Ceclin
abr 16, 2009 17 Comentários


100 dias de quê?

Claro que ambas – situação e oposição – procuram se situar bem perante a opinião pública pondo fatos e argumentos à mesa a propósito dos primeiros 100 dias dos novos prefeitos. Faz parte do jogo político.
Mas é evidente que 100 dias não passa de um número cabalístico, salvo engano, inventado como referência para o desempenho de governos desde que John Kennedy assumiu a presidência dos EUA prometendo mundo e fundo nos seus primeiros 100 dias.

Virou moda no mundo inteiro.

Se apreciarmos o assunto com mais seriedade, haveremos de reconhecer que há tempos de governo – escrevi sobre isso no portal Vermelho parece-me que em 2005 – que seguem uma lógica muito concreta.
O tempo da implantação; o tempo da maturação de projetos e do entrosamento das novas equipes; e o tempo da consolidação das políticas e programas implantados e de colher os resultados.
(Blog do Luciano Siqueira).