• Ceclin
dez 30, 2014 0 Comentário


Prefeitura deve provocar grande retração nas vendas de fim de ano em Vitória

Centro Comercial da Vitória de Sto. Antão. Foto: Arquivo / A Voz da Vitória

Centro Comercial da Vitória de Sto. Antão. Foto: Arquivo / A Voz da Vitória

Por Elias Martins

“Anunciada” a demissão em massa de Cargos Comissionados e Contratos na Prefeitura da Vitória de Santo Antão, na Zona da Mata, as perspectivas do Comércio Vitoriense são as piores possíveis para este final de ano 2014.

Números oficiais do Relatório Resumido de Execução Orçamentária de outubro de 2014, dão conta de que diante de uma Receita Líquida de R$ 197,3 milhões no período de novembro/2013 a outubro/2014, os gastos com pessoal girava em torno de R$ 136 milhões, com comprometimento de 68,91% com pessoal, quando o máximo permitido pela Lei de Responsabilidade Fiscal é 54%.

O que teria levado ao governo do Sr. Elias Lira (PSD) a tamanho descontrole, quando ainda em abril de 2013, seu comprometimento de pessoal era de 50,79%?  Na época, o Município se firmava como exemplo de controle de gastos de pessoal, pois entre os 184 municípios pernambucanos, 91 estavam com seus comprometimentos estourados.

E o Comércio?

Cruzando as informações oficiais do Município da Vitória (RREO e DEMONSTRATIVO PREVIDENCIÁRIO), e apurando-se de forma estimativa, tomando por base as informações previdenciárias de Dezembro de 2013, já que em 2014 o VITÓRIAPREV vem enfrentando problemas para emissão de seus demonstrativos na nova plataforma digital do governo Federal através do INSS, podemos dizer que os números envolvidos nessa ação radical tomada pelo atual governo de Elias Lira são os seguintes:

EFETIVOS (Dezembro/2014)……………………………..  – R$ 3.800.000,00

APOSENTADOS (Dezembro/2014)…………………….., – R$    1.500.000,00

COMISSIONADOS E CONTRATOS (Dezembro/2014) – R$ 4.600.000,00

(13º/2014)……….    – R$ 4.600.000,00

TOTAL ………………………………………………………..   – R$ 14.500.000,00.

 

Este é o valor aproximado que deverá deixar de circular no comércio da Vitória de Santo Antão, em dezembro de 2014, diante das medidas do governo municipal.

Muitas pessoas comentam pelas ruas da cidade:

“AINDA VAI PARA RÁDIO FM DESEJAR FELIZ NATAL E PRÓSPERO ANO NOVO”

 EFEITOS PROLONGADOS 

E mais, uma ‘abelhinha’ me falou que o Gerente da Caixa Econômica local, parceira da Prefeitura na administração da Folha de Pagamento não estaria dormido muito bem a partir do posicionamento da Administração Municipal. O nível de inadimplência da agência, em relação a Comissionados e Contratos deverá ir à estratosfera, pois é extremamente incomum um governo municipal tomar medidas tão radicais em meados de mandato.

                É ESPERAR PRA VER…

elias martins

 

 

Por Elias Martins, colunista do Blog.

 

 

 

 LEIA TAMBÉM

Prefeito Elias Lira dispõe de muito dinheiro em caixa, alerta Elias Martins