Ceclin
Maio 08, 2012 0 Comentário


A nova face da Mata Sul após as enchentes

JC Online

Em Palmares, avança plano para evitar tragédias em cheias do Rio Una. Após demolir imóveis, Estado prepara urbanização da orla

Depois de ser destruída pelas enchentes de 2010 e 2011, Palmares, na Mata Sul pernambucana, começa a mudar de cara. Os 113 imóveis comerciais localizados entre o Rio Una e a Avenida José Américo de Miranda, a principal entrada da cidade, já foram demolidos. Além disso, a Companhia Estadual de Habitação e Obras (Cehab) apresentou o projeto preliminar da nova orla. O empreendimento prevê a construção de um calçadão, ciclovia, pista de cooper e jardins.

A obra terá 1,1 quilômetro de extensão e aproximadamente sete metros de largura. A Cehab aguarda que a Secretaria de Recursos Hídricos termine o alargamento do rio para, depois, iniciar a construção da nova orla, que vem sendo prometida pelo governo do Estado desde a primeira enchente.

O calçadão, segundo o presidente da companhia, Nilton Mota, deve ficar pronto no fim do ano, entre outubro e novembro. “É uma obra rápida, que leva entre 90 e 120 dias para terminar. Mas precisamos aguardar a Secretaria de Recursos Hídricos terminar a parte dela para que nós possamos começar”, explicou Mota.

Segundo ele, a largura da orla – espaço entre o rio e a pista – depende do talude deixado pela secretaria. “Nosso projeto prevê sete metros de largura. Mas precisamos aguardar quanto de espaço será deixado. Falta apenas isso para o projeto ficar completamente pronto e vamos saber isso em breve. Mas não acredito que fique longe dos sete metros”, avaliou o presidente da Cehab.

Ainda esta semana, deve ser concluído o estudo topográfico para definir as medidas que a abertura da calha do Rio Una deve alcançar. A derrocagem do Rio Una atingirá as cidades de Barreiros (6 quilômetros), Água Preta (4,5 quilômetros) e Palmares (5 quilômetros). Para isso, cerca de mil imóveis ainda devem ser desocupados e demolidos nas três cidades.

Confira matéria completa AQUI.