• Ceclin
fev 07, 2018 0 Comentário


Na Zona Rural de Escada registros de homicídios e assaltos

Felipe, foi encontrado morto às margens de uma rodovia na Vila de Timbuassu, em Escada. Foto: Cortesia / Leitor Blog

Felipe foi encontrado morto às margens de uma rodovia na Vila de Timbuassu, em Escada. Foto: Cortesia / Leitor Blog

O Município de Escada, na Mata Sul pernambucana, teve uma terça-feira (06/02) bastante violenta. A começar por um linchamento ocorrido ainda na noite da segunda, conforme mostra vídeo que circula nas redes sociais da cidade, quando exibe Jose Martins, conhecido por “Deco”, sendo acusado de ter cometido roubos por cinco homens que o agrediam em via publica da Vila Operária. Deco se encontra internado no Hospital da Restauração (HR), em Recife, após se submeter à cirurgia.

Já o sobrinho de Deco, um jovem chamado Felipe, foi encontrado morto às margens de uma rodovia na Vila de Timbuassu, alvejado por arma de fogo na cabeça, durante a tarde de terça.

Ainda na terça-feira, um assalto contra uma Van que faz a linha Catende para Escada, também na Mata Sul, teve uma pessoa atingida por um disparo de arma de fogo dentro do veículo. De acordo com informações policiais, durante o assalto um dos meliantes disparou um tiro acertando a boca da vítima conhecida popularmente como “Nova”. O mesmo ficou com a bala alojada na boca, sendo encaminhado para o Hospital Getúlio Vargas, em Recife. A vítima reside na Vila Operária, em Escada, e se encontra bem.

Uma moto XTZ (Yamaha) de placa NQI-9844 foi tomada de assalto na terça na Rodovia PE-45, próximo ao Distrito de Massauassu. A PM conseguiu localizar o imputado, trata-se de um adolescente que confessou a prática do assalto, informando que duas armas de fogo foram utilizadas no ato delituoso praticado em conjunto com outro indivíduo, conhecido por “Jefferson”, que não foi localizado. Durante as diligências, a vítima reconheceu o acusado e foi apreendida uma Espingarda calibre 12 e o revólver Taurus calibre 38. O menor infrator e os materiais apreendidos foram encaminhados para Delegacia de Escada para as medidas cabíveis.

Maria José Silva dos Santos, de 53 anosPor sua vez está sendo velada, na manhã desta quarta-feira (7), uma dona de casa que foi morta a tiros durante um assalto em Escada. Maria José Silva dos Santos, de 53 anos (foto), saiu de casa com o marido, Eleno Caetano dos Santos, para passar o carnaval na casa de uma cunhada, em Ribeirão. Eles foram abordados pelos criminosos quando estavam na estrada rural, em um canavial, em Escada.

Dois homens chegaram em motos, cercando o veículo, um do lado do motorista, que era o marido, e um do lado da passageira. Segundo a família, ela falou que os homens estavam armados, e o marido tentou virar o carro, o que fez um dos suspeitos atirar contra a dona de casa. O aposentado chegou a socorrer a esposa para o hospital de Escada, mas ela não resistiu aos ferimentos e morreu na unidade de saúde. O velório acontece na Igreja Canaã, no bairro de Dois Carneiros. O enterro foi às 10h, no Cemitério da Saudade, também em Jaboatão dos Guararapes (RMR).

Mulher é morta e amiga baleada no rosto

Uma mulher foi morta e outra foi baleada com um tiro no rosto na madrugada desta quarta-feira (7) em Joaquim Nabuco, na Mata Sul. De acordo com o 10º BPM, as duas vítimas teriam envolvimento com o tráfico de drogas na região.

O crime aconteceu na Rua Boa Vista, no bairro de mesmo nome, por volta da 1h30. Segundo testemunhas, dois homens encapuzados em uma moto chegaram efetuando disparos contra as vítimas. Marinalva Gomes da Silva, de 42 anos, não resistiu aos ferimentos e morreu no local. A segunda vítima foi uma jovem de 20 anos identificada como Alice de Santana Barbosa, que foi socorrida e levada para o Hospital Regional de Palmares e, em seguida, transferida para o Hospital da Restauração, no centro do Recife, onde deu entrada às 4h. O posto da PM do HR registrou que Alice foi ferida com um tiro no globo ocular.

A PM não sabe o que as vítimas faziam no momento em que foram abordadas pelos bandidos. A Polícia Civil de Pernambuco deve investigar o caso.