Ceclin
fev 14, 2011 0 Comentário


1º Fórum de Aleitamento Materno acontece nesta terça em Vitória

Por iniciativa do Hospital da Maternidade e Infância – APAMI, que pretende reunir os profissionais da área de Saúde e os demais que se interessam pelas discussões da assistência tanto materna quanto infantil, acontece nesta terça-feira (15), às 8h. no auditório da FACOL, o primeiro Fórum para discutir a questão do Aleitamento Materno em Vitória de Santo Antão.

Para falar sobre este evento, contou-se com a entrevista da Psicóloga Rita de Cássia, no Programa A VOZ DA VITORIA, pela Tabocas FM (98,5), na manhã dessa segunda-feira. “No Brasil ainda existe uma mortalidade infantil considerada preocupante, sabemos que as ações voltadas ao incentivo do aleitamento materno age como prevenção para reverter este quadro. Nós da APAMI já temos um trabalho de longos anos nesse setor, tanto que seremos certificados como ‘Hospital Amigo da Criança’ nos próximos meses”, destacou.

Segundo a representante da APAMI, este Fórum será um primeiro momento de discussão no sentido de fixar uma ação de longo prazo que venha avançar nas intervenções para este setor na região, ampliando outros espaços de discussão. O Fórum contará com palestrantes especialistas da área, vindos de instituições como o IMIP, UFPE, UPE, Secretaria de Saúde do Estado e a Sociedade Pernambucana de Pediatria. “Será um momento rico de discussão, o que a gente poder usufruir será de muito ganho para a comunidade”, assinalou.

O evento durante toda a terça é aberto a toda a população. O assunto chama a atenção devido a vasta publicidade no incentivo para que as crianças brasileiras recém-nascidas tenham no mínimo os 6 (seis) de amamentação. “Nós já iniciamos este trabalho em Vitória, inclusive firmamos uma parceria com os Agentes Comunitários de Saúde, onde a APAMI forneceu cursos de capacitação e treinamento para acompanhar a mãe e o bebê. Assim que as mães tenham seus filhos, o hospital fornece todas as orientações pós-parto, todas as manhãs, inclusive com uma palestra sobre aleitamento materno com os envolvidos na criação do bebê”, salientou.

“O leito materno é uma grande fonte de proteção do bebê. Os benefícios são inúmeros para a criança. No caso da mulher, que está amamentando ela também tem suas vantagens de estreitar o vínculo com o seu filho, além da possibilidade de se evitar o câncer de mama e o de ovário. Atualmente, são duas doenças difíceis de se diagnosticar e as que mais acometem a saúde da mulher”, esclareceu.

A APAMI que atua há 59 anos na cidade, passou por treinamentos com os seus funcionários a fim de se adequar à política do parto humanizado e aleitamento materno conforme o Ministério da Saúde e a Unicef para o seu reconhecimento como “Hospital Amigo da Criança”.
Dois representantes do Ministério da Saúde estiveram recentemente na unidade hospitalar para avaliar suas ações, que atestaram os avanços da unidade neste setor. A Unicef e o Ministério deverão certificar o hospital com este título de reconhecimento na promoção das atividades de saúde voltados a prática do aleitamento materno.
“Não há no interior pernambucano um hospital com esta referência. O fato da Vitória de Santo Antão deter um hospital ‘Amigo da Criança’ é de suma importância. É a prova de um reconhecimento internacional que nos faz polo em mais um setor no Estado”, concluiu Rita de Cássia.


por Lissandro Nascimento.