Ceclin
set 15, 2020 0 Comentário


“A Prefeitura de Vitória parece um cemitério, porque o povo tem medo de falar com o prefeito”, diz Elias Lira

Durante convenção de Paulo e Edmo, o ex-prefeito Elias Lira apontou irônicas críticas para Aglailson Júnior

Por Lissandro Nascimento

Adotando o discurso mais crítico em relação ao atual mandatário na Prefeitura da Vitória de Santo Antão, o ex-prefeito por quatro vezes Elias Alves de Lira (PSD), chamou a responsabilidade da oposição para se posicionar firmemente ao que ele considera que o atual governo “nada fez nestes 03 anos e nove meses”. As críticas foram ditas durante a convenção municipal que oficializou os nomes do empresário Paulo Roberto (MDB) e do Professor Edmo Neves (PTB), candidatos a prefeito e vice, respectivamente, ocorrida no final da tarde desta terça-feira (15/09), no Clube O Leão, em Vitória.

“Esse coronel que está sentado na cadeira de prefeito nestes 03 anos nada fez! Não devemos deixar esse prefeito enganar o povo. O povo vai mostrar em 15 de novembro para esse ditador que a população quer o desenvolvimento pra Vitória e será com Paulo Roberto e Edmo”, atestou Elias Lira, pelo qual ainda asseverou que terá imensa alegria de ver Paulo Roberto prefeito de Vitória.

O ex-prefeito disse que Aglaílson Júnior (PSB) manda fazer calçamento em uma rua e na outra não de cada localidade, e depois promete que vai terminar nas outras. “Ele engana a população com essas obras pela metade. Eu desafio esse prefeito aí a andar pela área rural. Ele não sabe onde é um Engenho! Ele não conhece Vitória”, desdenhou Elias. O político em tom irônico aproveitou o ato com os cinco partidos aliados para cutucar Aglailson Júnior que é candidato a reeleição: “Fizeram uma reunião para decidir onde fariam a convenção do partido do prefeito. Quando disseram a ele que iria ser no Pátio de Eventos Otoni Rodrigues, ele disse que não seria bom porque iria lembrar uma das muitas obras do governo Elias Lira e que teve a articulação de Paulo Roberto quando era meu Secretário”, relatou. Elias continuou contando que um dos integrantes da reunião disse para Júnior: “Então a gente não vai fazer a convenção em canto nenhum da cidade, porque todo canto de Vitória tem obras de Elias Lira”, finalizou arrancando aplausos e risos do público presente.

Para deixar evidente e provocar o principal adversário nas eleições 2020, Elias Lira fez questão de reforçar a pecha popular de que o atual prefeito é de difícil trato social. “As pessoas têm medo dele devido por ser coronel e ditador. Tanto que o prédio da Prefeitura de Vitória atualmente parece um cemitério, porque o povo tem medo dele”, sentenciou.

Há uma especulação política de que Elias Lira pode anunciar nos próximos dias sua candidatura a vereador pelo PSD. Caso o ex-gestor saia candidato ao Legislativo, inevitavelmente o tabuleiro da matemática eleitoral terá um impacto diferente nos partidos para a composição das vagas na Casa Diogo de Braga.

LEIA TAMBÉM:

Convenção: Paulo Roberto e Edmo Neves buscam ampliar palanque para derrotar Aglailson