• Faintvisa

  • Ceclin

Jovem encontrada morta na BR-232


Imagem: TV Jornal

Corpo da vítima não apresentava ferimentos, mas o DHPP iniciou investigação

Uma jovem de 18 anos foi encontrada morta na manhã de ontem às margens do quilômetro 12 da BR-232, após a entrada do Curado II, em Jaboatão dos Guararapes. A vítima, Stefany Niely Martins dos Santos, entrou em contato pela última vez com a família na noite da última segunda-feira. Inicialmente, foi levantada a hipótese de homicídio, mas só o laudo do Instituto de Medicina Legal (IML), para onde o corpo foi levado, poderá confirmar a suspeita, já que ela não apresentava ferimentos aparentes.

Abalada, a mãe da jovem, a dona de casa Marli Alexandre Martins, 52 anos, contou que a filha morava em Vitória de Santo Antão, na Mata Sul, e fazia o curso de auxiliar administrativa no Curado II. “Ela passava o fim de semana comigo, em Vitória, e durante a semana ficava na casa da avó, no Curado II, por conta do curso”, comentou. Segundo Marli, a filha não tinha inimizade com ninguém, não era usuária de drogas e não costumava pegar carona com desconhecidos. “Ou ela foi pega à força, ou realmente estava com algum conhecido”.

Por volta das 18h de anteontem, Stefany mandou uma mensagem de texto para o celular do namorado, um adolescente de 17 anos. “Ela pedia para que eu a ligasse. Ela me atendeu e disse que estava na avenida 1, esperando uma amiga para ir ao curso juntas. Depois disso, tentei falar com ela novamente. Primeiro, chamou e ninguém atendeu, em seguida ficou dando fora de área ou desligado”, relatou o jovem.

De acordo com o rapaz, os dois tinham o hábito de ligarem um para o outro e dizer onde estavam. “Por isso, momento algum desconfiei de algo ou achei estranha a atitude”, acrescentou o rapaz. No entanto, conforme os parentes da vítima, ela teria ligado para a amiga e desistido de esperá-la, preferindo ir sozinha para o curso. Os últimos momentos da jovem poderão ajudar a polícia a montar esse quebra-cabeça.

Marli contou que, como não conseguiu falar mais com a filha, decidiu informar o seu desaparecimento na Delegacia do Curado II. “Quando passei por aqui (local onde o corpo foi encontrado), entre 5h e 5h30, não vi nenhum corpo no chão. Com certeza, ela não foi morta aqui”, comentou. A suspeita da mulher foi confirmada pela polícia. No corpo era possível observar algumas marcas no braço e no pescoço.

Uma equipe da Força-Tarefa do Departamento de Homicídio e de Proteção à Pessoa (DHPP) foi ao local para iniciar as investigações do caso. De acordo com o delegado Ian Campos, nenhuma lesão aparente foi identificada na vítima. “Provavelmente, o local do crime não foi onde ela foi encontrada. Instauramos o inquérito e o caso será registrado como morte a esclarecer. A causa só poderá ser confirmada com o laudo tanatoscópico do IML”, informou. Nos próximos dias, parentes e amigos serão ouvidos pela polícia.

Por Wellington Silva / Folha PE. 

 

 




Comentários

Uma ideia sobre “Jovem encontrada morta na BR-232

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>