Arquivos da Tag: Eleições 2012

Pernambuco tem 86 candidaturas impugnadas pela Ficha Limpa


NE 10

Em todo o Estado de Pernambuco, 86 candidaturas a prefeito, vice-prefeito e vereador foram barradas pela Lei da Ficha Limpa. Na primeira eleição municipal afetada pela legislação que entrou em vigor em junho de 2010, centenas de casos foram registrados nos Tribunais Regionais do País, podendo passar dos milhares até o final desta semana. O Estado com maior número de nomes foi o Ceará, com 209 registros. Como muitos dos candidatos listados ainda podem recorrer ao Tribunal Superior Eleitoral, alguns municípios devem esperar até depois do dia 28 de outubro, data do segundo turno, para conhecer todos os seus representantes.

Na lista pernambucana aparecem 70 candidatos a vereador barrados, somados a mais 14 nomes de candidatos a prefeito e mais dois a vice-prefeito. Dentre os municípios do Estado, Jaboatão dos Guararapes aparece com o maior número de candidatos impugnados, um a prefeito e nove a vereador, seguido de Igarassu, com 8 nomes de postulantes à câmara municipal. A capital Recife aparece na lista com apenas o nome de um candidato a vereador.

O Ceará, campeão da lista, tem 62 candidatos a prefeito barrados, 49 a vice-prefeito e 98 a vereador de diversos municípios, com exceção de Fortaleza, que não está na lista. Em segundo lugar aparece Minas Gerais, com 152 impugnações. Os estados nordestinos do Ceará, Maranhão, Paraíba, Pernambuco e Sergipe somaram 389 enquadramentos na Lei. Acre, Alagoas, Bahia, Goiás, Paraná, Piauí, Rio de Janeiro e Rio Grande do Norte não estão na relação porque seus respectivos Tribunais Regionais não enviaram suas listas.

 

Em Glória de Goitá, adversário acusa grupo do prefeito de tentar matá-lo


Folha de Pernambuco

Uma tentativa de homicídio entre militantes ocorrida na última sexta-feira, acende um clima de tensão entre o atual prefeito do município de Glória do Goitá, Djalma Paes (PSB), e o candidato do PTB, Zenilto Miranda. De acordo com o petebista, o homem acusado de atirar contra um militante seu seria ligado ao prefeito e trabalhava como guarda municipal, além de fazer segurança no hospital do município. A confusão teria acontecido a cerca de 200 metros do comício de Miranda. “Me contaram que o rapaz não falou nada de mais. Só disse: ‘aperreia, Miranda! Depois disso, o cara puxou a arma e falou: o tiro era para o Dr. Miranda, mas você foi tirar onda’. Além disso, várias pessoas na cidade contaram que ele passou a semana dizendo que iria me matar”, relatou Zenilton Miranda.

Mesmo não acusando diretamente o adversário, Miranda questionou até que ponto o prefeito não está envolvido, já que o candidato a vice Nildo Caboclo (PSL), junto com o advogado da prefeitura Vadson Almeida (PSD), que disputa como vice, em Feira Nova, na chapa de Danilson Gonzaga (PT), teriam ido à delegacia para tentar soltar o preso. “Se eu sou prefeito, por que o meu vice vai tentar soltar o cara, e por que o advogado da prefeitura foi pra lá?”, questionou.

Nildo, no entanto, negou que tenha ido à delegacia e disse se tratar de uma calúnia. “Isso é uma versão dele, pois é uma eleição que é baseada em mentiras. Quando a gente fala uma coisa, a gente tem que ter a prova. O pai do rapaz que foi a vítima é nosso amigo“, disse Nildo. Em sua defesa, o prefeito chamou Miranda de mentiroso. “Esse cara já espalha tanta mentira nesse mundo, que é uma coisa extraordinária. Agora, a questão do advogado da prefeitura, é que a irmã do rapaz (acusado) é diretora de uma escola no município. Ele tem também uma irmã que é advogada e que inclusive, é eleitora do nosso adversário”, rebateu Djalma. Ainda de acordo com o prefeito, tudo não passa de uma tentativa desesperada de o incriminar em final de campanha.

 Conheça melhor este caso: Militante sofre tentativa de homicídio.

 

Eleitores votarão sem saber se candidatos são ficha suja


Agência Brasil

Regendo sua primeira eleição, a Lei da Ficha Limpa levou ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) pedidos de impugnação de 1.361 candidaturas de prefeitos, vice-prefeitos e vereadores em todo o País. Apesar de a votação ocorrer no próximo domingo (7), no entanto, a grande maioria dos políticos sob suspeição disputará o voto do eleitorado sem saber se será enquadrada como ficha suja.

A incerteza vai marcar a eleição porque o plenário do TSE não conseguirá julgar todos os processos antes do próximo domingo. Até lá, estão previstas, inicialmente, duas reuniões da Corte, hoje (2) e quinta-feira (4). Contudo, há a possibilidade de os ministros decidirem por sessões extras para acelerar o julgamento dos processos.

Além dos casos motivados pela Lei da Ficha Limpa, o TSE também tem que analisar milhares de outras ações envolvendo registros de candidaturas. Nos casos em que não houver deliberação da Justiça Eleitoral, os candidatos concorrerão no próximo domingo sub judice e os votos serão computados normalmente.

Contudo, a vitória nas urnas não será a garantia de posse no cargo ao qual disputou. Isso porque, se posteriormente o candidato tiver o registro impugnado pelo TSE, os votos serão considerados nulos. O Tribunal analisará caso a caso qual será o procedimento nas situações em que o vencedor tenha seu registro cassado.

 

Vavá Rufino denuncia “conspiração antidemocrática” contra sua candidatura à prefeitura de Moreno


Blog Inaldo Sampaio

Vavá Rufino – Crédito: Blenda Souto Maior/DP/D.A Press

O ex-prefeito de Moreno, Vavá Rufino (PSDB), enxerga uma “conspiração antidemocrática” do seu próprio partido contra o seu desejo de disputar a prefeitura pela quinta vez nas eleições de domingo próximo.

Vavá briga internamente contra o próprio PSDB, que decidiu por meio da cúpula que o seu candidato lá não é ele e sim Adilson Gomes Filho, o “Dilsinho” (PSB).

O tucano recorreu ao TRE e perdeu a parada mas entrou com novo recurso no Tribunal Superior Eleitoral, que, por decisão monocrática do ministro Marco Aurélio, arquivou o recurso, sem julgamento de mérito, porque ele foi protocolado fora do prazo (intempestivo).

Adilson Filho acha que Vavá perdeu o prazo, “de propósito”, para depois alegar no município que só não foi candidato porque a Justiça não deixou.

“Ele (Vavá) é assistido por um escritório que tem 10 advogados, entre os quais Delmiro Campos, que é um dos melhores de Pernambuco. Como é que esse pessoal perderia um prazo na Justiça? Não dá para acreditar”, declarou o socialista.

 

Onze cidades pernambucanas terão voto biométrico nas eleições 2012


G1PE

Em 2012, onze cidades de Pernambuco terão o voto biométrico, onde o eleitor é identificado por meio da impressão digital. Moradores de Caruaru, Aliança, Catende, Cupira, Itamaracá, Itapissuma, Macaparana, Rio Formoso, Sanharó, Tamandaré e Vicência testarão o novo sistema no próximo domingo (7).

Luiza dos Santos, de 84 anos, e Francisco Joaquim dos Santos, 88, já passaram por várias etapas em relação às eleições no Brasil, indo do papel às urnas eletrônicas. Pela lei, o voto para eles é facultativo, mas, ainda assim, eles não abrem mão desse direito. “Era com papel; a gente ia e colocava na urna. Agora é mais fácil”, disse Luiza. “O cidadão, para ser cidadão, tem que votar”, completou Francisco.

A costureira Jéssica Medeiros, assim como o casal de idosos, compartilha da opinião de que o voto é importante para o fortalecimento da democracia. “É um dever, um direito nosso de cidadão, que devemos exercer perante a sociedade”, comentou. Por serem moradores de Caruaru, os três ainda têm dúvidas a respeito do voto biométrico, que será aplicado na cidade, dona do quinto maior colégio eleitoral do Estado, com 185.863 pessoas aptas a votar.

Saiba mais clicando AQUI

TCE identifica irregularidades na folha das Câmaras de Carpina e Itaquitinga


Câmara Municipal de Carpina

TCE/PE

Auditoria Especial realizada pelo TCE na folha de pagamento das Câmaras de Vereadores de Carpina e Itaquitinga foi julgada irregular pelos conselheiros da Segunda Câmara. De acordo com o conselheiro e relator de ambos os processos, Romário Dias, na documentação enviada ao TCE, por meio eletrônico, pelo presidente da Câmara de Carpina, Edilson Gomes da Silva, foram identificadas diversas irregularidades no período compreendido entre janeiro de 2009 e maio de 2010.

As principais foram: pagamento a servidor domiciliado em outro Estado, pagamento a pessoas físicas que não constam do cadastro de pessoal, acumulação indevida de cargos públicos e de aposentadorias, servidores ativos com mais de 80 anos de idade (o que é vedado pela Constituição) e quantitativo de servidores temporários superior ao dos efetivos. Os gastos com a folha no período auditado totalizaram R$ 3.439,744,32.

Os conselheiros determinaram ao presidente da Câmara Municipal a correção de todas as falhas, desligando os servidores que se encontram em situação irregular e instaurando uma Tomada de Contas Especial para apuração dos achados negativos.

ITAQUITINGA – Com relação à Auditoria de Itaquitinga, cujo interessado é o vereador Roque João dos Santos, o TCE identificou no mesmo período as seguintes irregularidades: pagamento a servidores com CPF inexistente ou inválido, pagamento a pessoas físicas cujos nomes não constam do cadastro de pessoal e acumulação indevida de cargos. Os gastos com a folha no período auditado totalizaram R$ 544.637,22.

O TCE determinou ao atual presidente da Câmara que afaste da folha os servidores que estão em situação irregular e instaure uma Tomada de Contas Especial para apuração dos fatos e também de responsabilidades.

 

Em Água Preta, Souto diz que continua candidato


Folha de Pernambuco

O candidato à Prefeitura de Água Preta pelo PDT, Armando Souto, declarou ontem, que continua na disputa do pleito eleitoral deste ano, mesmo tendo sua candidatura indeferida pelo Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco (TRE-PE). De acordo com ele, na última sexta-feira, o próprio juiz da 38ª Zona Eleitoral, Carlos Eugênio, reafirmou isso durante entrevista de rádio. “Eu continuo candidatíssimo, conforme o próprio juiz de Água Preta confirmou em entrevista à rádio Cultura dos Palmares”, explicou.

Segundo o portal do registro das candidaturas do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o Divulgacand, o candidato pedetista está indeferido com recurso. De acordo com informações do cartório Eleitoral de Água Preta, ainda não existe uma resposta concreta do TSE, que ateste se o postulante não poderá disputar as eleições municipais, e por isso, ele continua candidato. Na última sexta, o candidato disparou críticas contra o presidente do seu partido, o Zé Queiroz, a quem chamou de capacho do governador Eduardo Campos, já que resolveu apoiar o PSB de Eduardo Coutinho, candidato à reeleição.

Na terça-feira da semana passada, pessoas ligadas ao atual prefeito denunciaram que militantes de Armando teriam tentado invadir a prefeitura, em um ato de vandalismo, revoltados com a decisão do Supremo. Contudo, Souto deu a sua versão para o fato. “Os militantes deram tapas na porta da prefeitura. O vigilante abriu. O meu filho foi lá com a polícia e bateu uma foto. E depois dessa foto danificaram a fechadura pra dizer que foi vandalismo. Nao houve invasão nenhuma à prefeitura. Houve um protesto dos militantes, pela decisão da ministra, de ter votado contra a minha candidatura”, disse.

 

Prisão de eleitores está proibida a partir desta terça


Agência Brasil

A partir de desta terça (2), até a o próximo dia 9, está proibida a prisão ou detenção de eleitores. No entanto, há exceções em casos de flagrante delito ou sentença criminal condenatória por crime inafiançável e desrespeito a salvo-conduto.

A norma está na legislação eleitoral e vigora a cinco dias das eleições municipais, quando cerca de 140 milhões de pessoas deverão ir às urnas para escolher prefeito e vereador.

A quinta-feira (4) é o limite para os candidatos fazerem campanhas de rua e comícios. Também a partir dessa data os juízes eleitorais poderão expedir salvo-conduto em favor de eleitor ameaçado de violência moral ou física que ponha em risco sua liberdade de votar. Este também é o último dia para a veiculação da propaganda eleitoral gratuita nas emissoras de rádio e televisão, assim como reuniões públicas, a realização de comícios e a utilização de aparelhagem de sonorização.

Na sexta-feira (5), dois dias antes das eleições, será o último momento para a divulgação paga, na imprensa escrita e na internet, do jornal de propaganda eleitoral. O sábado (6), véspera da votação, é o último dia para o eleitor receber a segunda via do título. Também é a última oportunidade de fazer propaganda eleitoral usando alto-falantes e amplificadores de som.

As votações, no dia 7, ocorrem das 8h às 17h. Nesse dia, os eleitores podem manifestar publicamente suas preferências, usando camisas, bonés e adereços dos candidatos, mas é proibida a propaganda eleitoral por grupos de pessoas e carros de som. A partir do fechamento das urnas, haverá a emissão dos boletins, o início da apuração e da totalização dos resultados.

 

Construindo pontes


por Valdemiro Cruz

Alguns pedidos de leitores fizeram com que essa postagem chegasse até aqui, muito embora, quando o cidadão expõe um ponto de vista, de modo independente e de forma verdadeira, nem sempre é entendido, principalmente por pessoas que têm entre suas atribuições prover o bem comum, administrar pessoal e recursos de forma voltada ao atendimento de necessidades coletivas, função para qual foram votados, escolhidos.

Ao longo de muitos anos, o povo foi manipulado, seja através de promessas, de futuras vantagens e até por ameaças de monitoramento de votos, coisa dos antigos “coronéis”.

Graças a esses recursos, muitos conseguiram dominar seus redutos (currais eleitorais) por vários anos, consagrando famílias como verdadeiros representantes da vontade do povo, dos eleitores sob seu absoluto domínio. São exemples bastantes conhecidos por exposição da mídia: ACM na Bahia e SARNEY no Maranhão. O domínio exercido sobre os eleitores dessas localidades era tamanho, alimentam o folclore da política, tanto que certa vez ACM entrevistado a respeito do resultado das urnas, afirmou: “O povo da Bahia pode escolher qualquer candidato, DESDE QUE, vote em mim.” e encerrou a entrevista com um sorriso irônico.

No Maranhão, o domínio da saga SARNEY é evidenciado pela denominação absoluta em tudo que você possa enxergar: praças, escolas, ruas, travessas, avenidas, hospitais e até cemitério tem nome em homenagem a famigerada família.

O povo tem se libertado vagarosamente dessa coação e já chegou a derrotar em pleitos anteriores figuras que se julgavam imbatíveis nas urnas. Coisas da modernidade, anseios de libertação, desejos de escolher, direito a voto livre garantido pela Justiça Eleitoral, pela Democracia, pela CONSTITUIÇÃO.

Por aqui, algumas práticas já manjadas, ainda seduzem eleitores, promessas de obras que não são construídas, publicidade e divulgação de obras que nunca aconteceram, liberação de áreas públicas para construções (invasões) particulares, além da utilização sistemática de veículos de comunicação para promoção pessoal ou acusação irresponsável de fatos que atribui aos adversários.

Verdade é que essa política suja e vergonhosa não cabe mais no convívio de nosso povo, nossa gente. A escolaridade, a industrialização e a empregabilidade de nossa sociedade, de nossa região, asseguram menores “vínculos” de dependência implantados por políticos matreiros que não tem outra atividade além da politicagem. São viciados em poder e prestígio político, arrastam familiares querendo perpetuar-se politicamente como mitos, usando o dinheiro e a força para conseguir seus objetivos. Não constroem amizades, não conquistam pela simplicidade, não cultivam o verdadeiro valor que o povo merece. O povo é percebido, apenas, como (meu) eleitor. O que se espera de um político é aquele elemento que constrói, que traz expectativas de dias melhores, que gerencia com lisura e competência os recursos públicos, que suas obras não fiquem irresponsavelmente incompletas, inacabadas, obsoletas, irrecuperáveis, obras de fachada e sem serventia, desperdício de recursos, interesses apenas publicitário para tirar oportuno proveito eleitoreiro. Construir é positivo e necessário, pontes são elos imprescindíveis ao futuro.

Tomando como exemplos pontes físicas, materiais, onde o concreto e o cimento eternizam a mobilidade de uma comunidade que se sente excluída e prejudicada no seu acesso aos outros bairros, justifica-se a alegria, a satisfação a empolgação de estampar no rosto um sorriso e no coração um agradecimento, um grito de vitória. Assim é que outras pontes necessitam ser erguidas, pontes que façam fruir incessantemente a dignidade e a honestidade, a paz e a esperança, o trabalho e as conquistas.

A esperança do povo é que novas pontes surjam a cada dia, seguras, com dimensão e altura suficientes para que transite livremente, por cima o povo tranquilo, feliz e conscientemente livre, por baixo, toda sujeira e entulho que não faz bem a ninguém, toda lama, toda poluição, todo mau cheiro que possa exalar.

A escravidão negra foi abolida, a liberdade de escolha de nossos representantes está legalmente garantida e não poderá ser ameaçada por ninguém nem por nada, exerça esse direito.

As autoridades que antigamente ignoravam certas irregularidades, hoje estão mais próximas do povo, mais atuantes, transmitem segurança, pugnam pela ordem e o respeito a todos, forçam o enquadramento dos mais ousados, neutralizam a ação dos mais violentos e não contemporizam com os reincidentes. O povo agradece… e festeja.

 

por Valdemiro Cruz,

Colunista do Blog.

 

 

 

Em Palmares, João Bezerra assina o Pacto Pela Juventude


Blog do Jamildo

O candidato a prefeito de Palmares pelo PSB, professor João Bezerra, realizou um comício no último sábado (29) na Praça Bispo Pereira Alves. O Candidato João Bezerra (PSB) assinou um documento que norteia as políticas públicas para a juventude palmarense, servindo de base para a gestão do próximo prefeito da cidade.

As propostas foram sugeridas pela entidade da sociedade civil organizada, Pacto pela Juventude, e estão divididas em nove pontos prioritários: acesso à educação; ao trabalho; à saúde; à cultura e lazer; além do enfrentamento ao uso de drogas e o fortalecimento da interface do segmento com o Poder Público e os demais canais de comunicação.

“Hoje tenho a alegria de assinar esse documento como uma proposta nossa. No meu governo, todas as secretarias vão considerar os aspectos e as características da juventude e, assim, como teremos uma secretaria de Políticas Públicas de Juventude, faremos uma política dirigida pela juventude, mas que levará a justiça social para os todos os palmarenses”, discursou João Bezerra.

Estiveram no ato a vice da sua chapa, Carolina Lyra (PSD); o deputado estadual João Fernando Coutinho (PSB); a vereadora do Recife Marília Arraes (PSB); o Secretário Estadual de Educação, Anderson Gomes; a Secretária Estadual da Mulher, Cristina Buarque; a Secretária Nacional do PSB Mulher, Dora Pires; o Secretário Executivo de Articulação, Joelson Rodrigues; e lideranças locais como os ex-prefeitos Enoelino Magalhães e Chiquinho, ambos do PSB.

 

Após compra de votos flagrada em vídeo, candidato do PSB a prefeito no Sertão tem candidatura impugnada


Com informações do Blog do Jamildo

O candidato a prefeito de Dormentes pelo PSB, Roniere Macedo Reis teve sua candidatura impugnada após decisão, no último domingo (30), do juíz Francisco Josafá Moreira, da 107ª Zona Eleitoral. O candidato do PSB é acusado de compra de votos e apoio político no município de Dormentes, no Sertão de Pernambuco.

A decisão foi em primeira instância e o candidato Roniere (PSB) ainda pode recorrer.O flagrante da compra de votos foi publicado com exclusividade no Blog de Jamildo em 11 de setembro.

De acordo com o que é investigado pela Justiça Eleitoral, os candidatos a vereador Cícero Carlos e Renicláudio Menezes, ambos do PTB, foram procurados por representantes da Frente Popular para “negociar” um possível abandono do palanque da sua coligação original, passando a apoiar o candidato da Frente Popular.

Leia mais AQUI

Ministro do TSE indefere recurso de Vavá Rufino, em Moreno


Vavá Rufino – Crédito: Blenda Souto Maior/DP/D.A Press

Blog do Inaldo Sampaio

O ex-prefeito Vavá Rufino (PSDB) está definitivamente fora da disputa eleitoral pela prefeitura de Moreno. O recurso impetrado por ele no TSE contra decisão do Tribunal Regional Eleitoral, que negou registro à sua candidatura, foi considerado “intempestivo” pelo ministro e relator do processo, Marco Aurélio Mello, por ter sido ajuizado fora do prazo.

Vavá deverá ser substituído na chapa tucano pelo petebista Edmilson Cupertino, que já foi vereador na cidade e vice-prefeito de Edvard Bernardo (PMDB).

Vavá ocupava a segunda colocação na corrida eleitoral pela prefeitura de Moreno, perdendo para o candidato do PSB, Adilson Filho, o “Dilsinho”, que é o 1º colocado em todas as pesquisas.

 

Militante sofre tentativa de homicídio em Glória do Goitá


O militante de um candidato a Prefeito do Município de Glória do Goitá, identificado por Ailton Vicente dos Santos, 28 anos, residente na Vila da Caixa, naquela cidade, trafegava com sua família em um veículo Gol de placa KJI-4649, quando foi surpreendido por outro homem, identificado como Elias José da Silva, 43 anos, que sacou um revólver calibre 38 e efetuou diversos disparos contra o automóvel conduzido pela vítima, que apenas ficou ferida por estilhaços de vidro.

O acusado pelos disparos foi preso em flagrante, sendo autuado no Plantão da Delegacia da Vitória de Santo Antão. Contra ele, foram atribuídos os crimes de porte ilegal de arma de fogo e tentativa de homicídio. De acordo com as primeiras informações, o crime foi praticado apenas pelo fato da vítima ter em seu carro adesivos da oposição (oposto a opção do acusado).

 

Polícia apreende material de campanha de candidato a prefeito de Ibimirim, no Sertão


Com informações do NE 10

A Polícia Militar da cidade de Ibimirim, no Sertão de Pernambuco, apreendeu no último sábado (29) R$ 39 mil, 330 camisas vermelhas com santinho dos candidatos governistas, além de 200 camisas verdes, bandeiras, um veículo, material impresso e envelopes com dinheiro.

O material, pertence ao candidato Silvio Eraldo (PR), estava na casa do atual prefeito Padre Marcos, que apoia Silvio.

A apreensão foi realizada depois que a Polícia recebeu denúncias de compras de votos e abuso de poder econômico. Todo o material de campanha do candidato foi levado para o Fórum.

 

Site criado pelo TSE para Ficha Limpa está desatualizado


A uma semana da primeira eleição brasileira com a lei da Ficha Limpa em vigor, o cidadão pode enfrentar dificuldades para se informar sobre o passado de seus candidatos a prefeito e vereador. O site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) mantém a ferramenta divulgacand 2012 que reúne informações sobre todos os candidatos, incluindo espaços para declarações de bens, certidões criminais e o quanto está sendo gasto na campanha.

O problema é que as informações sobre as certidões criminais estão desatualizadas apesar de o prazo para entrega de documentos ter sido encerrado em 5 de agosto. Muitos dos documentos arquivados tratam de outros assuntos e não se o candidato já respondeu a inquéritos ou ações judiciais por improbidade administrativa, assalto a mão armada ou homicídio.

O usuário pode ser surpreendido com a cópia de um histórico escolar da época em que o político frequentava o ensino fundamental, reprodução da declaração de renda (que deveria estar no ícone destinado a declarar o patrimônio) ou documentos redigidos de próprio punho de que é alfabetizado.

A Justiça Eleitoral do Rio admite a desatualização e alega que as informações foram entregues no fim do prazo de 30 dias estipulado para o registro dos candidatos. Mas reconhece que o sistema ainda precisa ser aperfeiçoado, pois o divulgacand 2012 com as certidões criminais é um avanço e uma importante ferramenta para o eleitor.

Saiba mais AQUI.

Página 10 de 60« Primeira...89101112...203040...Última »