• Ceclin
mai 14, 2018 0 Comentário


Vereadores de Glória têm pressa em analisar contas 2014 de Dr. Miranda

Fotos: Arquivo Blog

O médico, distante do Poder, é servidor público da Prefeitura de Glória. Fotos: Arquivo Blog

Por Lissandro Nascimento

A prestação de contas do exercício financeiro de 2014 do ex-prefeito de Glória do Goitá, Zenilto Miranda Vieira (PTB), foi rejeitada no final do ultimo mês de março pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE-PE) e logo após esse anúncio, quatro vereadores apresentaram o Requerimento nº 098/18, aprovado no dia 07 de maio, solicitando ao órgão que encaminhe a decisão até a Câmara Municipal de Vereadores para a devida apreciação e julgamento da Casa José Correia de Oliveira.

Câmara Municipal de Vereadores de Glória do Goitá PEA cobrança foi assinada pelos vereadores Leonildo Caboclo da Silva (MDB), Epitácio de Souza Paes (PSD), Evandro Gomes de Brito (PSB) e José Caio Felipe Nery (DEM), os quais têm pressa na apreciação das contas do ex-prefeito. No entanto, consultando o site do Tribunal, o Blog A Voz da Vitória constatou que o Processo nº 15100026-8 ainda tramita em fase de recurso, em razão da Petição de Recurso Ordinário impetrado no último dia 16 de abril pela defesa do Dr. Miranda. Ou seja, o TCE fica impedido de enviar as contas de 2014 à Câmara de Glória enquanto não cessar todos os recursos disponíveis.

Soa politicamente estranho a urgência dos parlamentares de Glória em julgar algo que ainda cabe recurso e posterior julgamento do próprio TCE. O que sinaliza que o Dr. Miranda, mesmo não conseguindo renovar o mandato de prefeito em 2016, denota ser a principal força política de oposição na cidade que se contrapõe a atual gestora, Adriana Paes (PR). O médico, distante do Poder, é servidor público da Prefeitura de Glória, pelo qual vem prestando diariamente serviços de Saúde na cidade. Ao que se percebe, conforme publicações nas redes sociais de inúmeros glorienses, o grande fluxo de gente que o procura sinaliza esse forte carisma.