Arquivos da Tag: COMPESA

Tony Gel aponta desperdício de água no Estado


(Foto: Kylvio Almistron / Arquivo / A Voz da Vitória).

O desperdício de água em Pernambuco foi tema de pronunciamento do deputado Tony Gel, do PMDB, nesta quarta (11). Ele registrou uma matéria do Diario de Pernambuco, publicada no último sábado (7), a respeito do assunto. Segundo o parlamentar, ao sair da estação de tratamento até chegar ao consumidor, mais de 60% de água é desperdiçada.

De acordo com Tony Gel, o Nordeste é a terceira região com maior perda hídrica do Brasil. Ele também informou que, em Pernambuco, as cidades com mais dificuldades são Paulista, Olinda, Recife e Caruaru.

O parlamentar ainda ressaltou que a humanidade cresce, o consumo aumenta e a água potável só diminui. O deputado acrescentou que a população enfrenta problemas como a poluição dos mananciais. Ele destacou a lei estadual, baseada em projeto de sua autoria, que estabelece normas para armazenamento e reaproveitamento das águas das chuvas, possibilitando o uso de recursos hídricos com sustentabilidade.

Ainda nessa quarta, a deputada Laura Gomes, do PSB, também analisou o tema. A parlamentar ressaltou a importância do reaproveitamento da água e sugeriu que a iniciativa seja debatida com os Governos Estadual e Federal.

Com informações da Assembleia Legislativa de Pernambuco.

WhatsApp: obra paralisada causa transtornos no Bairro do Maranhão em Vitória


(Foto: Wholassy Padilha / WhatsApp)

Através do WhatsApp, um leitor do Portal A Voz da Vitória, denuncia a paralisação de uma obra, que segundo ele é da Prefeitura e causa transtornos no Bairro do Maranhão em Vitória de Santo Antão.

De acordo com o leitor, o serviço está paralisado há cerca de duas semanas e o canteiro de obras acaba prejudicando a vida dos moradores. Com a obra parada, o esgoto está exposto, causando mau cheiro.

WhatsApp do Portal A Voz da Vitória – (81) 9992.9364

 

 

Justiça Federal condena Compesa a restaurar 37 estações de tratamento de esgoto


O juiz Federal titular da 2ª Vara Federal, Francisco Alves dos Santos Júnior, condenou a Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa), obrigando-a a restaurar 37 Estações de Tratamento de Esgoto (ETEs) do Estado. O juízo determinou ainda que a companhia deverá realizar as obras em até cinco anos, de acordo com cronograma apresentado pela própria Compesa, sob pena de pagamento de multa diária de R$ 10 mil por cada ETE não recuperada dentro do prazo.

Em 2011, o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente (Ibama) entrou com ação contra a Compesa, solicitando que o tratamento de esgoto fosse adequado aos padrões ambientais exigidos pela Agência Estadual de Meio Ambiente (CPRH) e pelo Conselho Nacional do Meio Ambiente (Conama). De acordo com laudos técnicos do Ibama, os dejetos estavam sendo lançados nos rios e no solo sem nenhum tratamento ou com tratamento deficiente, em rios como o São Francisco, Beberibe, Jiquiá, Timbó, Ipojuca, São Domingos, Una, Paratibe, Morojozinho e Formoso.

Em vistorias realizadas pelo Ibama e pelo CPRH, foram verificadas falta de manutenção nos ETEs Abençoada por Deus, Apipucos, Barra de Jangada, Cabanga, Dom Hélder, Peixinhos, Rio Formoso, Saramandaia, Moreno, Nazaré da Mata, Jardim Planalto, Janga, Jardim Paulista, Jardim Uchôa, Caçote, Mangueira, Engenho do Meio, Roda de Fogo, Cabo de Santo Agostinho, Caruaru I e II, Petrolina Loteamento Recife, Petrolina – Manoel dos Arroz, Petrolina – Cohab IV, Petrolina Cohab VI, Petrolina Porto Fluvial, Petrolina – Rio Corrente, Petrolina – João de Deus, Petrolina – Ouro Preto, Petrolina – Vila Marcela, Praia Grande, Rua do Rio, Parque Capibaribe, Sirinhaém, Vila Buriti II, Vila Cardeal e Vila Felicidade. Em algumas, foi constatado equipamentos imprescindíveis ao tratamento quebrados, como reatores, decantadores e filtros, além do leito de secagem tomado pelo mato.

A Compesa já havia sido oficiada pelo Ibama a prestar esclarecimentos sobre as condições de funcionamento de suas ETEs em 2011, mas não teria respondido aos três ofícios que lhe foram enviados. Um ano antes, em 2010, o Sistema Nacional do Meio Ambiente (Sisnama) também teria lavrado contra a companhia dois autos de infração, pois foi verificado o despejo de esgoto sem tratamento no bairro do UR-07, Zona Sul do Recife e no bairro do Cedro, em Caruaru.

“A própria Compesa confessa que vem causando danos à natureza, jogando nos rios e mares que banham o Estado de Pernambuco detritos de esgotos sem tratamento, tratamento esse que é obrigada a fazer, para o que recebe a integralidade da receita de uma contribuição social paga pelos pernambucanos, denominada taxa de esgoto”, destacou o magistrado.

 

Moradores de Bonança bloqueiam BR-232 em protesto


Foto: Berg Araújo/Twitter

Os manifestantes reclamam contra a falta de água pela segunda vez em menos de 15 dias. O grupo ateou fogo em pneus para interditar os dois sentidos da via

do JC Online

Manifestantes fecharam a BR-232 no final da tarde desta sexta-feira (9) na altura de Bonança, no município de Moreno, na Região Metropolitana do Recife. O grupo é formado por moradores da comunidade, que reclamam contra a falta de água. Eles queimaram pneus para interditar os dois sentidos da via, o que levou motoristas a comentarem o protesto nas redes sociais. Por volta das 19h, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) postou em seu perfil do Twitter que a via foi desobstruída. Há relatos de que os moradores organizam-se para voltar a interditar a rodovia.

O protesto aconteceu no quilômetro 35,4 da BR-232, movimentado por cerca de 100 pessoas desde as 17h. Os pneus e entulhos queimados na pista criaram uma grande nuvem de fumaça preta que se espalha pela localidade.

A PRF está no local, tentando negociar com os manifestantes. Eles também orientam o trânsito, para aliviar o grande congestionamento de cerca de 20 quilômetros que se formou nos dois sentidos. A jornalista Ana Luisa Erthal seguia de Gravatá para o Recife com a família e disse que se deparou com o engarrafamento no começo de Vitória de Santo Antão. “Alguns motoristas estão parando no primeiro posto de gasolina BR logo após a descida da Serra das Russas para esperar que o tráfego desafogue. Tem horas que o trânsito pára completamente”, contou a jornalista.

O Corpo de Bombeiros também foi acionado e enviou uma viatura para o local. O Corpo de Bombeiros apagou as chamas do bloqueio.

 

Cabo e Nazaré da Mata devem analisar plano de amostragem da água


Prefeitos do Cabo de Santo Agostinho, Vado da Farmácia, e Nazaré da Mata, Nado Coutinho receberam recomendação do MPPE.

O Ministério Público de Pernambuco expediu recomendações aos prefeitos dos municípios do Cabo de Santo Agostinho, Vado da Farmácia, e Nazaré da Mata, Nado Coutinho, para que sejam realizadas as análises dos planos de amostragem encaminhados pela Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) às cidades, com a finalidade de investigar a qualidade da água distribuída. A Compesa alega que os municípios ainda não se manifestaram sobre o recebimento.

A medida adotada pelas promotoras de Justiça Alice de Oliveira Morais (Cabo) e Maria José Mendonça de Holanda Queiroz (Nazaré da Mata) visa cumprir os termos da Portaria 2.914/2011, do Ministério da Saúde, que trata sobre a atenção às amostras semestrais da água e à análise de plano de amostragem de cada sistema, respeitando as condições mínimas, por parte de autoridades da saúde pública.

Os gestores municipais terão dez dias para informar sobre o acatamento ou não das recomendações. Em caso de acatamento, deverão ser enviadas cópias dos planos de amostragem e documentações comprobatórias das análises às respectivas Promotorias de Justiças.

 

Inscrições para concurso da Compesa se encerram nesta terça-feira


Blog dos Concursos

As inscrições no concurso público da Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa)  encerram-se nesta terça-feira (29) pelo endereço eletrônico www.fgv.br/fgvprojetos/concursos/compesa. Inicialmente, o prazo para realização do cadastro de participantes se encerraria na última quarta-feira (23), mas foi prorrogado. O certame oferece 70 vagas na autarquia: 21 de nível superior (analista de Saneamento e de Gestão); 07  de nível médio/técnico (assistente), e 42 de nível fundamental (auxiliar).

Outros aspectos também foram retificados, de acordo com o Diário Oficial da última quarta (23), como o salário e as horas a serem trabalhadas dos assistentes sociais, que foram reduzidos de R$ 4.012,47 (220h por mês) para R$ 3.282,93 (180h/mês).

A taxa de participação é distinta conforme o cargo pleiteado: de R$ 39, R$ 53 e R$ 78. Os salários variam entre R$ 1 mil e R$ 6.154. O pagamento dela deve ser feito até esta quarta-feira (30).

Outra alteração exibida na portaria é relativa aos candidatos que necessitam de atendimento especial para realização das provas escritas, que ocorrem no dia 25 de maio. Impreterivelmente até o dia 29 deste mês, eles devem enviar o laudo médico que justifique o pedido à Fundação Getúlio Vargas (FGV), organizadora do processo seletivo, através de Sedex. É preciso colocar os seguintes dizeres no documento: Concurso Compesa (especificar o emprego/especialidade de opção) – pessoa com Deficiência.

Para tirar dúvidas e obter outras informações, os candidatos podem utilizar o telefone 0800 2834628 ou o e-mail concursocompesa@fgv.br.

Serviço
Praia de Botafogo, nº 190, 6º andar, sala 605
Botafogo, Rio de Janeiro (RJ)
CEP 22250-900

Compesa
Vagas:70
Cargos: vários
Níveis: superior, médio/técnico, médio, fundamental
Salários: de R$ 1 mil até R$ 6.154
Inscrição: até 29/04/2014 (prorrogadas)
Taxas: R$ 78, R$ 53, R$ 39
Provas: 25/05
Outras informações: www.fgv.br
Saiba mais no link: www.cepe.com.br.

 

Município de Escada, na Mata Sul, ficará sem água durante esta sexta


NE10

A Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) informou, por meio do Twitter, que o abastecimento de água em Escada, município localizado na Zona da Mata Sul, no interior do Estado, será interrompido nesta sexta-feira (25), das 6h às 18h. O abastecimento retornará à noite.

O motivo é a manutenção dos reservatórios, que é realizado para que a qualidade da água seja mantida.

 

Inscrição em concurso da Compesa encerra-se nesta 4ª


(Foto: Divulgação).

Blog dos Concursos

As inscrições no concurso público da Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) encerram-se nesta quarta-feira (23) pelo endereço eletrônico www.fgv.br/fgvprojetos/concursos/compesa. São ofertadas 70 vagas na autarquia: 21  de nível superior (analista de Saneamento e de Gestão); 07  de nível médio/técnico (assistente), e 42 de nível fundamental (auxiliar). A taxa de participação é distinta conforme o cargo pleitado: de R$ 39, R$ 53 R$ 78, respectivamente. Os salários variam entre R$ 1mil e R$ 6.154.

Para tirar dúvidas e outras informações, os candidatos podem utilizar o telefone 0800 2834628 ou o e-mail concursocompesa@fgv.br.

Compesa
Vagas:70
Cargos: vários
Níveis: superior, médio/técnico, médio, fundamental
Salários: de R$ 1mil até R$ 6.154
Inscrição: até 23/04
Taxas: R$ 78, R$ 53, R$ 39
Provas: 25/05

Outras informações: www.fgv.br 

 

Compesa vai investir R$ 800 mil no estudo de melhorias do abastecimento de água em Gravatá


A Companhia Pernambucana de Saneamento (COMPESA) vai investir mais de R$ 800 mil  na ampliação do sistema de abastecimento de água da cidade de Gravatá, agreste pernambucano.

A notícia foi oficializada desde o último dia 27 de março quando foi publicado o resultado do processo licitatório para contratação de Empresa Especializada na Elaboração dos Estudos e Projetos para adequação e ampliação do sistema de abastecimento de água da cidade serrana.

A empresa contratada foi a PCE – PROJETOS CONSULTORIAS DE ENGENHARIA LTDA terá até março de 2015 para concluir a análise que deverá ser encaminhada a Superintendência da Companhia.

Com informações do Portal GN.

 

Comarca de Escada: homem que teve nome negativado indevidamente pela Compesa receberá indenização de R$ 10 mil


(Foto: Divulgação).

Diário de Pernambuco

A Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) foi condenada a pagar R$ 10 mil por danos morais a um homem que teve o nome negativado indevidamente pela empresa, sem nunca ter sido cliente dela. A decisão foi proferida pelo juiz Cláudio Américo de Miranda Júnior, da 1ª Vara da Comarca de Escada, na Zona da Mata Sul, e publicada na edição da última terça-feira (1º) do Diário de Justiça Eletrônico. A Compesa ainda pode recorrer da decisão.

Segundo os autos do processo, o autor da ação passou a ser informado por algumas lojas do comercio da cidade que estava com restrições cadastrais devido a um registro de débito de contas de água referente a um período de três anos, de maio de 2010 a maio de 2013.

Na contestação, o autor alegou que o débito o deixou surpreso, pois sempre utilizou um poço artesiano e uma fossa própria existente em sua residência, sem nunca ter recebido água do sistema de abastecimento da Compesa. Além disso, afirmou que nunca havia utilizado o sistema de esgoto da empresa.

A Compesa rebateu as alegações alegando que é prestadora de serviço público de fornecimento de água e esgoto e que todos os imóveis urbanos devem ser conectados à rede de abastecimento de água, afirmando que não houve ilegalidade na cobrança.

O magistrado relatou, no entanto, que a Compesa não apresentou provas capazes de comprovar que o autor da ação foi beneficiário, algum dia, de seus serviços. “Das provas trazidas aos autos, infere-se que realmente, o procedimento adotado e confirmado pela Compesa, foi descuidado, ocasionando, desta forma, transtornos e aborrecimentos para o autor que extrapolaram, diante das circunstâncias do caso, os meros aborrecimentos do dia a dia”, destacou na sentença.

A decisão também destacou que a empresa passou a cobrar por um serviço pelo qual afirma ser legalmente obrigada a prestar, mas que nunca foi realizado para o autor, negativando o nome do homem junto aos órgãos de restrições cadastrais. “Assim, levando em consideração os elementos acima e um valor de desestímulo da prática de atos semelhantes, fixo o valor do quantum indenizatório em R$ 10.000,00″, escreveu.

O valor da indenização será atualizado com juros e correção monetária, a partir da data da sentença, 27 de março de 2014. A Companhia também foi condenada ao pagamento dos honorários advocatícios, arbitrados em 20% sobre o valor da condenação.

 

Barreiros, Gameleira e Palmares recebem reforço em sua infraestrutura agrária


Nesta quarta-feira (02/04), o Governo de Pernambuco aproveitou para assinar convênios que vão beneficiar agricultores, no Encontro Estadual dos Conselhos Municipais de Desenvolvimento Rural (CMDRs), no Centro de Convenções de Pernambuco, em Olinda. O Governo do Estado disponibilizou R$ 440 mil, para que sejam investidos na estruturação do abastecimento de água dos municípios de Barreiros, Gameleira e Palmares, todos na Mata Sul.

Para o governador Eduardo Campos (PSB), a atuação dos conselhos foi fundamental para o resultado positivo das ações. “Nós estruturamos os grupos, mas após esse processo os conselhos conquistaram autonomia. Agora, é preciso que essas organizações cresçam ainda mais e obtenham novas conquistas”, afirmou Eduardo. O secretário de Agricultura e Reforma Agrária, Aldo Santos, ressaltou que “o sucesso das ações e programas voltados para o campo foi devido ao projeto Todos por Pernambuco”, seminários que passaram por todo o território pernambucano, com o objetivo de ouvir as demandas da população de cada região do Estado. “É importante salientar que os conselhos estão presentes nos 184 municípios pernambucanos”, completou Aldo.

“Em cinco anos, nós passamos por duas enchentes na Zona da Mata e a maior seca dos últimos 80 anos, mas nunca desistimos. Nós trabalhamos para minimizar os estragos e encontrar soluções rápidas”, disse Aldo Santos.

NOMEAÇÃO - Ainda durante a solenidade, Eduardo nomeou 20 médicos veterinários aprovados no concurso da Agência de Defesa e Fiscalização Agropecuária de Pernambuco (Adagro). Deste total, a metade vai trabalhar na inspeção de animais, permitindo a inserção do Estado no Sistema Brasileiro de Inspeção de Produtos de Origem Animal. Com isso, as empresas registradas na Adagro vão poder comercializar produtos dentro e fora do País.

 com informações da Assessoria.

 

Primeira etapa da Adutora do Siriji beneficia cinco cidades da Mata Norte


A oferta de água para cinco municípios da Mata Norte pernambucana foi oficialmente ampliada nesta quarta-feira (02/04), com a inauguração da primeira etapa da Adutora do Siriji. Com investimentos de R$ 48 milhões, o sistema amplia a vazão da água na região para 150 litros por segundo, beneficiando cerca de 70 mil pessoas das cidades de Aliança, Condado, Itaquitinga, Buenos Aires e Vicência. O empreendimento foi inaugurado pelo governador Eduardo Campos, no distrito de Murupé, na cidade de Vicência.

Nesta primeira etapa, foram implantados 74 quilômetros de tubulação de um total de 114 quilômetros que compõem a Adutora do Siriji. Já está em operação uma estação de bombeamento de água potável e uma para água bruta (que ainda não foi tratada), além do primeiro módulo da estação de tratamento de água com capacidade de vazão de 300 litros por segundo. A primeira etapa do sistema também conta com um reservatório com capacidade para armazenar 900 mil litros de água.

Na presença dos moradores do distrito de Murupé, o governador Eduardo Campos destacou a qualidade da água que já chega nas torneiras das casas da população, destacando que a reestruturação do abastecimento de água em Pernambuco é resultado da ausculta feita à população durante o Programa Todos por Pernambuco.

No total, a Adutora do Siriji recebeu R$ 72 milhões em investimentos, recursos da Compesa, Governo do Estado e Ministério da Integração Nacional. Quando estiver completamente concluído, em setembro deste ano, o sistema vai acabar com o rodízio de abastecimento ao garantir uma vazão de 300 litros de água por segundo, beneficiando cerca de 125 mil pessoas de oito municípios. Além dos já contemplados na primeira etapa, serão beneficiados São Vicente Férrer, Machados e Macaparana.

com informações da Assessoria.

 

Inscrição no concurso da Compesa segue até o dia 23


Com informações do Blog dos Concursos

As inscrições no concurso público da Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) começaram às 14h desta segunda-feira (31) pelo site www.fgv.br/fgvprojetos/concursos.

Elas podem ser realizadas até as 23h59 do dia 23 de abril. São 70 oportunidades para os níveis fundamental, médio, técnico e superior. Os salários variam entre R$ 1mil e R$ 6.154.

O certame será realizado através de prova objetiva a ser realizada no dia 25 de maio nos municípios da Região Metropolitana do Recife (RMR), além de Carpina, Caruaru e Salgueiro. À tarde, serão aplicadas as avaliações dos candidatos aos cargos de analistas de saneamento e de gestão (superior), das 14h às 19h, e de auxiliar em saneamento e gestão (fundamental), das 14h às 18h. Pela manhã, os concorrentes aos postos de assistente de senaemento e gestão (médio e intermediário) realizam os exames, das 8h às 12h. Dessa forma, existe a possibilidade dos inscritos disputarem em duas modalidades, caso desejem ter mais chances de serem aprovados.

Disciplinas

Língua Portuguesa, Noções de Informática e Legislação Específica para Saneamento Básico serão disciplinas exigidas em todos os postos. Para os assistentes, há, ainda, Matemática Básica. Além disso, há as matérias específicas para cada cargo.

Compesa

Vagas:70

Cargos: vários
Níveis: superior, médio/técnico, médio, fundamental
Salários: de R$ 1mil até R$ 6.154
Inscrição: de 31/03/2014 até 23/04/2014
Taxas: R$ 78, R$ 53, R$ 39
Provas: 25/05/2014
Mais informações: www.fgv.br 

 

Compesa lança edital de concurso


Do G1 PE

A Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) divulgou, no Diário Oficial do Estado desta quarta-feira (26), edital de concurso público para preencher 70 vagas. Há oportunidades para níveis fundamental, médio, técnico e superior. Os salários variam de R$ 1.089,71 a R$ 6.154,00.

As inscrições começam a partir das 14h da segunda-feira (31) e seguem até o dia 23 de abril. Elas serão feitas exclusivamente pelo site da organizadora do concurso, Fundação Getúlio Vargas (FGV), onde também é possível encontrar o edital.

O valor da taxa de inscrição é de R$ 39 para o nível fundamental, R$ 53 para médio e técnico e R$ 78 para superior.

As provas devem ocorrer no dia 25 de maio. Na Região Metropolitana do Recife, elas serão aplicadas para cargos de níveis médio, técnico e superior. Nas cidades de Carpina, Caruaru e Salgueiro, para nível fundamental.

São 42 vagas para o cargo de auxiliar de saneamento e gestão, função diretamente relacionada à parte operacional da empresa e que exige apenas o antigo primeiro grau completo. O salário inicial é de R$ 1 mil.

Para quem tem o nível médio, há duas vagas para assistentes de gestão e de serviços comerciais, com salário de R$ 1.089,71. Há quatro vagas também para quem tem formação técnica em contabilidade, enfermagem e mecânica, com vencimento inicial de R$ 1.592,95.

Os candidatos que têm formação superior poderão disputar 13 vagas para analista de saneamento nas especialidades engenharia civil (9), engenharia de segurança do trabalho (1), engenharia eletrotécnica (1), engenharia eletrônica (1) e engenharia química (1). O salário-base é de R$ 6.154,00.

Há, ainda, oito oportunidades de nível superior para analista de gestão nas especialidades administrador (3), comunicação social/relações públicas (1), gestão de pessoas/administração (1), analista de tecnologia da informação (1), assistente social (1) e economista (1). O salário é de R$ 4.012,47.

A seleção será feita mediante a aplicação de provas objetivas aplicadas nos turnos da manhã (níveis médio e técnico) e tarde (níveis fundamental e superior). O candidato poderá se inscrever para mais de um cargo, desde que não haja choque no horário das provas.

Os candidatos de nível fundamental farão provas de português, matemática básica, noções de informática e conhecimentos específicos. Os de nível médio serão testados em língua portuguesa, noções de informática, legislação do saneamento e conhecimentos específicos. Os que se candidatarem ao cargo de assistente de serviços comerciais farão, também, prova de matemática.

Para as vagas de nível superior, as disciplinas são as mesmas do nível médio, com o acréscimo de dez questões, 70 em vez de 60, e maior grau de exigência em relação aos conteúdos. Os contratados pela Compesa serão regidos pela Consolidação das Leis do Trabalho (CLT).

 

 

Compesa espera solucionar água com cor de lama em Barreiros até esta quarta


(Foto enviada pelo morador de Barreiros Samy Félix).

A Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) prometeu normalizar até esta quarta-feira (26) o abastecimento de água de Barreiros, na Mata Sul, depois de mais de quinze dias de queixas dos moradores sobre a água com coloração escura e odor semelhante ao de lama. Em nota, a Compesa prometeu que já está investigando as causas do problemas.

A denúncia foi enviada ao Blog do Jamildo, pelo leitor Samy Félix, e reproduzida pelo Portal A Voz da Vitória

ConfiraÁgua em Barreiros tem cor de lama

 

Página 5 de 20« Primeira...34567...1020...Última »