• Ceclin
fev 16, 2018 0 Comentário


Polícia investiga estupro coletivo contra diarista em Carpina

Mulher passou por exame de corpo de delito nesta sexta-feira. Foto: Arquivo

Mulher passou por exame de corpo de delito nesta sexta-feira. Foto: Arquivo

A Polícia Civil de Pernambuco investiga um caso de estupro coletivo contra uma diarista na cidade de Carpina, na Mata Norte de Pernambuco. De acordo com a vítima, dois homens cometeram a violência e obrigaram o esposo da mulher a assistir toda a cena. O crime aconteceu por volta das 22h no último sábado (10/02). A mulher explicou que seu marido fumava na porta da casa da família quando foi abordado pelos homens com facões. “Eu estava voltando de uma faxina e fui tomar meu banho. Meu marido foi fumar na porta quando os homens chegaram”, explicou a vítima.

“Eles entraram na casa pedindo celular e dinheiro. Como não tinha, eles bateram no meu marido com o facão, espancaram ele e me estupraram na frente dele”, contou. Os homens só saíram da casa da mulher por volta da 1h do domingo (11).

Além de estuprar a vítima, os bandidos ainda roubaram alimentos, remédios e um botijão de gás da família. Uma vizinha da mulher suspeita que um dos criminosos seria um primo dela. O caso é investigado pela Delegacia de Polícia Civil da cidade e a mulher realizou exame de corpo de delito no Instituto de Medicina Legal (IML) na manhã desta sexta-feira (16). (JC Online)

RIBEIRAO

Um casal foi assassinado a tiros na noite de quinta-feira (15), dentro da casa em que moravam, em Ribeirão, na Mata Sul de Pernambuco. Segundo a Polícia Militar, as vítimas não tinham passagem pela Polícia e nenhum dos dois era viciados em drogas. Por esta razão, a PM suspeita que eles tenham sido assassinados por engano.

Segundo o 10º Batalhão da Polícia Militar, responsável pela área, o crime aconteceu por volta das 20h. Homens armados com pistola ponto quarenta invadiram a residência da família e atiraram no casal. Eles estariam em dois carros e conseguiram fugir. As vítimas foram identificadas pela polícia como o carteiro Cleiton Ferreira de Melo, de 34 anos, e a mulher dele, Lilian Araújo de Melo, de 33 anos. O caso está sendo investigado pela Delegacia de Ribeirão, que apontou serem os dois evangélicos. Segundo os policiais, o crime ocorreu na Rua Travessa Brasília, no bairro do Eldorado.  Os suspeitos conseguiram fugir e, até a manhã desta sexta-feira (16), ninguém foi preso. Os corpos das vítimas foram encaminhados para o Instituto de Medicina Legal (IML), no bairro de Santo Amaro, na região central do Recife. (G1PE)