• Ceclin
mai 09, 2016 0 Comentário


SINTEPE: Categoria unida em defesa de seus direitos

passeata

O Sintepe, em conjunto com movimentos culturais, estudantil e sociais, fez um ato de protesto com uma grande caminhada, saindo da Igreja do Pina (Recife), seguindo pela Avenida Boa Viagem e terminando em frente à Secretaria Estadual de Administração. A ação garantiu que a comissão de negociação fosse recebida por representantes do governo. No turno da tarde desta última sexta-feira (6), na Praça do Derby (acampamento contra o golpe), os trabalhadores em educação realizaram sua assembleia. A escolha da Praça do Derby deu-se pelo momento histórico que o País vive e pela contribuição que a entidade tem dado e dará a história deste País, na defesa da democracia.

Na assembleia, a categoria continuou recebendo o apoio de representantes dos movimentos sociais. Os trabalhadores em educação decidiram unânimes três encaminhamentos. O primeiro, é que o secretário de Administração do Estado deve estar na reunião, marcada para o dia 10 de maio. A categoria reafirmou que não negociará sem a presença dos dois secretários (Administração e Educação). Assim como, não aceitamos negociar a pauta de reivindicação de forma parcelada. No segundo encaminhamento da assembleia, para fortalecer as reivindicações da categoria, os trabalhadores em educação participarão da greve geral do dia 10, fortalecendo também a luta em defesa da democracia e contra golpe.

E o terceiro encaminhamento, foi no sentido de levar ao conhecimento da sociedade o silêncio do governo, a categoria fechou a Avenida Agamenom Magalhães durante 11 minutos e 36 segundos, referentes aos 11,36% de reajuste dos servidores, de acordo com a Lei do Piso Salarial, que não está sendo cumprida pelo governo do Estado.

 

#TAMOJUNTOPELAEDUCAÇÃO

Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Pernambuco – Sintepe