de jumento é apreendida pela Polícia quando estava sendo levada para ser comercializada

Os Policiais da 6ª CIPM, apreenderam na manhã dessa quarta-feira (28)  no Centro da cidade de Limoeiro, uma carga com 400 kg de carne de jumento. O Delegado de Limoeiro, Aldecy José da Silva (foto), contou que a Polícia Militar obteve informações que estava havendo uma matança clandestina no Município, onde a mercadoria já estava dentro de uma Kombi de cor branca, ano 98, placas KGX 4003, para fazer o transporte até o Recife.

Foram presos e autuados em flagrante, o motorista do veículo Adenilton Xavier da Silva, de 28 anos, e o Marchante Sérgio Rodrigues de Lino, 32 anos, ambos moradores de Limoeiro. 

O motorista alegou na Delegacia que não sabia que a matança era clandestina. Para o Delegado, o rapaz sabia que se tratava de um crime. Já o marchante Sérgio Rodrigues confessou ser o proprietário da carne e que seria levada para o comércio. De acordo com as investigações, o estabelecimento funcionava como um abatedouro clandestino, e o material seria comercializado nos mercados públicos de Afogados, Zona Oeste do Recife, e no de Cavaleiro, em Jaboatão dos Guararapes. Por meio do Serviço Reservado, que observou uma movimentação suspeita na casa, é que os agentes da Polícia chegaram aos criminosos. 
Os dois foram autuados pela Lei de Crime contra o Consumidor e a Ordem Tributária, sendo recolhidos ao Presídio Ênio Pessoa Guerra, de Limoeiro.

Após uma análise feita por Técnicos do Meio Ambiente e ADAGRO, toda carne foi incinerada ainda na tarde de ontem em Limoeiro. O proprietário da casa, Antônio Ferreira da Silva, alegou não participar do esquema e será testemunha do caso. Mas, a Polícia acredita que outras pessoas estejam envolvidas.

por José Sebastian.