• FAMAM
  • Ceclin
mar 21, 2019 0 Comentário


Náutico passa do Vitória e avança às semifinais do Pernambucano

Vitória tentou, sem sucesso, sufocar o Timbu no segundo tempo (Foto: Aldo Carneiro - Pernambuco Press)

Vitória tentou, sem sucesso, sufocar o Timbu no segundo tempo (Foto: Aldo Carneiro – Pernambuco Press)

Timbu constrói resultado no primeiro tempo e amplia no segundo: 3 a 0; Adversário sai do jogo entre Santa Cruz e Afogados 

Blog do Torcedor JC

Sem sustos, o Náutico chegou às 14ª partida seguida sem derrotas, nessa quarta-feira (20/03), nos Aflitos, ao bater o Vitória por 3×0, garantindo vaga nas semifinais do Campeonato Pernambucano. Agora o Timbu espera o vencedor de Santa Cruz e Afogados para conhecer seu adversário, na briga pela classificação à final.

Como terminou a fase classificatória com a segunda melhor campanha, nas sêmis o alvirrubro também jogará em casa, em partida única. Apenas a decisão será em ida e volta. O Vitória terminou em sétimo lugar.

Diante de seu torcedor, o Náutico comandou o duelo desde o começo. Embora tenha demorado a acelerar, encontrou um adversário que marcava bem, mas não tinha força ofensiva. Nas poucas vezes que finalizou, o Vitória só levou perigo uma única vez no primeiro tempo, numa cabeçada de Erverson, desviada por Assis, logo aos três minutos. Fora isso, só deu o Náutico.

Inicialmente com Luiz Henrique cobrando falta por cima. Depois, o primeiro gol. Em nova cobrança de falta, Assis acertou o ângulo do goleiro Dida, aos 13. O segundo veio aos 27, com Luiz Henrique invadindo a área, após assistência de Odlávio, e chutando sem chances para o arqueiro de Vitória de Santo Antão. Robinho ainda desperdiçou o terceiro em dois lances. Num deles, carimbando o travessão.

Na segunda etapa, o Náutico diminuiu o ritmo. Até dando mais espaço ao time do interior, embora ainda mantendo-se equilibrado defensivamente. No ataque, criou menos. De tão morno, o jogo serviu para o Timbu ainda fazer testes, dando chance para Jorge Henrique, Maylson e Wallace Pernambucano irem ganhando ritmo. Dando tempo até para o artilheiro marcar o terceiro, de pênalti. E para Bruno evitar um gol do rival, em chute de Manoel.

O Tricolor das Tabocas está eliminado. Volta no ano que vem.