• FAMAM
  • Ceclin
mar 19, 2019 0 Comentário


Londres: por que conhecer a terra da realeza?

londres-inglaterra-marco-e-o-mes-mai-660x0-1

Londres é um dos principais destinos turísticos da Europa e não faltam razões para conhecer a terra da realeza mais icônica do mundo. São diversos os atrativos da capital do Reino Unido e muitos os motivos para embarcar nesta viagem.

Com a libra alta em comparação ao real, é importante se programar bem para pagar menos nas passagens para Londres e na hospedagem. O ideal é tentar boas promoções, seja acumulando milhas ou viajando na baixa temporada.

Uma dica valiosa é pesquisar preços no site da MaxMilhas, no qual é possível encontrar passagens promocionais com preços exclusivos.

Quando é melhor viajar para Londres?
O verão é o período de alta temporada em Londres. A partir de junho as temperaturas sobem e a cidade fica mais cheia de turistas. Como coincide com as férias escolares no Brasil, o mês de julho é um dos mais caros para visitar a cidade. Portanto, se a intenção é economizar, vale a pena fugir do verão europeu. Ir no comecinho da primavera, entre o fim de março e o começo de abril, pode ser um pouco mais barato.

Outra alternativa é viajar entre agosto e outubro. A temperatura não está mais tão alta e o friozinho começa a chegar. Os preços baixam nesse período, o que torna a viagem a Londres mais barata. Fugir das chuvas é difícil e a própria população está acostumada a não deixar que as precipitações atrapalhem qualquer passeio. Ou seja, mesmo que chova, vale a pena sair do hotel e aproveitar a cidade.

Como é o clima em Londres?
Londres tem as quatro estações do ano bem definidas, mas o céu é encoberto praticamente durante todo o ano. No verão, as temperaturas chegam à média de 23ºC. Raramente ultrapassam 29ºC. No inverno a temperatura média mais baixa é de 4ºC, sendo raramente negativa. As chuvas dominam todo o ano, sendo oito meses chuvosos, do fim de maio ao início de fevereiro. O tempo fica seco no restante do ano.

Atrações imperdíveis de Londres
Visitar Londres é certeza de que se fará uma viagem com atrações diversificadas para todos os gostos. A capital da Inglaterra é uma cidade cosmopolita, com grande variedade de pontos turísticos e opções de passeios de variados estilos.

Para começar, vale a pena visitar os locais mais icônicos da cidade, como a ponte da Torre de Londres, às margens do rio Tâmisa, o Palácio de Buckingham e a Abadia de Westminster. Não deixe de conhecer os acervos dos diversos museus londrinos. Museu Britânico, Museu de Londres, Galeria Nacional, Museu de História Natural, Museu Victoria & Albert, Museu da Ciência e as galerias Tate e Tate Modern contam não só a história da cultura e da arte londrina como de todo o mundo.

Os mercados da cidade também são ótimos pontos turísticos para os finais de semana. Na Camden Town é possível encontrar produtos para quem tem gosto mais alternativo. Os moderninhos encontram o que precisam na Brick Lane e os apaixonados aproveitam bastante a feira de flores da Columbia Road.

Comparada à Broadway de Nova York, a West End é uma região no centro de Londres onde residem mais de 40 teatros e casas de shows com musicais internacionalmente conhecidos. O Fantasma da Ópera, Os Miseráveis, O Rei Leão, Alladin, Mamma Mia, Wicked e Kinky Boots são alguns dos espetáculos imperdíveis que se pode aproveitar.

Quem curte uma noitada vai se esbaldar em qualquer um dos pubs que podem ser encontrados em toda a cidade. A tradição centenária londrina é certeza de uma experiência diferente da oferecida por bares no resto do mundo. Alguns estabelecimentos têm mais de 400 anos, sendo os mais antigos instalados às margens do Tâmisa.

Cinco parques reais são a sensação nos tempos de sol e calor. Os espaços contam com natureza deslumbrante e são ótimos para se divertir com a família, seja em piqueniques ou caminhadas. Nada como se sentir um verdadeiro rei, aproveitando um dia bonito.

Precisa de visto?
Turistas não precisam solicitar visto para o Reino Unido antes de sair do Brasil. A autorização é concedida na chegada ao país pelo departamento de imigração. O turista deve estar munido de uma série de documentos que sejam capazes de provar sua identidade, sua intenção em deixar o país após a visita e sua condição financeira – para fazer a viagem e para cobrir os custos da volta.

Entre os documentos solicitados estão passaporte brasileiro válido; comprovante de que está empregado – uma declaração da empresa, com cargo, salário e período de férias, por exemplo -, é estudante ou empresário no Brasil; comprovante de renda, extratos bancários, dinheiro em espécie, cartões de crédito; confirmação de reserva de hotel e confirmação da passagem de volta. O visto normalmente tem validade de seis meses.