Ceclin
abr 01, 2008 3 Comentários


A América Latina se Levanta!

A Nação Brasileira vive dias de entusiasmo e de muita expectativa com o salto econômico e com os investimentos, principalmente na infra-estrutura que vem sendo consolidada no País, realizados por iniciativas populares que resultam na atuação e constituição de um Governo “popular”.
Esses resultados colocam o Brasil na dianteira (liderança) do MERCOSUL, constituído por Países do continente sul-americano que além das relações comerciais, mostram às claras as intenções de integração. Exemplo disso é a constituição do parlamento do MERCOSUL (formado por representantes dos Países membros), que se torna um fórum legítimo para as discussões pertinentes a Integração Regional, através das políticas públicas para educação, cultura, trabalho e emprego, turismo, dentre outros.
Percebemos, através das recentes vitórias eleitorais na Argentina (Cristina Kirchner), Uruguai (Tabaré Vázquez), Bolívia (Evo Morales), Venezuela (Hugo Chávez), Brasil (Luis Inácio Lula da Silva), Chile (Michelle Bachelet); todos esses Governos Populares de caráter progressista e de projeto nacional. Resultam numa América Latina em crescente no tocante ao desenvolvimento econômico associado à distribuição de renda com maior eficácia, como também na integração dos povos.
Vemos Cuba, reafirmando sua opção Socialista (Presidente Cubano Raúl Castro), na defesa de sua soberania frente aos imperialistas Norte-Americanos que se acham os donos do mundo, onde Cuba se soma a todos esses Governos progressistas no sentido de acumular forças, na defesa dos povos Latino-Americanos e na construção de um sistema que permita “oportunidades iguais” de acesso a educação, ao emprego, a saúde, a cultura, melhorando e criando condições de vidas melhores para as pessoas.
Contudo, percebemos a elevação do grau de politização (conscientização) das pessoas, e essa elevação está resultando nessas conquistas eleitorais, desses Governos que optam pela opção progressista de representação popular. E essa opção se concretiza nessas obras, investimentos, integração e desenvolvimento econômico.
Por isso, viva a América Latina, que mantêm acessa o sonho e os ideais de unidade e de compromisso com as causas sociais e as lutas dos povos.
Como diria o cantor e poeta pernambucano ‘Chico Science’, em uma de suas músicas: “Um passo à frente e você não está mais no mesmo lugar”. Com os povos latino-americanos sempre foi assim. Nunca ficaram parados, constantemente movidos pelo desejo de mudar as coisas.
Por Anderson Diego
Estudante de Marketing da FACOL, Tesoureiro Geral da União dos Estudantes de Pernambuco (UEP), Coordenador Municipal da UJS-Vitória.