• Ceclin
set 11, 2018 0 Comentário


Nova linha e mais capacidade de produção da Owens Illinois em embalagens de vidro

Ações vão adicionar capacidade de 65 mil toneladas de embalagens de vidro ao mercado. Foto: Owens Illinois/Divulgação

Ações vão adicionar capacidade de 65 mil toneladas de embalagens de vidro ao mercado. Foto: Owens Illinois/Divulgação

Owens Illinois vai expandir sua produção de embalagens de vidro em Pernambuco e unidade de Vitória de Santo Antão terá operação reativada  

 por André Clemente – Diário de Pernambuco

A Owens Illinois (O-I) vai expandir sua capacidade de produção em Pernambuco. A fábrica do Recife receberá uma nova linha de produção e a unidade de Vitória de Santo Antão terá a operação reativada em 2019. O movimento, segundo a empresa, busca acompanhar as demandas de mercado em rápido crescimento por causa da melhora na economia brasileira. Essas ações combinadas vão adicionar capacidade de 65 mil toneladas ou mais de 300 milhões de embalagens de vidro ao mercado. Entre as novidades, está a produção da nova embalagem da cachaça de alambique Caipira, do Engenho São Paulo.

A O-I é uma empresa global e maior fabricante de embalagens de vidro do mundo. Em 2010, ela adquiriu três unidades brasileiras da Companhia Industrial de Vidros (CIV), inclusive a unidade pernambucana, que integrava o grupo Cornélio Brennand.

“A economia no Brasil, que havia exigido anteriormente que a O-I ficasse com produção ociosa, se recuperou e estamos reagindo rapidamente para atender à crescente demanda de nossos clientes”, comentou Rildo Lima, presidente da O-I América Latina, Sul. Com uma receita de US$ 6,9 bilhões em 2017, a empresa é sediada em Perrysburg, Ohio, EUA, e emprega mais de 26,5 mil colaboradores em 78 fábricas distribuídas por 23 países. A O-I oferece soluções de embalagens de vidro seguras, sustentáveis e que constroem marcas para um mercado global crescente. Para promover os benefícios das embalagens de vidro em todo o mundo, a O-I criou o movimento Glass Is Life, que se baseia nas razões pelas quais as pessoas escolhem o vidro: sabor, saúde, sustentabilidade e qualidade.

Sobre o novo produto a ser envasado em Pernambuco, trata-se de inovação do Engenho São Paulo, maior produtor de cachaça de alambique do Brasil. Ele inseriu no seu portfólio a Caipira Mini, primeira cachaça da marca envasada em embalagem de 275 ml, com sistema abre fácil. O Engenho São Paulo já comercializava a Caipira na versão 355 ml, mas o produto não contava com embalagem exclusiva, sendo alvo constante de falsificações. O problema foi relatado pelo diretor da empresa, Múcio Fernandes, à parceira O-I, que buscou uma solução para o reposicionamento do produto, idealizando o projeto e produzindo a embalagem. “A Caipira Mini tem design exclusivo com logomarca impressa no ombro da garrafa e tampa abre fácil, que é inédita no segmento de cachaças. As duas combinações dificultam a falsificação, pois não é possível reutilizar a tampa depois de aberta. A embalagem em tamanho menor também permite que o produto chegue ao mercado com preço acessível”, afirma Dercio Gonçalves, gerente de Contas Especiais da O-I no Nordeste.

Além disso, a Caipira Mini representa uma nova tendência no segmento de cachaça, sendo uma alternativa inovadora que propõe o consumo moderado e de qualidade. A embalagem de 275 ml traz a dose ideal para a apreciação da bebida. O formato da garrafa permite que ela seja facilmente levada, manuseada ou mesmo compartilhada em bares, festas e restaurantes. A tampa abre fácil é fornecida por uma empresa da Finlândia. A Caipira Mini já pode ser encontrada nas principais lojas de bebidas, bares e restaurantes.

Embalagem feita com material pode ser reciclada. Foto: Owens Illinois/Divulgação

Embalagem feita com material pode ser reciclada. Foto: Owens Illinois/Divulgação

Vidro tem apelo de saúde e de sustentabilidade

Glass Is Life é o movimento mundial da Owens Illinois para comemorar os motivos pela escolha do vidro: sabor, saúde, sustentabilidade e qualidade. É uma plataforma para formar parcerias com consumidores e, mais importante, a crença de que o vidro é vida, na tradução literal.

Em relação ao sabor, a empresa pontua que vidro é o companheiro ideal do paladar. Segundo a O-I, ele preserva o sabor original dos alimentos. Quando você come ou bebe algo embalado em vidro, está apreciando o verdadeiro gosto daquele alimento. A empresa defende que não há material de embalagem mais natural e neutro que o vidro. “Em questão de embalagens, ele é o mais inerte. Quando o sabor é importante, o vidro vence”.

No quesito saúde, o vidro é puro. Ele é não reativo e é seguro usá-lo repetidamente. Ele não mancha nem retém sabores antigos. O vidro também serve de barreira natural (é praticamente impermeável para o oxigênio, então ele ajuda a manter comidas e bebidas frescas, preservando suas vitaminas e minerais e outros benefícios para a saúde. Ele é fácil de limpar, esterilizar e reutilizar), fator cada vez mais importante no mundo de hoje, focado na saúde.

Outro princípio do vidro no comparativo com outros materiais é o apelo sustentável. Segundo a O-I, o vidro é composto por três ingredientes naturais: areia, calcário e carbonato de cálcio. É a única embalagem que é reutilizável e reciclável. O vidro não se transforma em produtos químicos nocivos à natureza. “Quando usamos vidro reciclado para fazer novas garrafas, gastamos menos matérias-primas e menos energia. No mundo todo, nossos produtos de vidro contêm uma média de 37% de vidro reciclado pós-consumo. Na Europa, produzimos garrafas com até 80% de vidro reciclado”.