• Pitu 2
  • Ceclin
fev 03, 2011 4 Comentários


Programa Ação Saudável em Vitória concorre internacionalmente

O Município da Vitória de Santo Antão está concorrendo pela primeira vez ao Selo Unicef Município Aprovado e dentro desse contexto vem buscando parcerias para o desenvolvimento de propostas em que sejam oferecidos serviços de qualidade nas áreas de saúde, educação, assistência social, arte, cultura, comunicação, esporte e meio ambiente.

Com o crescimento econômico em ascensão após a duplicação da BR 232, muitas empresas e fábricas têm optado por se instalarem no município da Vitória de Santo Antão, dentre elas a Sadia e a Kraft Foods, entre outras.

Dessa forma, algumas parcerias estão sendo criadas, para que as mesmas favoreçam a melhoria da qualidade de vida das crianças e adolescentes do Município, bem como a valorização da mulher e das questões ambientais.
O governo municipal de Vitória de Santo Antão em união com o COMDICA, Conselho Tutelar e Comissão Pró-Selo acreditam que dessa forma o caminho a ser percorrido para a conquista do Selo Unicef se torna ainda mais valoroso e satisfatório, na medida que vivenciamos a concretização das ações, tornando real e melhor o amanhã de nossas crianças.

Palestras com as crianças participantes do Projeto Horta Brasil

O programa Ação Saudável em Vitória de Santo Antão obteve uma ótima recepção, com início em 2010, atendendo a 24 escolas da rede municipal e as ações são desenvolvidas em parceria com as Secretarias de Educação e Saúde do Município e a Comissão do Selo Unicef. O número de crianças envolvidas chegam a 9.150, o de professores 349, os de merendeiras 89.

Em Vitória de Santo Antão, dentre outras ações desenvolvidas, uma delas foi a criação de hortas em 07 escolas da Rede Pública, além de uma unidade escolar que foi reformada (Escola Manoel de Holanda, na Bela Vista).
O Programa Ação Saudável – conta com a Parceria do Selo Unicef, Inmed Brasil, Kraft Foods e Prefeitura Municipal da Vitória de Santo Antão.

Vale ressaltar que foram selecionados horteiros das comunidades locais para fornecer um acompanhamento contínuo em parceria com monitores voluntários, estudantes do Curso de Gestão Ambiental da FACOL – Faculdade Osman Lins.

com informações da Assessoria.