Arquivos da Tag: Secretaria da Fazenda

Em Gravatá, arrecadação de Bruno Martiniano é a maior dos últimos seis anos

Portal Gravatá Notícias

Numa consulta ao Demonstrativo de Distribuição de Arrecadação da Prefeitura de Gravatá junto ao BANCO DO BRASIL – BB – do dia 1º de outubro até esta terça-feira 21 de outubro, o município havia captado mais de R$ 2,8 milhões entre transferências do Fundo de Participação dos Municípios, Fundo Especial do Petróleo, ICMS, ITR, Fundo de Saúde, FUNDEB e Simples Nacional.

Este mês a Prefeitura de Gravatá recebeu de FPM R$ 1.441.427,56 (Um milhão quatrocentos e quarenta e um mil quatrocentos e vinte e sete reais e cinqüenta e seis centavos). O dinheiro do FPM vem em duas parcelas, uma no dia 10 e outra no dia 20 de cada mês.

Outra parcela considerável vai para o FUS – Fundo Saúde. Em outubro a prefeitura recebeu R$ 220.551,04 (duzentos e vinte mil quinhentos e cinqüenta e um reais e quatro centavos). Já o FUNDEB teve creditado nas contas do município a importância de R$ 1.065.131,42 (um milhão sessenta e cinco mil cento e trinta e um reais e quarenta e dois centavos). Nem o Fundo Saúde nem o FUNDEB possuem saldo negativado nas contas do município.

Por outro lado no Total de Repasses neste mesmo período consta um saldo negativo nas contas da prefeitura de R$ 1.064.363,59 (um milhão sessenta e quatro mil trezentos e sessenta e três reais e cinqüenta e nove centavos), sendo a maior fatia do FPM.

No período de setembro deste ano a prefeitura arrecadou um volume ainda maior R$ 4.395.225,53 (quatro milhões trezentos e noventa e cinco mil duzentos vinte e cinco mil reais e cinqüenta e três centavos). Já o saldo negativo fechou setembro em R$ 1.170.902,92.

Veja os valores dos repasses de outros anos no período de 01 de setembro à 30 de setembro:

  • SETEMBRO DE 2013: R$ 4.366.278,93 | Negativo: R$ 866.338,71
  • SETEMBRO DE 2012: R$ 3.488.877,26 | Negativo: R$ 1.307.845,12
  • SETEMBRO DE 2011: R$ 3.116.775,68 | Negativo: R$ 1.007.519,00
  • SETEMBRO DE 2010: R$ 2.883.596,72 | Negativo: R$ 531.605,01
  • SETEMBRO DE 2009: R$ 2.576.071,87 | Negativo: R$ 468.167,14
  • SETEMBRO DE 2008: R$ 2.933.433,69 | Negativo: R$ 529.711,77

Com base nestes indicadores observamos que: na gestão do ex-prefeito Joaquim Neto (PSDB) a arrecadação era menor, os salários em pagos religiosamente em dia e saldo negativo presentava apenas 1/5 do bruto. O mesmo se estendeu na gestão do ex-prefeito Ozano Brito (PSD) que durante toda sua gestão segurou a negatividade do saldo numa arrecadação quase que igual durante quatro anos.

Mas, observe que no primeiro ano do gestor Bruno Martiniano (2013) a arrecadação em setembro, ou seja, no mesmo período, foi quase que duas vezes maior que na gestão de Ozano Brito e Joaquim Neto.

O prefeito tem confessado em entrevistas que o Governo Federal tem feito cortes nas transferências do FPM, mas, está nitidamente claro que não. Pelo contrário, em SETEMBRO deste ano e do ano passado a arrecadação foi maior que nas gestões passadas e mesmo assim o ATRASO no pagamento tem sido o seu ‘calcanhar de Aquiles’.

O endividamento da Prefeitura de Gravatá também supera os das gestões passadas. A justificativa mais plausível para este descontrole financeiro pode ser atribuído a descontos de acordos e de renegociações de convênios inadimplentes das gestões passadas.

Fornecedor rebate dizendo que a Prefeitura da Vitória age de má fé

A CAMPESTRE RAÇÕES-ME, inscrita no CNPJ/MF sob o nº 02.035.769/0001-70, vendeu à Prefeitura da Vitória de Santo Antão maquinários para Agricultura e denunciou ao Portal A Voz da Vitória que havia sofrido calote (Confira AQUI), porém a Prefeitura se defende alegando não ter recebido o produto (AQUI). Por sua vez, o fornecedor diz que a Prefeitura age de má fé…

A Prefeitura da Vitória de Santo Antão está sendo denunciada por um fornecedor, de não efetuar o pagamento da compra de um item para o trabalho agropecuário. A empresa responsável pela acusação é de Campina Grande, na Paraíba, e afirma que duas das três parcelas da aquisição de uma Grade Aradora ainda não foi repassada. O valor total do produto é de R$ 15.800,00, porém, o fornecedor afirma que desde setembro do ano passado recebeu apenas R$ 5.267,67, equivalente a uma parte do combinado. Restando ainda outros pagamentos, a Empresa Paulo Enesto do Rego Filho-ME, tenta um acordo com o contratante, mas não tem recebido se quer uma resposta.

Diante dos fatos, a Prefeitura do Município respondeu a denúncia e afirmou que a empresa não enviou o produto [Grade Aradora], conforme nota enviada:

“(…) O contrato administrativo nº 117/13, referente à licitação, foi assinado em 19/07/2013, estando ali contidas a forma de entrega dos equipamentos e as condições de pagamento. O fornecedor não entregou o item 04 (roçadeira), nem prestou qualquer informação acerca de novo prazo, ou mesmo sobre a impossibilidade de entrega da mesma.

Diante do descumprimento contratual, por parte da empresa, a Prefeitura encaminhou o processo para a Procuradoria Municipal, que recomendou o não pagamento das parcelas, até que o fornecedor entregasse o restante dos equipamentos”.

Mediante esta resposta, o fornecedor rebateu e acusa a Prefeitura de agir de má fé. Ele emitiu uma nota de esclarecimento, e entre os principais pontos, destacou que  a empresa não tem a ordem de financiamento ou empenho do item que a Prefeitura afirma não ter recebido, e que mesmo que se tivesse não poderia fornecer por que já estava em atraso. O fornecedor alega ainda que em nenhum momento foi chamado para se defender. Pelo contrário, a Prefeitura se nega falar com ele.

“Como podemos ver não foi a empresa que descumpriu o contrato e sim a Prefeitura de Vitória de Santo Antão. A nota oficial está querendo apenas confundir as pessoas com inverdades como está fazendo com nossa empresa. Só promessas e chateações para receber o que a nós é devido. Nossa empresa cumpriu o que estava no contrato; agora nos pressionar a entregar mais material sem receber o que já foi entregue, isso é de mais”, disse o denunciante. 

Confira os documentos:

 

 

Dia das Crianças vendeu 1,8% mais, diz Boa Vista

(Foto: Marcio Souza / A Voz da Vitória)

Agência Estado

As vendas do comércio para o Dia das Crianças em 2014 cresceram 1,8% sobre igual período de 2013, quando o avanço foi de 3,4% ante 2012, segundo dados nacionais da Boa Vista SCPC (Serviços de Proteção ao Crédito).

Segundo a instituição, a desaceleração no Dia das Crianças está em linha com a tendência de redução do ritmo de crescimento do comércio nas outras datas comemorativas de 2014. “O mercado de trabalho desaquecido e a maior cautela do consumidor em relação ao crédito influenciam as decisões de compra dos consumidores neste ano”, diz a Boa Vista em nota.

Metodologia

O cálculo do volume de vendas foi baseado em uma amostra das consultas realizadas no banco de dados da Boa Vista SCPC (Serviço Central de Proteção ao Crédito), com abrangência nacional. Para este Dia das Crianças foram consideradas as consultas realizadas no período de 1 a 12 de outubro de 2014, comparadas às consultas realizadas entre 1 e 12 de outubro de 2013.

Sobre calote denunciado, Prefeitura da Vitória se defende alegando não ter recebido o produto

(Prédio da Prefeitura - Foto: Reprodução / Google Maps).

A CAMPESTRE RAÇÕES-ME, inscrita no CNPJ/MF sob o nº 02.035.769/0001-70, vendeu à Prefeitura da Vitória de Santo Antão maquinários para Agricultura e denunciou ao Portal A Voz da Vitória que havia sofrido calote (Confira AQUI), porém a Prefeitura se defende alegando não ter recebido o produto

 

Confira o inteiro teor da Nota enviada ao Blog pela Prefeitura da Vitória:

“Por meio da Secretaria Executiva de Comunicação Social e, em respeito à sociedade vitoriense, a Prefeitura Municipal vem prestar os necessários esclarecimentos acerca de denúncia realizada pela empresa PAULO ERNESTO DO REGO FILHO-ME, no Blog “A Voz da Vitória”, no dia 09/10/2014, quanto ao não pagamento da NFe nº 141, referente à aquisição de bens.

A Prefeitura formalizou o processo de licitação para aquisição de equipamentos para a Secretaria de Infraestrutura e de Agricultura, registrado sob o nº 047/2013 (Pregão Presencial nº 028/2013), no qual sagrou-se vencedora dos itens 04 e 05, a empresa PAULO ERNESTO DO REGO FILHO-ME, inscrita no CNPJ sob o nº 02.035.769/0001-70.

O contrato administrativo nº 117/13, referente à licitação, foi assinado em 19/07/2013, estando ali contidas a forma de entrega dos equipamentos e as condições de pagamento. O fornecedor não entregou o item 04 (roçadeira), nem prestou qualquer informação acerca de novo prazo, ou mesmo sobre a impossibilidade de entrega da mesma.

Diante do descumprimento contratual, por parte da empresa, a Prefeitura encaminhou o processo para a Procuradoria Municipal, que recomendou o não pagamento das parcelas, até que o fornecedor entregasse o restante dos equipamentos.

Por fim, a Prefeitura informa que a Procuradoria Municipal está adotando as medidas legais cabíveis, além das sanções e penalidades previstas na Lei de Licitações.

Prefeitura Municipal da Vitória de Santo Antão“.

 

 

 

Prefeitura da Vitória de Santo Antão é acusada de dar calote em fornecedor

A Micro Empresa CAMPESTRE RAÇÕES, inscrita no CNPJ/MF sob o nº 02.035.769/0001-70, vendeu à Prefeitura de Vitória maquinários para Agricultura e sofreu calote, conforme denúncia ao Portal A Voz da Vitória

O Prefeito da Vitória de Santo Antão, Elias Alves de Lira (PSD), começa a ser bombardeado pelos seus Secretários que não aceitam a sua estratégia eleitoral para 2016. A “ciumeira” começou depois que grande parte das forças políticas do Município fizeram de seu filho, Joaquim Lira, deputado estadual majoritário, agora, começam a dar o troco por descumprimento de acordos e sua escolha para sucedê-lo, e quem sofre com isso são os fornecedores da Prefeitura de Vitória que reclamam não receber o que lhe devem.

Contratado para fornecer retroescavadeira, trator agricular, carreta agrícula, roçadeira, grade aradora e arado reversível, destinado para a Secretaria de Infraestrutura e de Agricultura deste Município, nos termos do Processo Licitatório nº 047/2013 – Pregão Presencial nº 028/2013; a Empresa Paulo Enesto do Rego Filho-ME, com sede na cidade de Campina Grande (PB), denuncia ao Blog que não recebeu o completo pagamento pelo fornecimento de uma GRADE ARADORA, no valor de R$ 15.800,00. Segundo a denúncia, a Prefeitura de Vitória apenas efetuou o pagamento da primeira – entre as três parcelas acordadas, no valor de R$ 5.266,67, desde setembro de 2013, pelo qual não viu o pagamento das outras duas parcelas restantes até o momento.

O contrato foi assinado em meados de agosto de 2013, conforme convocação de Wiguivaldo Patriota Santos (Presidente da CPL/Prefeitura). “A minha empresa vendeu este equipamento como pode ser comprovado em NF em anexo no dia 08/08/2013, e só pagou a primeira parcela que já estava atrasada, deixando de honrar os pagamentos seguintes. Por diversas vezes liguei para falar com Demétrius, Ronaldo assessor de gabinete e Ladjane. Há mais de um ano tento receber meu dinheiro e não consigo, eles já não nos atendem mais”, denuncia Paulo Enesto.

Diante dos fatos, o Blog aguarda oficialmente um posicionamento da Secretaria de Finanças da Prefeitura da Vitória de Santo Antão para responder a denúncia deste fornecedor.

Em breve, o Blog A Voz da Vitória irá divulgar denúncia enviada por outros fornecedores.

CONFIRA AQUI a resposta da Prefeitura de Vitória

 

 

Novo portal vai permitir aos empresários a baixa automática do CNPJ

A Secretaria da Micro e Pequena Empresa lançou esta semana, o Portal Empresa Simples, site que vai unificar os dados das Juntas Comerciais de todo o Brasil para facilitar o processo de abertura e fechamento das empresas. No Distrito Federal, a baixa automática já será possível a partir do lançamento do portal. A previsão é que a mudança passe a valer para os demais estados a partir do final de novembro. O presidente do Sebrae, Luiz Barretto, esteve presente à cerimônia.

Com o novo portal, o processo de fechamento de empresas que antes demorava no mínimo um ano, passa ser imediato. Segundo o ministro da SMPE, Guilherme Afif Domingos, a medida é resultado da aprovação da Lei 147/14, que trata das alterações do Simples Nacional, ocorrida em agosto. “A Lei 147 continua a surtir efeitos bastante positivos. Agora, vamos encerrar empresas na hora em Brasília. Até o final do ano, faremos isso em todo o País. O empresário passa a poder dar baixa no CNPJ e a ter os débitos da empresa transferidos para o seu CPF”, explicou o ministro.

O presidente do Sebrae, Luiz Barretto, salienta a importância do trabalho executado pela Rede Sim e pelas Juntas Comerciais e afirmou que o Sebrae apoia toda iniciativa que facilite a vida do micro e pequeno empreendedor brasileiro. “Estamos avançando e reduzindo a burocracia que ainda são uma dor de cabeça para o empresário. O empreendedor precisa de tempo para se capacitar e gerir o seu negócio e não é coerente que ele gaste tempo com essas questões burocráticas”, afirmou Barretto. O evento contou com representantes das Juntas Comerciais de todo o país para consolidar o processo que vem sendo construído pela Secretaria.

Com informações do Senai. 

Restituição de ICMS já está disponível pela internet‏

Contribuintes já podem solicitar a restituição do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) através do sistema online E-fisco, da Secretaria da Fazenda de Pernambuco. Anteriormente, o procedimento era realizado presencialmente nas Agências da Receita Estadual. “A adoção desse novo processo gera ganhos para o contribuinte na medida em que, dispensa o seu deslocamento e elimina gastos com cópias e autenticações de documentos. Além disso, a Sefaz garante maior agilidade nas análises dos pedidos”, destaca a gestora do Simples Nacional e Restituição, Maria Cristina Arruda.

Para dar entrada na restituição, o contribuinte precisa portar certificado digital e preencher os dados de identificação e justificativa do pedido, bem como anexar os documentos solicitados (apenas no formato .jpg ou .jpge). Após a confirmação do pedido, uma ação fiscal será gerada e encaminhada para análise na Unidade de Análise de Processos Fiscais (Unap/ DAS) da Sefaz. O contribuinte poderá acompanhar o processo através do protocolo informado no ato de solicitação. As restituições dos demais impostos serão liberadas paulatinamente.

Verifique aqui o passo a passo para solicitar a restituição.

Com informações da Assessoria.

Gabarito do concurso da Secretaria da Fazenda sai nesta quarta

Com informações do Blog dos Concursos

A divulgação dos gabaritos e das questões das provas de Conhecimentos Gerais e Específicos do concurso público da para auditor do tesouro estadual da Secretaria da Fazenda do Estado (Sefaz-PE) ocorrerá a partir das 17h desta quarta-feira (1º) no site www.concursosfcc.com.br. A informação foi divulgada no próprio endereço eletrônico da organizadora do processo seletivo, a Fundação Carlos Chagas (FCC).

As avaliações ocorreram durante o último final de semana. De acordo com a assessoria do órgão, nenhuma ocorrência foi registrada durante a aplicação dos exames. O resultado das avaliações, após  recursos, está previsto para ser lançado no dia 24 de novembro. Inscreveram-se no processo seletivo 7.241 candidatos para ampla concorrência e 126 para pessoas com deficiência. O certame oferece 25 vagas para o cargo auditor fiscal do tesouro estadual, cuja remuneração inicial equivale a R$ 11.821,43.

Fábrica da Fiat Chrysler em Goiana entra em fase de pré-operação

Folha de Pernambuco

No mês em que comemora dois anos do início das obras em Pernambuco, a Fiat Chrysler marca a data iniciando uma nova e importante fase para o seu funcionamento. A montadora está realizando a etapa de pré-operação da linha de produção dos futuros carros que sairão do complexo erguido em Goiana, Mata Norte. Quando estiver em plena operação, a maior e mais moderna planta da companhia no mundo deverá produzir cerca de 250 mil veículos por ano.

Na quarta-feira (17), o secretário da Fazenda, Décio Padilha, esteve na planta da Fiat Chrysler para acompanhar o processo. Nesta quinta-feira (18), em entrevista coletiva, o gestor deixou escapar a novidade, que também foi assistida por outros integrantes do Executivo do Estado. De acordo com engenheiros elétricos e mecatrônicos consultados pela reportagem, a nova fase é chamada na área de “comissionamento”.

Basicamente, a pré-operação consiste na produção das primeiras partes da linha de produção. O objetivo é testar cada uma das “mini-fábricas” que compõem o processo de montagem dos veículos. Segundo um dos especialistas, que foi capacitado na unidade da Fiat Chrysler em Betim (MG), é nesta etapa que os profissionais fazem todos os ajustes necessários. O comissionamento não tem data para terminar. Os engenheiros explicam que a pré-operação é realizada até que a empresa consiga fazer todos os ajustes necessários até uma outra fase que seria de energização, e posteriormente, o início da produção.

O polo automotivo de Goiana ancorado pela Fiat Chrysler está orçado em R$ 4 bilhões que estão sendo aplicados na linha de automóveis, mais R$ 500 milhões em uma planta de motores e R$ 2,5 bilhões em outras instalações, que incluem o parque de fornecedores. O supply park 1 é formado por 16 empresas, que serão responsáveis por 40%da demanda de partes e componentes. A expectativa é de que todo o polo gere em torno de 12 mil empregos diretos. Segundo o cronograma da montadora a comercialização dos primeiros automóveis deve começar em março do ano que vem.

Concurso da Sefaz obteve mais de 7 mil inscrições

Blog dos Concursos

Saiu o número de inscritos no concurso público para auditor do tesouro estadual da Secretaria da Fazenda do Estado (Sefaz-PE) nesta quinta-feira (18). Para ampla concorrência, inscreveram-se 7.241 pessoas; para vagas destinadas a pessoas com deficiência, 126.

A informação foi publicada no site da organizadora do certame, a Fundação Carlos Chagas:www.concursosfcc.com.br. O certame oferece 25 vagas para o cargo auditor fiscal do tesouro estadual, cuja remuneração inicial equivale a R$ 11.821,43. As provas estão marcadas para os dias 27 e 28 deste mês no Estado.

Prefeito do PTB promove festa para Paulo Câmara, em Exu

Evento reuniu lideranças e prefeitos do Sertão do Araripe

Mesmo pertencendo ao partido do postulante oposicionista ao Governo Estadual, o prefeito de Exu, Léo Saraiva (PTB), promoveu um grande ato em sua cidade para receber o candidato da Frente Popular, Paulo Câmara (PSB). O petebista mobilizou milhares de exuenses, em um comício na tarde e noite dessa quinta-feira (18), reunindo prefeitos e lideranças de todo o Sertão do Araripe.

“Juntar uma multidão como esta, na tarde de uma quinta-feira, não seria fácil nem se fosse para uma festa. Mas estas pessoas atenderam ao nosso chamado. Vieram, porque sabem da sua capacidade e da sua determinação, porque querem ouvir as suas propostas e declarar seu apoio àquele que vai continuar as mudanças iniciadas em Pernambuco há oito anos”, afirmou Saraiva. O petebista lembrou que Paulo liderou ações que evitaram a falências de várias prefeituras, como a redistribuição do ICMS e o FEM.

“Obrigado, Léo. Grandes festas como esta mostram que estamos no caminho certo, que é o do Pernambucano que se transforma. Seu esforço será também o meu, para que esta região continue crescendo em desenvolvimento e qualidade de vida”, garantiu Paulo, afirmando que, no Governo, continuará investindo nas parcerias com Saraiva, em prol de Exu.

O candidato ao Senado pela Frente Popular, Fernando Bezerra Coelho (PSB), ressaltou que o ex-governador Eduardo Campos escolheu Paulo para sucedê-lo porque o conhecia “como a palma da mão”, e também elogiou a mobilização do prefeito petebista. “Parabéns, Léo, sei do tamanho e da importância do gesto que você está fazendo hoje, deixando de lado a luta política local, a determinação de seu partido, pelo bem do futuro de Pernambuco”, apontou o socialista.

com informações da Assessoria

 

Armando cobra explicações da relação de Paulo Câmara com a empresa Bandeirantes Pneus‏

Humberto, Armando, Rubem e João seguem no embate com Câmara. Foto: Leo Caldas/Divulgação

Autor de um pedido de investigação proposto ao Ministério Público Eleitoral (MPE) para apurar as ligações entre o candidato Paulo Câmara (PSB) e a empresa Bandeirantes Pneus, o candidato Armando Monteiro (PTB) cobrou novamente explicações ao socialista sobre o uso do avião Cessna, que envolveu-se num acidente aéreo que vitimou o ex-governador Eduardo Campos (PSB), mês passado. Em 2011, Paulo Câmara concedeu benefícios fiscais à empresa e, em julho passado, voou no jato durante um ato de campanha eleitoral.

No debate da TV Jornal, Armando Monteiro cravou que é preciso que se conheça a relação entre Paulo Câmara e um dos os proprietários do avião, também dono da empresa beneficiada pelos incentivos fiscais do Estado.

“No caso do avião, há algo que precisa ser esclarecido. Paulo concedeu benefício à empresa. É preciso saber se Paulo sabia a quem pertencia o avião quando ele voou. E também se ele acha correto a mistura entre o público e privado”, questionou o candidato a governador Armando Monteiro.

Assista ao debate:

 

 

Paulo Câmara debate crescimento da Indústria com a Fiepe

Socialista assumiu o compromisso de construir um ambiente ainda mais favorável para o segmento no Estado

O compromisso em construir um ambiente ainda mais favorável para o crescimento do setor industrial foi apontado por Paulo Câmara, nesta segunda-feira (15), como essencial para o avanço do processo de transformações vivenciado no Estado. Em debate promovido pela Federação das Indústrias do Estado de Pernambuco (Fiepe), no Recife, o candidato da Frente Popular se colocou à disposição do segmento para discutir a adoção de ações que fomentem o seu desenvolvimento, destacando a importância de que ele ocorra em consonância com uma nova agenda, que privilegie a inclusão e a sustentabilidade.

“Vocês terão um governador aliado do setor, que vai discutir mecanismos que contribuam, cada vez mais, para o seu crescimento. Mas essa agenda da industrialização, que é do século passado e que só chegou a Pernambuco agora, precisará ser acompanhada da agenda do futuro; com estímulo à inovação, às novas formas de pensar e desenvolver as diferentes cadeias produtivas”, afirmou Paulo Câmara.

No encontro, o socialista frisou que dará sequência ao modelo de desenvolvimento descentralizado iniciado pelo ex-governador Eduardo Campos, com a interiorização da industrialização e de outras cadeias produtivas. Paulo ressaltou que a expansão dessas oportunidades por todo o Estado será estimulada pela criação de unidades regionais da Agência de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco (AD Diper). “Vamos criar seis, uma para cada região, para ganharmos velocidade na interiorização do desenvolvimento”, argumentou.

A entidade é vinculada à Secretaria estadual de Desenvolvimento Econômico do Estado e desenvolve atividades de forma articulada com órgãos do setor público e da iniciativa privada, contribuindo para o fomento de diferentes segmentos econômicos em Pernambuco.

Paulo Câmara também salientou para os industriais pernambucanos que será, a partir de 2015, uma voz na defesa da implantação de uma política de desenvolvimento regional junto ao Governo Federal.

com informações da Assessoria.

 

Paulo reforça compromisso com isenção às lavanderias do polo de confecção do Agreste

Setor gera renda para mais de 100 mil pernambucanos

Com o intuito de impulsionar ainda mais o desenvolvimento do Polo de Confecções do Agreste, o candidato da Frente Popular ao Governo do Estado, Paulo Câmara (PSB), reforçou, em Toritama, neste domingo (14), o seu compromisso de ofertar incentivos fiscais a unidades produtivas dos municípios com essa vocação a partir de 2015. “Vamos, como governador de Pernambuco, isentar as lavanderias de jeans da alíquota do ICMS. É um compromisso que temos com Toritama e toda a região”, afirmou Paulo, atrelando o benefício à preservação ambiental. “Não vai pagar porque é preciso cuidar do meio ambiente e gerar renda”, completou. O polo agrestino é o segundo maior do País, movimentando mais de R$ 1 bilhão por ano e empregando mais de 100 mil pessoas.

O estímulo ao Polo de Confecções do Agreste vem na esteira da preocupação demonstrada por Paulo de promover um desenvolvimento igualitário entre todas as regiões do Estado. O socialista tem destacado que isso só pode ocorrer com o fortalecimento das vocações regionais e com o incentivo ao fortalecimento das diferentes cadeias produtivas em ascensão em Pernambuco. “Como secretário da Fazenda, já pude iniciar esse caminho. Como governador vou fazer muito mais”, assegurou. Ao longo do Governo Eduardo Campos, a administração estadual adotou a política de não elevar alíquotas fiscais, preferindo reduzir.

A passagem de Paulo Câmara por Toritama também foi marcada por uma grande carreata pelas principais vias do município. Ladeado por seu companheiro de chapa, Fernando Bezerra Coelho (PSB/senador), por prefeitos da região, por João Campos – filho do ex-governador Eduardo Campos – e por candidatos proporcionais, o socialista foi muito bem recebido pelos moradores da cidade, que lotaram as ruas em apoio à sua postulação.

“Essa animação, essas ruas completamente ocupadas mostram que as nossas candidaturas, a minha e a de Fernando, estão crescendo e vão crescer ainda mais. Nós vamos continuar subindo, e nossos adversários descendo”, projetou Paulo, apontando ações em áreas estratégicas. “Teremos 40 escolas técnicas, a universalização do ensino integral, uma saúde mais humanizada e muito mais segurança, com mais policiais nas ruas”, enumerou.

com informações da Assessoria.

 

Armando protocola pedido de investigação sobre Paulo Câmara e caso do avião no Ministério Público Eleitoral

Os integrantes da chapa majoritária da coligação Pernambuco Vai Mais Longe foram pessoalmente, na tarde desta quinta-feira (11), à Procuradoria Regional da República da 5ª Região para protocolar um pedido de investigação sobre as ligações entre o candidato a governador Paulo Câmara (PSB) e a Bandeirantes Pneus, empresa que recebeu incentivos fiscais do governo do Estado quando Câmara era secretário da Fazenda, em 2011.

Além disso, Armando Monteiro (governador), Paulo Rubem (vice) e João Paulo (senador) também pediram ao Ministério Público Eleitoral (MPE) que investigue o fato de Câmara ter viajado em um avião que teria o sócio da Bandeirantes, Apolo Santana Vieira, como coproprietário.

A representação foi entregue em mãos ao procurador regional substituto, Antonio Carlos Barreto Campelo, que informou que o documento será devidamente analisado.

Em entrevista à imprensa, Armando informou que, apesar da cobrança pública feita na terça-feira (9), Câmara não deu qualquer esclarecimento sobre o fato de ter, como secretário da Fazenda, concedido os incentivos fiscais à Bandeirantes e agora, como candidato, ter usado uma aviação que é apontado como sendo de propriedade do sócio da empresa..”Esperamos que o Ministério Público Eleitoral possa promover as apurações. Iniciamos pedindo esclarecimentos ao candidato. Como houve uma posição de não querer esclarecer, entendemos que seria nosso dever fazer a representação”, justificou o candidato.

com informações da Assessoria

 

Página 1 de 131234510...Última »