Arquivos da Tag: Secretaria da Fazenda

Moreno concede descontos para débitos inscritos na Dívida Ativa


prefeitura do morenoA Prefeitura de Moreno (RMR) está concedendo benefícios para o pagamento de débitos tributários inscritos em Dívida Ativa. A dívida dos tributos municipais (ISS, IPTU, Alvará e outros) poderá ser paga em até 40 parcelas mensais, com descontos diferenciados de acordo com o parcelamento escolhido.

O contribuinte poderá ter redução de até 100% nos valores dos juros e multa, caso pague o débito em parcela única. O atendimento é feito no setor de tributos da Secretaria de Finanças e Administração de Moreno, localizada na Avenida Sofrônio Portela, 3780, centro. O horário é das 8h às 16h.

 

 

 

Cidadãos de PE poderão acessar pela web prestação de contas do TCE


fachada_tceOs cidadãos de Pernambuco poderão acessar pela internet as contas públicas da administração do estado e dos municípios a partir de abril de 2015. As contas estarão disponíveis no site do Tribunal de Contas do Estado (TCE), órgão responsável pela fiscalização dos gastos públicos da administração.

A partir de agora, os gestores públicos vão prestar conta ao Tribunal apenas on line, por meio de um sistema no site do órgão. A medida deve acelerar a avaliação das contas. “Hoje não se admite mais julgar contas quatro, cinco anos depois de prestadas. Essa forma eletrônica, de prestar contas pela internet, vai agilizar os julgamentos dos processos”, explica Valdecir Pascoal, presidente do TCE.

O sistema, que é bem simples, exige apenas um cadastro no sistema. Os gestores já estão sendo treinados pelo Tribunal, para utilizar o novo recurso. A entrega das contas começa em fevereiro. Já os cidadãos poderão acessar os registros após realizar cadastro no site.

Pascoal lembra ainda que, além da agilidade, a prestação de contas on line também beneficia o próprio Tribunal, reduzindo custos. “Um dos benefícios do processo eletrônico de contas é a redução de gastos com papel, com correspondência, com os correios, além da questão do impacto ambientel; é sustentável ecologicamente”, aponta. O estado de Pernambuco é um dos primeiros do Brasil a oferecer o novo sistema.

O maior benefício, no entanto, é da sociedade. Todas as contas públicas do estado estarão disponíveis no site, para qualquer cidadão que quiser consultá-las, a partir de abril. “É a transparência dos recursos públicos, para que o cidadão possa acompanhar a aplicação dos recursos”, destaca o presidente do TCE.

G1/PE

 

Prefeitura de Moreno adere ao Pregão Eletrônico‏


57010Buscando uma maior modernização na gestão, a Prefeitura de Moreno aderiu ao pregão eletrônico. Os membros da comissão de licitação e coordenadores das secretarias do município receberam capacitação de técnicos do Banco do Brasil para começar a utilizar o sistema, que deve passar a funcionar em fevereiro. Com isso, as licitações de itens comuns serão mais rápidas, o que possibilitará à administração concentrar esforços nas análises das licitações de maior porte, como obras e projetos.

Também será possível reduzir a burocracia para a compra de materiais, além de propiciar uma grande economia aos cofres públicos e dar maior transparência às contas públicas. O pregão eletrônico é mais uma das ferramentas de fiscalização implantadas pela atual gestão de Moreno, que conta também com Portal da Transparência, Diário Oficial Eletrônico, Nota Fiscal Eletrônica (NF-e), Ouvidoria via internet e o Colab – aplicativo colaborativo de fiscalização da gestão pública, disponível para as plataformas Iphone e Android.

Com informações da Assessoria. 

Terezinha Nunes assumirá a Junta Comercial de Pernambuco


Deputada Terezinha Nunes e Luis Lima, e atual Pres JucepeA deputada estadual Terezinha Nunes (PSDB) agendou para o próximo dia 2 de fevereiro, às 9h, a realização da solenidade que marcará a sua posse como presidente da Junta Comercial de Pernambuco (Jucepe). Em mais de 100 anos de história, esta será a primeira vez que a autarquia terá uma mulher como presidente. “Isso aumenta a minha responsabilidade”, afirmou a parlamentar.

Terezinha que encerra seu mandato como deputada no dia 31 de janeiro, esteve na sede da Jucepe esta semana, onde foi recebida pelo atual presidente Luis Lima e toda a diretoria. Durante a visita, ela não só participou da reunião plenária do conselho de vogais da Junta, mas também conheceu as modernas instalações da autarquia e sua estrutura de funcionamento.

Na reunião do pleno, o atual presidente da Jucepe manifestou a satisfação em receber a futura presidente e deu a oportunidade para que cada vogal se apresentasse. “Vamos transmitir o cargo para uma pessoa que tem competência e experiência política. Eu não tenho nenhuma dúvida de que dará continuidade ao trabalho já realizado”, destacou . Lima enfatizou ainda que a nova presidente contará com a importante contribuição do corpo de servidores da Jucepe. “São funcionários comprometidos que precisam ser vistos, no âmbito do Governo do Estado, com um olhar diferente por sua capacidade de trabalho e sua proatividade”, disse.

Terezinha Nunes, por sua vez, teve a oportunidade de agradecer os votos de boas vindas que recebeu de todos os vogais, da diretoria e dos servidores. “Como uma pessoa que já teve experiência no Governo do Estado, vejo três órgãos que para mim são de excelência: a Junta Comercial, o Porto Digital e o Detran. São órgãos que se recuperaram. No passado, a população sofria horrores para ter direitos na Junta. Agora, o nosso objetivo será avançar cada vez mais no sentido de melhorar as condições para os usuários, pois nossa obrigação no serviço público é atender bem a população”, afirmou.

com informações da Assessoria.

 

Em Gravatá, vereadores e funcionários ficarão sem salários devido reprovação da LDO


20150120_094823-300x225A reprovação da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) de Gravatá ocorrida no ano passado já começou a refletir nas finanças da Câmara Municipal. Na manhã desta terça-feira (20) os funcionários e vereadores foram surpreendidos com a notícia de que não terão seus pagamentos referentes ao mês de janeiro deste ano creditados.

Segundo as primeiras informações, o Poder Executivo já teria transferido para as contas da Câmara o valor do repasse do duodécimo, mas estariam impossibilitados juridicamente em efetuar as transferências para os vereadores e funcionários pela falta de amparo jurídico. Ao contrário do que se esperava, o município não poderá trabalhar com o orçamento do ano anterior, o que impossibilitaria qualquer transação financeira.

Para amenizar a situação, o Executivo gravataense estaria elaborando uma medida emergência do tipo Crédito Especial para garantir o pagamento dos funcionários de ambos os poderes. Caso o pagamento seja efetuado sem o crédito especial, os Poderes Executivo e Legislativo podem responder por Crime de Responsabilidade Fiscal.

Gravatá Notícia 

Prefeito de Limoeiro alega dificuldade financeira e cancela Carnaval


thiago-prefeito-de-limoeiroBlog do Agreste

A programação do Carnaval de Limoeiro foi cancelada. O prefeito Thiago Cavalcanti justificou o cancelamento alegando dificuldades financeiras e o corte no repasse do Fundo de Participação dos Municípios (FPM). O gestor revelou que o orçamento da festividade estava orçado em R$ 170 mil. A verba tradicionalmente repassada à Associação Carnavalesca de Limoeiro (ACAL) de R$ 45 mil também foi cortada. O dinheiro era dividido entre as agremiações associadas, para confecção dos adereços de escolas de samba, ursos e bois de caboclinhos. O gestor municipal também confirmou que fará cortes nas despesas das secretarias municipais, mas não falou em cortes no quadro de servidores.

A notícia do cancelamento gerou inúmeros comentários nas redes sociais. “Quem tem condição de comprar uma fantasia e pagar uma mesa de 250 reais vai para o baile municipal. E quem não tem fica chorando o deserto na cidade. A prefeitura não tem planejamento. Porque não corta outras despesas desnecessárias. Repasses de subvenções para instituições que não vejo nada em prol da cidade. Porque não cortam muitos comissionados que batem um no outro dentro da prefeitura. Simplesmente, uma vergonha”, comentou Carlos Antônio. No último dia 09, quando anunciava a programação da Festa de São Sebastião, Thiago adiantava que faria mudanças na estrutura do Carnaval, inclusive colocando um banho de cheiro e mudando o horário das apresentações para o período da tarde. A diretoria da ACAL ainda não falou oficialmente sobre o assunto.

Ajuste fiscal de Dilma deixa Pernambuco sem opção de operações de crédito


Dilma acena para militantes em hotel de Brasília onde fez o discurso da vitória (Foto: Ueslei Marcelino/Reuters)

Lógico que o objetivo não é asfixiar os entes da federação, mas a nova equipe econômica de Dilma já informou aos Estado que eles não terão este ano a opção de realizarem operações de crédito, por conta do ajuste fiscal. Não haverá autorização para Pernambuco e nem para qualquer outro estado.

Essas operações de crédito precisam passar pela Comissão de Financiamentos Externos (COFIEX) e depois serem aprovadas no Senado e o governo Dilma, em um ajuste fiscal sem precedentes, já avisou que não planeja aprovar nenhuma ampliação da dívida pública.

Joaquim Levy já mandou o recado para o Secretário da Fazenda, Márcio Stefanni. Que já deve ter repassado o entrave para o chefe Paulo Câmara.

Na campanha, diante da constatação de que Dilma fechara as torneiras para Pernambuco, depois da briga com Eduardo Campos, os socialistas sempre citavam que poderiam contar com financiamentos externos.

Blog do Jamildo .

Sílvio Filho cobra mais transparência do Estado


(Foto: Divulgação)

(Foto: Divulgação)

Blog da Folha

O futuro líder da oposição na Assembleia Legislativa, Sílvio Costa Filho (PTB), já definiu a primeira tarefa como comandante do grupo. Na reabertura dos trabalhos da Assembleia Legislativa, após o recesso, ele pedirá formalmente ao Governo a senha do E-Fisco, sistema que reúne todas as informações administrativas e financeiras de gestão estadual. Atualmente, só o presidente da Comissão de Finanças tem acesso à senha, ao contrário do que ocorre na Câmara dos Deputados e no Senado, onde os líderes de oposição também possuem acesso às informações.

Silvio Costa Filho destaca que é função do legislativo fiscalizar as ações do governo e acha imprescindível que a liderança tenha acesso a dados fundamentais da administração pública estadual, sobretudo os relacionados ao exercício financeiro. O líder da oposição lembra que o governador do Estado, Paulo Câmara, tem origem no Tribunal de Contas do Estado (TCE) e que por isso mesmo deve ter a compreensão da importância do acesso a estas informações. “A oposição de Pernambuco não pode abrir mão deste instrumento de transparência”, reforça.

Onde está o dinheiro? Servidores da Educação e Saúde com salários atrasados em Vitória


capa pmvServidores dos setores da Educação e da Saúde da Prefeitura da Vitória de Santo Antão, na Zona da Mata, estiveram na sede do Poder Executivo na manhã desta sexta-feira (09/01), para exigir explicações do atual governo sobre as várias questões pendentes, sobretudo em relação aos salários de dezembro/2014, os quais não foram ainda pagos. Diretores do Sindicato dos Servidores Públicos do Município (Sindvisa) externaram descontentamento com a falta de diálogo por parte da Prefeitura e chegaram a ser recebidos pela Secretaria de Finanças, aguardando previsão para pagamento.

O Sindvisa foi comunicado de que os salários dos profissionais da Educação serão efetuados na terça-feira (13), enquanto os da Saúde dependem ainda de uma reunião de acerto na segunda-feira (12), conforme combinado com a Secretária de Administração e Finanças Ladjane Roberto e Flávio Costa, da Controladoria Geral.

Conforme cálculos do Colunista do Blog Elias Martins, as despesas com os dois principais pilares dos municípios, Educação e Saúde, observa-se em outubro de 2014 as seguintes despesas já efetivadas na Prefeitura de Vitória: Educação R$ 51,9 milhões e Saúde R$ 45,6 milhões.

A partir dos parâmetros da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), os municípios são obrigados a gastar no mínimo 25% Educação e 15% Saúde com recursos próprios.

Com as transferências federais e estaduais já concluídas em 2014, estes são os números que Vitória deve trabalhar para fechamento das contas do ano que encerrou, já inclusos os mínimos obrigatórios, ou seja, Educação R$ 59,3 milhões e Saúde – R$ 48,4 milhões.

“Pelo que se vê dos valores de outubro, constata-se que Vitória já havia gasto nas duas ações, algo em torno de R$ 8 milhões a mais do que o necessário. Isto gera falta de recursos em outros setores também importantes”, pontuou Elias Martins.

Segundo ele, de janeiro à outubro de 2014, enquanto a Prefeitura de Vitória deveria ter gasto algo em torno de R$ 81,2 milhões, gastou R$ 107,4 milhões.  “Simplesmente, R$ 26 milhões a mais com salários, média de R$ 2,6 milhões mensais. Excluídos os efeitos previdenciários, seriam algo em torno de 2.100 servidores comissionados ou contratos. Adicionalmente, muito mais que os atuais 1.900 efetivos. O desastre já estava anunciado. O Prefeito Elias Lira já foi multado pelo Tribunal de Contas cinco (05) vezes, em multas de R$ 18 mil por esta atitude. É um total descaso com a lei. E as autoridades fiscalizadoras só ficam nessa coisa de multar. A Lei chama isso de IMPROBIDADE”, reforça Martins.

faixa protesto PMVAs medidas radicais tomadas pelo Prefeito da Vitória de Santo Antão, Elias Lira (PSD), se deram coincidentemente durante e após os resultados das eleições de 2014, pelo qual seu filho, Joaquim Lira, sagrou-se eleito deputado estadual com os 27.711 votos apenas dos vitorienses. Para comprovar algumas destas medidas, as despesas adicionais em 2014, que possivelmente levaram o Município a esta situação foram:

Precisamente R$ 14 milhões com lixo, R$ 1,5 milhão com departamento jurídico, R$ 4,5 milhões de recursos próprios com Assistência Social, R$ 4,2 milhões em Cultura (destes, é bom frisar que R$ 3,2 mi com Bandas/atrações musicais), R$ 9,7 milhões com Infraestrutura (boa parte com as reformas de praças na área urbana de Vitória).

Para enriquecer mais ainda estas informações, Elias Martins explica que em todos os cinco anos da atual administração vitoriense, houve repasses de despesas de um ano para o outro, sinalizando que o Prefeito gastou mais do que arrecadou.

Confiram:

2009 – R$ 3.203.817,04; 2010 – R$ 1.728.961,00; 2011 – R$ 2.806.550,62;

2012 – R$ 5.932.199,61 e 2013 – R$ 2.690.360,34.

“Uma vez ou outra é até admissível, porém todos os anos é descontrole, ineficiência”, avaliou. Martins ainda observou que a Lei de Responsabilidade Fiscal não admite repasse de despesas do ano das eleições municipais para o outro mandato, mesmo que seja do próprio, e a administração Elias Lira jogou R$ 5.932.199,61 para o segundo mandato.  O TCE ainda não julgou estas contas de 2012.

 

 

Atraso nos salários de aposentados movimenta Secretaria de Finanças de Gravatá


(Foto: Clebson Amsterdan)

(Foto: Clebson Amsterdan)

Os funcionários se reuniram na manhã dessa quinta-feira (08) para debater entre outros assuntos o atraso salarial dos aposentados, que até a presente data não havia sido efetuado pelo município. Por maioria de votos, os funcionários optaram por cobrar esclarecimentos diretamente na Secretaria Municipal de Finanças e tentar um contato direto com a secretária responsável pela pasta, Rosineide Raimundo.

Os funcionários tiveram acesso ao gabinete da representante das finanças municipal e após alguns minutos de aguardo conseguiram falar com ela. Na conversa testemunhada por alguns funcionários, Rosineide Raimundo garantiu que nesta sexta-feira (09) o dinheiro seria creditado nas contas dos aposentados.

Na ocasião também estava presente o representante do Instituto de Previdência Social de Gravatá, Zaidan Lima Santos, que também justificou a motivação do atraso. Nem a secretária nem o diretor-presidente do IPSEG quiseram conversar com a imprensa sobre o assunto.

Com informações do Portal GN.

Paulo empossa 98 novos gestores governamentais hoje


(Foto: Flávio Fox / A Voz da Vitória).

(Foto: Flávio Fox / A Voz da Vitória).

Blog do Magno Martins

O governador Paulo Câmara (PSB) empossa, hoje, mais 98 novos gestores governamentais aprovados no concurso realizado pela Secretaria de Planejamento e Gestão (Seplag), em 2010 – foram ofertadas 220 vagas. A solenidade acontece no Auditório do Banco Central, na Rua da Aurora, às 10h. Inicialmente, a carreira do gestor governamental era denominada de analista de Planejamento, Orçamento e Gestão. Nomeados em dezembro passado, os novos gestores prestarão apoio às secretarias estaduais.

O Estado conta hoje com 102 analistas. Desses, 67 atuam na Secretaria de Planejamento em áreas como administrativa, monitoramento, gestão, financeira e orçamento. Nos núcleos setoriais estão outros 35. Eles atuam no apoio às pastas de Educação, Saúde e Defesa Social; no monitoramento das ações e execução do modelo de gestão.

Secretaria de Fazenda/PE encerra as inscrições nesta terça-feira


concursoCorreioWeb

A Secretaria da Fazenda de Pernambuco (Sefaz/PE) encerra, nesta terça feira (6), as inscrições para o concurso público que oferece quatro vagas. As chances são para o posto de julgador administrativo tributário do tesouro estadual, com salário de R$ 16.979,85. As inscrições podem ser realizadas por meio do site da Fundação Carlos Chagas (FCC), banca organizadora do certame. A taxa de participação é de R$ 196,13.

Para participar é preciso ser bacharel em direito e estar inscrito na Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). Para avaliar os candidatos, a banca aplicará duas provas objetivas, sendo uma de conhecimentos gerais e outra de conhecimentos específicos. As avaliações estão agendadas para os dias 7 e 8 de março, respectivamente. Haverá ainda prova discursiva em 21 de junho e, por fim, prova de títulos. Depois de homologado, o certame terá validade de dois anos, podendo ser prorrogado por igual período.

Concursos em PE encerram inscrição nesta terça


Rural mantem quatro câmpus, sendo dois na Região Metropolitana e dois no interior. Foto: Leopoldo Nunes / JC Imagem

(UFRPE vai prover seis vagas para professor – Foto: Leopoldo Nunes / JC Imagem)

Esta semana, dois concursos em Pernambuco têm seus prazos de inscrição finalizados. O certame do Tate oferece quatro vagas mais cadastro de reserva para o cargo de julgador tributário, com salário de R$ 22.118,19.

Já a Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE) vai prover seis vagas de professor, com remuneração inicial que vai de R$ 4.014 até R$ 8.639,50. Para os dois processos seletivos, o prazo final de inscrição é esta terça-feira (06).

Tate (Sefaz-PE)

Vagas: 04 (+cadastro de reverva)
Cargo: julgador Tributário do Tate
Nível: superior
Salário: R$ 22.118,19
Inscrições: até 06/01
Taxa: R$ 196,13
Prova: 07 e 08/03
Mais informações: www.concursosfcc.com.br

UFRPE

Vagas: 06
Cargo: professor
Nível: superior
Salário: de R$4.014 até R$ 8.639,50
Inscrições: até 06/01 (às 18h)
Taxa: R$190
Prova: 02/03
Mais informações: www.concurso.ufrpe.br

Com informações do Blog dos Concursos.

 

Inscrições que encerram na primeira semana de 2015


Blog dos Concursos

concursoO ano começou e não se pode esquecer dos concursos em andamento. Alguns deles já estão com os prazos de inscrição perto do fim. Apenas nesta primeira semana de janeiro, três deles têm seu prazo de participação finalizado. Em Pernambuco, são os certames do Tate e da UFRPE que encerram as inscrições. O primeiro oferece quatro vagas mais cadastro de reserva para o cargo de julgador tributário, com salário de R$ 22.118,19.

O segundo é o que proverá seis vagas de professor da UFRPE, com remuneração inicial que vai de R$ 4.014 até R$ 8.639,50. Para os dois, o prazo final de inscrição é a terça-feira (06). Também está perto do fim a inscrição do concurso promovido pelo Instituto Nacional do Câncer (Inca), do Rio de Janeiro. Interessados a se candidatar a uma das três vagas de pesquisador devem preencher o formulário de participação até a segunda-feira (05). Os salários variam de R$ 4.544,05 a R$ 10.742,87.

Tate (Sefaz-PE)
Vagas: 04 (+cadastro de reverva)
Cargo: julgador Tributário do Tate
Nível: superior
Salário: R$ 22.118,19
Inscrições: até 06/01
Taxa: R$ 196,13
Prova: 07 e 08/03
Mais informações: www.concursosfcc.com.br

UFRPE
Vagas: 06
Cargo: professor
Nível: superior
Salário: de R$4.014 até R$ 8.639,50
Inscrições: até 06/01 (às 18h)
Taxa: R$190
Prova: 02/03
Mais informações: www.concurso.ufrpe.br

Inca (RJ)
Vagas: 03
Cargo: pesquisador
Nível: superior
Salário: de R$ 4.544,05 a R$ 10.742,87
Inscrições: até 05/01
Taxa: R$180
Mais informações: www.inca.gov.br 

 

 

 

Foi abandonado pelo prefeito? Então ex servidor da Prefeitura de Vitória, conheça seus direitos


prefeitura de vitóriaPor Elias Martins

Ao longo dos últimos dias, tenho sido abordado sobre assuntos ligados a esta série de acontecimentos que tomaram de sobre salto os bastidores da Prefeitura da Vitória de Santo Antão, na Zona da Mata.

Para responder a todos com maior agilidade e clareza, utilizarei-me deste Portal que hoje é um dos mais vistos e conceituados da região.

Vamos as perguntas:

COMISSIONADO tem direito a indenização no momento de sua exoneração?

Sim, mas com algumas ressalvas.

TEM DIREITO – Salário proporcional – dependendo do dia da exoneração dentro do mês; Décimo Terceiro Proporcional – no caso, 11/12 (onze, doze avos);

Férias – se tirou férias após doze meses de contrato, só tem direito as     proporcionais do período aquisitivo 2014/2015, se não tirou férias ou se ela não aparece no seu contra-cheque nos últimos 22 meses, é computado todo o período.

NÃO TEM DIREITO – Aviso Prévio e FGTS.

CONTRATADO tem direito a indenização no momento de sua exoneração?

Sim, os mesmos dos comissionados, adicionada a indenização por Quebra de Contrato.

Abaixo exemplifico duas condições individuais:

Exemplo de Cargo Comissionado com salário de R$ 1.500,00, com posse em 01.01.2013 e exoneração em 01.12.2014:

Salário – R$ 50,00 – R$ 4,00 (INSS) = R$ 46,00

Décimo Terceiro Proporcional (11/12) – R$ 1.375,00  – R$ 123,75 (INSS) = R$ 1.251,25

Férias – Férias Vencidas R$ 1.500,00 + 1/3 Férias Vencidas R$ 500,00 = R$  1.500,00

Férias Proporcionais R$ (11/12) – R$ 1.375,00 + 1/3 Férias Prop. R$ 458,33 = R$ 3.833,33

Total de Indenização: …………………………………………………………………………………R$  5.130,58

Exemplo de Contrato com salário de R$ 1.000,00, com posse em 01.01.2013 e exoneração em 01.12.2014:

Salário – R$ 33,33 – R$ 2,67 (INSS) = R$ 30,67

Décimo Terceiro Proporcional (11/12) – R$ 916,67  – R$ 73,33 (INSS) = R$ 843,33

Férias – Férias Vencidas R$ 1.000,00 + 1/3 Férias Vencidas R$ 333,33 = R$  1.333,33

Férias Proporcionais R$ (11/12) – R$ 916,67 + 1/3 Férias Prop. R$ 305,56 = R$ 2.555,56

Quebra de Contrato – R$ 483,87

Total de Indenização: …………………………………………………………………………………R$  3.913,43

Nos dois casos, considera-se que o servidor não gozou férias desde sua contratação, com duração de 23 meses.

A partir destas informações, estima-se que a Prefeitura da Vitória de Santo Antão acaba de gerar um PASSIVO TRABALHISTA de aproximadamente R$ 18 milhões, aproximadamente 9% de toda receita anual de 2014.

O caminho é mais complicado, pois não é discutido na Justiça do Trabalho, deveria tramitar pela Justiça Comum – Vara Pública, que não existe ainda em Vitória de Santo Antão, e acaba sendo discutido nas Varas Cíveis.

Paciência e Boa Sorte!                 

Feliz 2015!

 elias martins

 

Por Elias Martins, colunista do Blog.

 

 

 

 

 

Página 1 de 1512345...10...Última »