• Ceclin
set 13, 2018 0 Comentário


Veja cuidados para não ser vítima de golpes e empréstimos irregulares

cartoes credito

Dinheiro fácil e propostas de empréstimos maiores são algumas das razões que levam muitos consumidores a caírem em dívidas com agiotas. No entanto, o Banco Central e a Polícia Civil alertam que a prática é crime e os envolvidos podem pegar até dois anos de prisão.

Antes de fazer um empréstimo, é necessário ter cuidado e observar todos os detalhes, para não cair nas irregularidades. Isso é o que afirma o gerente de fiscalização do Procon-PE, Roberto Campos: “É preciso observar se aquela conduta está correta, se o percentual é ajustado dentro do que é praticado no mercado”.

 Quem for vítima, pode procurar ajuda no Procon, mas o gerente afirma que é muito difícil encontrar o suspeito, já que esses tipos de empréstimos são feitos sem um contrato e eles não disponibilizam endereço fixo. “Se você faz um empréstimo em uma empresa que não é autorizada, que você não sabe com quem está lidando, não tem um nome nem uma identificação, em um eventual golpe fica difícil você encontrar uma autoridade policial para denunciar, porque eles não têm como notificar a pessoas”, explica.

Irregularidades

Nessa terça-feira (11), duas empresas, localizadas na Rua Jener de Zousa, no Derby, área central do Recife, foram fechadas pela Coordenadoria Estadual de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon-PE). Os estabelecimentos funcionavam sem qualquer tipo de regularidade e até mesmo sem nome ou Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica (CNPJ). Além disso, não mantinham nenhum contrato com as financeiras, autorização da prefeitura, licença do Corpo de Bombeiros ou regulamentação do Banco Central.

 TV Jornal